O que é e como funciona um Hedge Cambial?

O Hedge Cambial é um tipo de operação financeira destinado à proteção de seus investimentos no exterior. Tem como objetivo garantir que a variação de preços das moedas estrangeiras não sofra impactos diretos frente aos serviços de Remessas Internacionais, como: pagamento de cursos no exterior, importações e exportações, empresas com dívidas no exterior, entre outras operações. Saiba mais na seção Naturezas Pessoa Física e Naturezas Pessoa Jurídica.

Vamos detalhar e explicar para você como é simples fazer um Hedge Cambial e como a Remessa Online pode te ajudar a realizar este tipo de operação com tranquilidade e segurança. Veja como funcionam no exemplo a seguir:

  • Se um agricultor possui uma plantação de milho para colheita nos próximos seis meses, ele deve levar em consideração a variação do valor do trigo durante esse período. É arriscado iniciar a produção sem saber quanto irá faturar, mas para garantir o recebimento do valor da exportação, o empresário pode optar pelo termo de moeda futuro, que garante a ele um pagamento mínimo de R$ 30,00 por saca.

O conceito deste tipo de operação consiste em proteger a variação da moeda estrangeira. No exemplo anterior, o agricultor não tem interesse em lucrar com o hedge, mas garantir que a variação do câmbio não inviabilize seu negócio. 

Como fazer um hedge cambial?

Para fazer um hedge cambial você precisa definir um objetivo. É uma prática comum usada principalmente por importadores, exportadores e investidores. Seu conceito parece ser simples, mas os instrumentos de proteção cambial são complexos e seguem algumas diretrizes. 

Entenda como realizar este tipo de operação de acordo com cada situação e como a Remessa Online pode te ajudar, considerando seus riscos e as boas práticas de mercado.  

  • Se uma empresa exportadora fabricante de aviões receber um pedido para construir um jato que custa US$ 10 milhões e só vai receber o dinheiro daqui a seis meses, a variação no valor do dólar deverá ser considerada nesse período. Se chegar a custar R$ 3,40, a empresa pode garantir o faturamento de R$ 34 milhões. Se despencar para R$3,00 perderá R$ 4 milhões, tendo a receita de R$30 milhões. Para evitar o risco, a empresa pode consultar a cotação do dólar no mercado futuro. Como? Encontrando interessados a pagar por até R$ 3,30 na moeda nos próximos seis meses, garantindo o preço de venda da fabricação do avião. 
  • Uma empresa importadora tem o problema oposto ao de uma exportadora. Se o dólar subir, terá mais despesas. Se uma empresa de telefonia móvel traz para o Brasil aparelhos no valor total de US$ 3 bilhões, ela gasta R$ 9 bilhões se a cotação estiver por R$ 3,00. A variação do preço do dólar faz com que o risco do gasto aumente. Por exemplo, se o dólar custar R$4,00, pagarão R$ 12 bilhões pelos mesmos produtos, sendo arriscado depender da variação do dólar. Neste caso, para garantir o custo, o importador pode optar por realizar diversos contratos, que garante a ele o direito de pagar um valor independente da variação.
  • Um investidor do mercado de ações deve levar em conta as variações da bolsa de valores. Depender da variação da bolsa é arriscado, muitas vezes quando ela cai, o dólar sobe. Os investidores estrangeiros vendem posses na bolsa brasileira, compram dólares e aplicam nos Estados Unidos ou outros países. Para garantir a redução de perdas, investir em um fundo cambial ou comprar moedas garantem o dólar mesmo perdendo ações. 

Estamos aqui para te ajudar a optar pela melhor solução para realizar o Hedge Cambial, onde iremos indicar a melhor Instituição Financeira de acordo com a sua necessidade. Clique na barra do chat no canto inferior da sua tela para iniciar uma conversa com um de nossos consultores. ;) 

Instrumentos para hedge cambial

Listamos abaixo os instrumentos que podem ser utilizados para realizar hedge cambial no mercado futuro e como a Remessa Online pode te ajudar.

O que é fundo cambial?

Os fundos cambiais são ações que permitem aos investidores aplicarem no mínimo 80% dos seus recursos em títulos. Se você está planejando viajar para o exterior no próximo ano e sabe que vai gastar em média U$ 2.000,00, é possível aplicar em um fundo cambial com antecedência. Se o dólar subir, sua aplicação sobe também. 

