Dólar volta a patamar de 2 meses e real deve seguir se valorizando hoje

Roberto Campos Neto: ações do BC no mercado de câmbio ajudaram a derrubar o dólar

O dólar abriu o mercado cotado em R$4,0289, e fechou o pregão da quinta-feira no menor patamar desde 21 de agosto deste ano. Aprovação definitiva da Reforma da Previdência e ações do BC no mercado de câmbio influenciaram neste resultado.

Ontem o Dólar comercial fechou o dia cotado a R$ 4,0346, menor valor da moeda norte americana desde 21 de agosto deste ano. O sentimento de relativa euforia em função da aprovação definitiva da reforma da previdência e as ações do Banco Central no mercado de câmbio à vista permitiram nova valorização da moeda brasileira.

A moeda americana abriu o pregão hoje cotada em R$4,0289. Já o Euro fechou ontem na casa dos R$ 4,4914, em um movimento de valorização do Real que pode ser visto frente à maioria das moedas. E abriu nesta quinta cotada a R$4,4910.

Agenda de hoje

Na agenda doméstica está a divulgação dos dados do balanço de pagamentos referente ao mês de setembro. Além disso, ficará conhecido o dado sobre a sondagem do consumidor brasileiro a ser divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

No ambiente externo as atenções estarão voltadas para indicadores econômicos antecedentes sobre a economia da Alemanha e da Zona do Euro. Além disso, amanhã também será conhecida a decisão do Banco Central Europeu (BCE) com relação à taxa básica de juros.

Perspectivas para o dia

Real x Dólar

Os dados do Banco Central devem evidenciar de forma contundente o processo de saída de recursos estrangeiros do Brasil, e isso, que já é um sinal de alerta há algumas semanas, pode entrar no radar da grande mídia e causar certa turbulência no mercado de câmbio. A despeito de dados negativos referente ao fluxo cambial, espera-se alguma valorização do Real frente ao Dólar americano.

Real x Euro

Hoje tem mais notícias ligadas ao processo de saída do Reino Unido da União Europeia e pode trazer alguma volatilidade do real frente ao Euro. Nesses últimos dois dias a maior parte da explicação acerca da valorização do Real é doméstica, movimento que deve ser mantido nesta quinta-feira. O Euro deve perder força, marginalmente, frente ao real nesta quinta-feira.

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.