Política Cambial: o que é e quais os impactos na sua vida

por Fabiana Lima
3 minutos de leitura
Política-Cambial-o-que-é-e-quais-os-impactos-na-sua-vida

A política cambial tem grande influência sobre a vida dos brasileiros. Esse conjunto de ações tem o objetivo de manter a economia do país em constante crescimento, mas de forma equilibrada e sustentável. Por isso, é fundamental para a vida econômica do país e dos seus cidadãos.

Entender como a política cambial funciona e como afeta as nossas vidas, podem te ajudar a ter uma visão mais clara do seu dinheiro e como aplicá-lo corretamente. Neste artigo, você vai entender o que é a política cambial e como ela impacta na sua vida. Acompanhe a seguir! 

O que é e como funciona a Política Cambial?

Política Cambial é o conjunto de medidas que definem o regime de taxas de câmbio no país. A definição é feita pelo Banco Central e é composta de instrumentos que vão analisar o valor da moeda de um país, comparado com o de moedas estrangeiras.

O dólar norte-americano é a principal moeda usada na avaliação da política de câmbio dos países. 

Essa política é responsável por determinar todo tipo de regime de câmbio. Os mais comuns e que afetam a vida dos brasileiros de forma direta são:

  • Câmbio fixo: a taxa fixa um valor de câmbio para a moeda local;
  • Câmbio flutuante: varia de acordo com as condições de mercado. Pode sofrer interferência dos bancos centrais quando for necessário;
  • Banda cambial: define um valor mínimo e um valor máximo e também pode ser usado na transição entre o câmbio fixo e o flutuante.

Para que uma política cambial seja definida, alguns fatores influenciam as análises do Banco Central. São elas:

  • Quanto o país depende de financiamento externo;
  • Quanto o país importa commodities energéticas e agrícolas;
  • Quanto o país exporta bens de alto valor agregado;
  • Quanto de investimentos externos o país recebe;
  • Se há interesse de atrair o capital especulativo.

A política de cambial pode variar de acordo com cada país, mas afeta a vida de todos os cidadãos. Não só aqueles que vivem no local, mas também de outros países. 

Política cambial adotada no Brasil

Entre os anos de 1994 e 1999, a política cambial utilizada era a banda cambial, que previa limites para o preço da moeda. A partir de 1999, o Brasil adotou o regime do câmbio flutuante.

Chamada de “política cambial flutuante suja”, nesse modelo, a política flutua livremente, mas o Banco Central pode aumentar ou reduzir o preço da moeda sempre que for necessário intervir. 

Outros países, que não utilizam o regime flutuante sujo, os Bancos Centrais não interferem no preço da moeda. 

Quais são os impactos da política cambial na vida dos brasileiros?

A variação cambial não preocupa tantos brasileiros, pois muitos acreditam que a variação de moedas estrangeiras, como o dólar, não afetam suas vidas. Essa ideia é um grande equívoco, pois desde os produtos mais simples que você compra no dia a dia, até produtos financeiros mais complexos. 

O valor das mercadorias que são importadas e exportadas são afetadas pela taxa de câmbio, dessa forma, se há flutuação, essas operações são afetadas.

Quando muitos produtos são exportados, o preço do mercado nacional pode aumentar, causando inflação e a perda de compra dos cidadãos. Ou seja, reduz o rendimento e faz com que sobre menos dinheiro no bolso do consumidor. 

Em contrapartida, quando a moeda nacional está com o preço muito alto, os estrangeiros se sentem desencorajados a comprar os produtos do país. Isso desaquece a indústria nacional, podendo causar o fechamento de postos de trabalho e levar ao desemprego.

Os investimentos são diretamente afetados pela política cambial. Alguns produtos são precificados com base em moedas estrangeiras e outros são originários de empresas de outros países. Dessa forma, a política cambial interfere no lucro que o investidor vai ter. 

Manter a política cambial é fundamental para promover o equilíbrio da economia no país e na vida das pessoas. Quer saber mais sobre esse assunto? Continue acompanhando o blog da Remessa Online.

Assuntos relacionados