Euro: de olho nos problemas dos Estados Unidos

tendências para o euro

O Euro abriu a semana cotada a R$ 4,5706, mas perdeu para o Real, chegando a ser cotado a R$ 4,5076 na mínima da semana durante o pregão de quinta-feira (26).

No lado do Euro, a semana foi um pouco menos “intensa”.  O movimento, ao que tudo indica, se deu muito mais pelo olhar dos investidores institucionais para os problemas nos EUA do que de elementos da própria Zona do Euro. 

De todo modo, sob nossa ótica, um dos elementos que depreciaram o Euro frente ao Real são os desdobramentos dos problemas norte-americanos sobre a União Europeia. Um escândalo desse porte tem potencial para impactar diretamente o comércio, por exemplo.

Cabe destacar também que a perspectiva de recessão para o velho continente permanece. Nenhum dado divulgado esta semana alterou este cenário, ao contrário, fortaleceu esta possibilidade.

Assim sendo, na abertura do pregão desta sexta-feira, o Euro foi cotado a R$ 4,5560, uma apreciação semanal do Real de aproximadamente 0,32% em relação à moeda europeia. Em relação ao Dólar americano, o Euro perdeu 0,86% do seu valor na semana.

Veja também a análise sobre o dólar e a libra esterlina.

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.