Novas regras de bagagem em viagens internacionais

As regras para a franquia de bagagem despachada sofreram mudanças. Neste texto vamos falar sobre as novas regras de bagagem em viagens internacionais.

As mudanças vigentes desde o dia 29 de abril de 2017 preveem que as companhias aéreas estão autorizadas a cobrar pela bagagem despachada, tanto para voos nacionais quanto internacionais.

Anterior a essa regra, a franquia de bagagem para voos internacionais era de dois volumes com até 32 quilos.

Agora, as companhias aéreas podem cobrar pelo serviço de despache de volumes a partir de uma taxa extra, semelhante à taxa de embarque. O peso também diminuiu para 23 quilos por volume.

Em relação à bagagem de mão, também houve alteração na franquia. Antes das novas regras, a franquia era de 5 quilos e agora passa a ser de 10 quilos, tanto para voos domésticos quanto internacionais.

As especificações das companhias em relação às novas regras de bagagem em viagens internacionais

A mudança previstas pela ANAC prevê que as companhias apresentem ao cliente de forma detalhada sobre a cobrança por cada serviço da empresa desde o início, durante a consulta da passagem, e em todos os passos da compra.

De acordo com as novas regras de bagagem em viagens internacionais e domésticas, cada companhia aérea pode especificar condições para o despache de bagagem, o que pode incidir em custos.
De acordo com as novas regras de bagagem em viagens internacionais e domésticas, cada companhia aérea pode especificar condições para o despache de bagagem, o que pode incidir em custos.

Confira as novas regras de bagagem em viagens internacionais de cada companhia:

Azul

Em voos internacionais operados pela companhia para a Europa e Estados Unidos é permitido levar 2 volumes de 23 quilos na classe econômica e 3 volumes de 23 quilos na classe executiva.

Em voos para a América do Sul e Caiena é permitido um volume de 23 quilos na Tarifa Mais Azul.

Avianca

Em voos para a América Latina, nas tarifas Promo, Economy e Flex é permitido ao cliente levar um volume de até 23 quilos.

Para a Business Promo e Business o permitido é de dois volumes de 23 quilos.

Em viagens para os Estados Unidos, nas tarifas promo, economy e flex, o cliente pode levar dois volumes de 23 quilos.

Nas tarifas Business Promo e Business o passageiro pode levar 3 volumes de 23 quilos.

Gol

Em voos internacionais, as tarifas Promo e Light não incluem o despacho de bagagem.

Na Plus, a primeira bagagem é despachada gratuitamente. E na Max e Premium Economy a primeira e a segunda bagagens são despachadas gratuitamente.

O volume dessas bagagens é de 23 quilos. As bagagens podem ser compradas previamente com desconto nos canais digitais da companhia.

Latam

De acordo com as novas regras de bagagem em viagens internacionais, em voos internacionais para a América Latina, o cliente não tem direito a bagagem nas tarifas Promo e Light.

Na tarifa Plus, o cliente pode levar uma mala de 23 quilos e na tarifa Top duas malas de 23 quilos.

Na cabine Economy, o cliente tem direito a uma ou duas malas de 23 quilos, depende do destino.

E na cabine Business e Premium Economy para todas as rotas o cliente possui direito a três malas de 23 quilos.

Regras para o extravio de bagagem

Em caso de extravio da bagagem, a empresa continua a ter um prazo de 21 dias para devolver as malas extraviadas em voo internacionais.

No caso de não ter sua bagagem devolvida, a companhia deve indenizar o cliente em um prazo de 7 dias.

Em voos internacionais, a companhia aérea possui o prazo de 21 dias para localizar a mala perdida e devolver ao cliente. Em caso de extravio, ou seja, quando a mala não achada, o cliente deve receber uma indenização em sete dias.
Em voos internacionais, a companhia aérea possui o prazo de 21 dias para localizar a mala perdida e devolver ao cliente. Em caso de extravio, ou seja, quando a mala não achada, o cliente deve receber uma indenização em sete dias.

Vale lembrar que é entendido como extravio somente quando a bagagem não é localizada pela companhia.

Se sua bagagem foi entregue com danos ou você sentiu a ausência de algo, é necessário abrir uma reclamação na companhia aérea para ressarcimento dos valores. Não se preocupe, todas elas já tem formulário e procedimento padrão.

Em relação às novas regras de bagagem em viagens internacionais recomendamos atentar para as condições de cada companhia antes de finalizar a compra.

Vale ressaltar que a maioria delas dispõe a possibilidade de comprar antecipadamente bagagem com descontos de até 50% em relação ao valor cobrado no balcão.