Dólar pressionado para baixo com expectativa de manutenção de política do BC dos EUA

Mercados abrem com sentimento misto e cautela. EUA sobem +0,1% e Europa cai 0,1%.

Pablo Spyer resultados de bancos

No Minuto Econômico de Hoje:

  1. Mercados abrem com sentimento misto e cautela;
  2. EUA sobem +0,1%, Europa cai -0,1%;
  3. Banco central americano estende programas de empréstimo de emergência até o fim do ano;
  4. BC americano decide taxa de juro hoje e expectativa pressiona dólar para baixo;
  5. Título do tesouro direto americano de 10 anos, descontada inflação, afunda;
  6. Reino Unido e Hong-Kong registram aumento de Covid;
  7. Santander, Deutsh Bank e Barkley divulgam resultados ruins;
  8. Santander tem primeiro prejuízo semanal em 160 anos.

Transcrição

Bom dia, Brasil!

Hoje os mercados abrem com sentimento misto e cautela.

A bolsa lá nos Estados Unidos está subindo +0,1%.

La na Europa está caindo -0,1%.

Hoje o banco central americano estendeu o último dia do ano aqueles 7 programas de empréstimo de emergência.

Hoje também, o banco central americano, o FOMC, o comitê de política monetária dos Estados Unidos, decide a taxa de juro.

Todo mundo acha que vai continuar zero.

Mas todo mundo quer ver a fala do Jerome Powell às 3 da tarde, que deve continuar com uma postura suave, expansionista, para aquecer a economia.

E isso está derrubando o dólar.

Frente à uma cesta de moedas fortes, o índice DXY, o dólar cai -0,2% essa manhã.

Mas tem uma outra coisa que chama atenção. O tesouro direto de 10 anos lá nos Estados Unidos, o T10, está pagando 0,58.

Mas o tesouro direto, o título de 10 anos, descontada inflação, está afundando com força desde junho e isso indica problemas à vista para o crescimento econômico americano.

Pelo lado negativo, que está preocupante, você tem a expansão do covid. Reino Unido, Hong-Kong…, tudo aumentou o covid.

E também preocupam os balanços, Santander, Deutsch e Barker, divulgaram resultados ruins lá fora.

O Santander, aliás por aumentar a provisão para devedor duvidoso o PDD, contra inadimplência, teve um primeiro prejuízo do sementre em 160 anos.

Olho! O Santander vai soltar resultado hoje aqui de manhã também.

Eu sou Pablo!

Bons negócios!

Vai tourinho!