Conheça os observatórios residenciais para ver a Aurora Boreal

por Remessa Online
3 minutos de leitura
Ver a Aurora Boreal através dos observatórios residenciais pode ser uma excelente forma de curtir o fenômeno

Neste artigo, você vai conhecer um novo tipo de residência que está fazendo sucesso pelo mundo: os observatórios residenciais para ver a Aurora Boreal. 

A Aurora Boreal é um fenômeno óptico meteorológico muito comum em regiões mais afastadas como Antártida, Canadá, Finlândia,Islândia e Noruega. Muito comum em locais com baixa temperatura, o espetáculo encanta pela mistura de cores e efeitos no céu.

Além de entender o que são e como funcionam, você vai conhecer alguns lugares do mundo que oferecem este tipo de locação e outras informações importantes sobre preços e tipos de alojamentos.

Quer se tornar um caçador de Aurora Boreal? Então continue a leitura e saiba onde ficar e comece a viver essa experiência incrível!

aurora boreal 1024x683 - Conheça os observatórios residenciais para ver a Aurora Boreal
A Aurora Boreal é um fenômeno belíssimo e que só pode ser observado em determinadas regiões do pólo norte do Planeta Terra.

Alasca

O Alasca é um dos melhores destinos para quem quer viver a experiência da Aurora Boreal. Além de poder curtir as atrações que o estado americano proporciona, aproveite para conhecer as opções de pacotes de observatórios específicos para ver a Aurora Boreal.

No site Aurora Borealis Observatory você encontra inúmeras opções de hospedagens que vão desde casas tradicionais até apartamentos luxuosos, todos com esse foco de observar o fenômeno. 

Aproveite o passeio para andar em um trenó puxado por huskies siberianos. Se der sorte, você também pode avistar ursos polares na região.

Para ver o fenômeno é importante ir para territórios mais isolados e a melhor época do ano para observar a Aurora é no inverno, que vai de setembro a março. No Alasca, o Parque Nacional de Denali é uma excelente dica para os aventureiros.

Canadá

Muito embora não seja tão popular quando o assunto é Aurora Boreal, o Canadá também é uma excelente opção para quem deseja avistar o fenômeno.

O ponto mais conhecido fica na cidade de Whitehorse, região de Yukon, . Além de apreciar a Aurora, os turistas têm acesso a diversas atrações especiais durante o inverno. Outra região bacana é Tundra, em Ontário, local que abriga bons observatórios para a Aurora Boreal.

Finlândia

A Finlândia é um destino frio e conhecido dos amantes de Aurora Boreal. Na cidade de Luosto, inclusive, existe um centro de investigações específico voltado para o estudo e previsão de ocorrência do fenômeno.

Durante todo o inverno muitos viajantes fazem turismo pelo país com o objetivo de viver a experiência de observar uma Aurora Boreal. Por isso, muitos estabelecimentos comerciais recebem alertas quando a Aurora está prestes a acontecer.

Muitos turistas usam serviços de observatórios residenciais e relatam que Inari é uma excelente opção para quem quer uma visão privilegiada das luzes dançantes.

Groenlândia

A Groenlândia é uma ilha pertencente ao território dinamarquês e que está localizada entre o Atlântico Norte e o Oceano Ártico. Conhecida como um destino na rota de aventura, a Aurora Boreal está presente em praticamente todo o país.

Mesmo assim, os especialistas recomendam que os viajantes deem preferência para o sul do país, reservando observatórios residenciais em cidades como Kulusuk e Ammassalik.

Islândia

A Islândia é muito conhecida pela sua história viking. Hoje, a maior parte da população reside em Reykjavik, capital do país. O local é muito frio e por isso é abastecido por energia geotérmica. No inverno, as ruas chegam a ficar longos períodos bloqueadas em função do excesso de neve.

Na Islândia, é possível presenciar Auroras Boreais ao longo de todo o inverno. No Parque Nacional de Pingvellir, o turista encontra o local perfeito para observar o espetáculo. 

Ainda, por meio do aplicativo Aurora Iceland , disponível para iOS, é possível consultar a previsão de aparição do fenômeno em cidades próximas a localização do usuário.

Observatorios residenciais para ver Aurora Boreal - Conheça os observatórios residenciais para ver a Aurora Boreal
Lofoten, na Noruega, é um dos destinos mais procurados do país por turistas que querem avistar a Aurora Boreal.

Noruega

A cidade Tromsø é um dos destinos mais incríveis do mundo para quem deseja curtir o frio, ver neve, observar paisagens deslumbrantes e ainda ter a oportunidade de ver a Aurora Boreal.

Ao norte da Noruega, a cidade explora as luzes como fonte de renda de muitas pessoas. Além da capital, também é possível avistar o fenômeno nas Ilhas Svalbard, próximas à Islândia e à Groenlândia

O aplicativo Norway Lights, disponível para iPhone e Android, informa quando e onde se deve buscar pelas Auroras Boreais no país.

Como você pode ver, existem observatórios incríveis e diversas opções de destinos para quem quer viver a experiência da Aurora Boreal. 

Se você gosta de inverno e sonha em ver pessoalmente as luzes coloridas, a dica é começar a se planejar com antecedência e preparar suas roupas de frio e uma câmera fotográfica profissional para registrar as melhores imagens do fenômeno.

Se você pretende alugar um observatório residencial para ver a Aurora Boreal, vai precisar fazer uma transferência internacional para o país que escolheu. Use a Remessa Online para essa transação. A plataforma é fácil de usar e a Remessa Online cobra o menor custo de envio do mercado, apenas 1,3%.

Você gostou deste artigo sobre a Aurora Boreal? Então siga a Remessa Online nas redes sociais — Facebook, LinkedIn e Twitter — e fique por dentro de outros conteúdos como esse.

Resumindo:

O que é a Aurora Boreal?

A Aurora Boreal é um fenômeno óptico meteorológico muito comum em regiões mais afastadas como Antártida, Canadá, Finlândia,Islândia e Noruega. Muito comum em locais com baixa temperatura, o espetáculo encanta pela mistura de cores e efeitos no céu.

Onde é possível ver a Aurora Boreal?

Os principais destinos para quem quer ver a Aurora Boreal são: Alasca, Canadá, Finlândia, Groenlândia, Islândia e Noruega.


Assuntos relacionados