Principais vantagens 

  • Acompanhar a variação cambial de forma segura 
  • Operação acessível e aplicação mínima de R$ 1.000,00 

Particularidades do fundo cambial 

  • A aplicação total (100%) do dinheiro é protegido no fundo cambial
  • Há uma cobrança de Impostos sobre Operações Financeiras (IOF) se houver resgate no período menor de 30 dias

Contrato a Termo de Moeda - (NDF - Non Deliverable Forward)

O termo NDF (Non Deliverable Forward) é um contrato negociado com o Banco, definindo o valor e o prazo que o exportador ou importador deseja fazer o hedge, fixando um preço para a moeda estrangeira. 

Lembramos que, se o termo de comprometimento da venda for assinado e na data de vencimento a cotação estiver acima do valor estipulado, o valor da diferença é paga pelo banco.

Principais vantagens

  • O patrimônio não sofrerá imobilizações como nos fundos cambiais. Você só realiza o pagamento da diferença entre a cotação prevista e a ocorrida.
  • Os contratos não exigem depósito de margens, como no mercado futuro.  

Particularidades do Contrato a Termo de Moeda

  • Se o contrato do meio for desfeito, haverá condições impostas pelo Banco à serem aceitas.
  • Para encontrar a melhor taxa do mercado, é preciso fazer pesquisas em diversos bancos. 

Mercado futuro para hedge cambial

O mercado futuro, um dos instrumentos para hedge cambial, é um contrato a termo negociado na bolsa. O acompanhamento das cotações é realizado em tempo real e sofre ajustes diariamente.

Principais vantagens

  • Alta liquidez para desfazer a posição rapidamente a preço de mercado; 
  • Não é necessário pesquisar as taxas em cada banco, como no NDF.

Particularidades do mercado futuro 

  • Pelos ajustes realizados diariamente, a bolsa exige uma margem de garantia em dinheiro ou outros ativos para assegurar a adimplência.

Opção de venda ou compra de dólar

Na opção de venda ou compra de dólar você adquire o direito de comprar algo no futuro a um preço definido hoje. Se você realizar uma opção de compra de dólar no valor de R$ 3,50 por exemplo, e o dólar chegar a R$ 3,80, será estabelecido o direito de adquirir a moeda no valor de R$ 3,50, se protegendo de possível perda. 

Ao realizar uma operação de compra de dólar a R$ 3,50 e seu valor chegar a R$ 3,80, é possível exercer o direito de adquirir a moeda com base no valor inicial, protegendo-se de possíveis perdas. Lembramos que, se a moeda cair para R$ 3,40, você perde a possibilidade de exercer o direito. 

Principais Vantagens

  • Garantia do preço máximo ou mínimo do dólar, conforme a sua necessidade 
  • É possível fazer combinações de opções compra e venda, estabelecendo ao mesmo tempo, limites altos e baixos 

Particularidades para a venda ou compra de dólar

  • O pagamento do valor (prêmio) no ato da compra de uma opção
  • A precificação é complexa: a contratação de uma consultoria externa é uma excelente solução para ver se o contrato realmente vale a pena 

O que é e como funciona o Swap?

O swap cambial é uma troca de rendimento dos seus ativos com outra pessoa ou organização. Essa troca é muito comum com posições que envolve taxas de juros, moedas etc. Se a sua empresa possuir títulos públicos e dívidas em dólares, levando em conta que a dívida é de US$ 1 milhão e a cotação do dólar esteja a R$ 3,00, a dívida neste caso é de R$ 3 milhões. Caso o dólar suba 10% ao mês, o valor da dívida é convertida em reais, ficando em R$ 3,3 milhões. 

Sendo assim, para evitar surpresas você pode fazer um swap com um banco ou investidor, oferecendo a rentabilidade dos seus títulos, em troca o recebimento da variação cambial. Lembramos que, se os seus títulos renderem 1% e o dólar subir 10%, o banco faz o pagamento da diferença, os 9% do valor do seu contrato de swap. 

Principais vantagens

  • Resultado da troca de dívida em dólar por reais, livrando-se do risco cambial.
  • Livre de depósito de margens
  • O contrato realizado com bancos possibilita o ajuste do prazo e valor de acordo com a sua necessidade
  • Possível negociação de swap na BM&FBovespa, existindo liquidez  

Particularidades do swap cambial

  • Contrato realizado com bancos: o rompimento da operação antes da data de vencimento deverá ser feita após as condições impostas pela instituição forem aceitas 
  • Operações realizadas na bolsa terão que se submeter às datas de vencimento e aos valores determinados pela BM&FBovespa
Compartilhe:

Correspondente cambial

Logo Socopa - Corretora Paulista

ENTENDA AS TAXAS

Valor do envio: -

Câmbio Comercial: -

Taxa de referência das moedas.

Spread: -

Diferença entre o Câmbio Comercial e a Taxa de Câmbio da operação.

Taxa de Câmbio: -

Cotação da moeda estrangeira para transferência.

Custo total: -