De Olho no Câmbio #89: atenção à atividade econômica no radar

Em linha com a semana anterior, a valorização da moeda brasileira foi representativa. O Real oscilou bastante, contudo, manteve sua tendência de apreciação.

A semana foi tranquila em termos de agenda de indicadores. Boa parte dos dados divulgados foram referentes a política monetária, contudo, preocupações com a trajetória de crescimento das nações desenvolvidas entraram no radar e impactaram suas respectivas moedas e o Real.

Acompanhe a seguir os desdobramentos desses e outros acontecimentos sobre as principais moedas globais.


Perspectivas

Em linha com a semana anterior, a valorização da moeda brasileira foi representativa. O Real oscilou bastante, contudo, manteve sua tendência de apreciação. Diferentemente das semanas anteriores, o movimento foi ancorada por uma piora nas expectativas com a economia estadunidense no curto prazo.

Em termos de indicadores econômicos, na semana seguinte conheceremos os resultados da arrecadação federal, dados sobre o setor externo, o IPCA-15, além da ata do Copom.

Por outro lado, no exterior, a semana já começará com discursos de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, mas, no geral, será uma semana mais leve pela agenda de indicadores. O câmbio deverá se pautar pelos eventos políticos e/ou geopolíticos.

Seguimos de olho.