Libra esterlina: derrotas de Boris Johnson

tendências para a libra esterlina

Em relação ao Real, a Libra esterlina abriu a semana cotada a R$ 5,1734 e até a quarta-feira (25) estava cotada a R$ 5,1245, uma depreciação da moeda britânica de aproximadamente 0,95%. 

O movimento da Libra foi capitaneado pelas derrotas de Boris Johnson na Suprema Corte. A justiça britânica decidiu que a suspensão do parlamento intentada por Johnson foi ilegal. Isso fortaleceu os defensores do Remain (permanência).

O primeiro-ministro britânico destacou que o veredicto da Suprema Corte de que sua suspensão do parlamento havia sido ilegal é parte de uma tentativa de frustrar o Brexit e desrespeita a decisão de 17 milhões de eleitores pro-Brexit.

Sem dúvida, a decisão é polêmica e complicada (vide o comportamento da cotação da Libra). Esta perspectiva, de fato, parece ter dado mais força aos Trabalhistas, que já cogitam proporcionar uma nova votação para suspender o processo de divórcio entre Reino Unido e União Europeia.

Nesse contexto, após uma semana bastante puxada para a Libra Esterlina, a moeda se manteve em uma trajetória de depreciação, sendo negociada no patamar de R$ 5,1234 logo após a abertura do pregão de sexta-feira (27). Na semana, a apreciação do Real em relação à moeda britânica é de quase 0,96%.

Veja também a análise sobre o dólar e o euro.

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.