Seguro Viagem Internacional: Dicas antes de fechar

O seguro viagem internacional é um serviço que visa cobrir possíveis imprevistos relacionados à saúde durante uma viagem ao exterior.

Este tipo de serviço pode funcionar tanto através do reembolso quanto pela prestação de serviço.

Assim, o contratante pode decidir ser atendido em uma rede conveniada, sem que precise desembolsar qualquer quantia ou ainda ser atendido em uma rede conveniada de sua preferência e depois ter o valor que foi pago reembolsado.

Contratar um seguro viagem internacional, ainda que não seja obrigatório no país que você vai viajar, é a garantia de estar precavido caso haja uma situação de acidente ou doença.
Contratar um seguro viagem internacional, ainda que não seja obrigatório no país que você vai viajar, é a garantia de estar precavido caso haja uma situação de acidente ou doença.

Mas, por que preciso contratar um seguro viagem internacional? Ainda que haja países onde não há a obrigatoriedade do seguro, recomenda-se fazer a contratação do seguro para não se ver em apuros em terras estrangeiras.

Para se ter uma ideia, o custo médio de um dia de internação nos Estados Unidos é de US$2,271. Para evitar imprevistos no orçamento, é extremamente importante viajar tendo um seguro.

Confira 8 dicas antes de fechar seguro viagem internacional:

1. Saber como funciona o seguro viagem internacional

Primeiramente, o contratante do seguro precisa estar ciente como funciona o seguro, que pode ser semelhante a um plano de saúde temporário ou uma garantia de indenização para diversas situações e acidentes.

O seguro terá validade nos dias de contratação e acordo com as normas que estarão descritas no contrato.

2. Seguro viagem e assistência viagem é a mesma coisa?

É comum que os dois serviços sejam chamados pelo mesmo nome. Contudo, é preciso atenção na hora de fechar o contrato.

Isso porque, o seguro viagem internacional é quando o viajante paga todas as despesas relativas ao atendimento de saúde e depois solicita o reembolso à seguradora.

Contudo, este reembolso deve estar de acordo com os limites de valores que foram estabelecidos no contrato.

Nesses casos, será preciso apresentar à seguradora notas fiscais, comprovantes de despesas médicas, exames e tudo mais que confirme que você precisou de atendimento médico no exterior.

Apesar de ser mais burocrático, a vantagem da assistência médica é que a pessoa pode escolher o local em que vai ser atendido e não se limita aos locais que  estão inclusos na rede conveniada do seguro.

Ao contratar o serviço de seguro viagem internacional é essencial compreender a diferença entre assistência de viagem e seguro viagem.
Ao contratar o serviço de seguro viagem internacional é essencial compreender a diferença entre assistência de viagem e seguro viagem.

Por outro lado, na assistência viagem todo o atendimento é arcado pela seguradora contratada, sempre respeitando os limites do contrato.

Ao precisar de atendimento médico, o segurado deve entrar em contato com a empresa que contratou para que um local para atendimento seja indicado.

Todo o pagamento fica por conta da seguradora. A desvantagem nesses casos é ficar restrito a uma quantidade menor de locais que podem dispor de atendimento, o que pode ser um problema em situações de urgência e emergência.

Há seguradoras, entretanto, que oferecem os dois serviços em um pacote único. Dessa forma, o viajante fica mais garantido.

3. Entender a importância de um seguro viagem internacional

Infelizmente, doenças e acidentes podem acontecer com qualquer viajante, independente da experiência que se tem.

Se for um problema mais grave, dependendo do país de destino o tratamento pode ser bem caro.

A maioria dos países não atendem gratuitamente estrangeiros em sua rede de saúde.

Por isso, é um risco de ter se orçamento abalado por conta de despesas que poderiam ser evitadas.

Além disso, o seguro também pode valer para outros serviços, como extravio de bagagem, assistência jurídica, remarcação de passagem e até mesmo repatriação do copo, em caso de morte.

4. Os custos do seguro viagem internacional

Certamente, o que você vai gastar com o seguro viagem é bastante inferior ao que você gastaria em uma consulta em muitos países.

O custo também será uma parte pequena do orçamento que você vai destinar em uma viagem internacional.

O valor vai depender do destino escolhido, números de dias e de tudo que vai está inculo no seguro ou assistência de viagem.

5. A contratação do seguro viagem

É possível encontrar no mercado diversas empresas especializadas em seguros. Há a possibilidade de fazer o seguro com a companhia aérea que você fechou o pacote de passagens, agências de turismos, instituições bancárias, operadoras de cartão de crédito e etc.

É essencial, contudo, pesquisar a idoneidade do serviço que você vai contratar e suas garantias como consumidor. Pesquise na internet para descobrir mais sobre as reclamações sobre o serviço e ver se elas pelo menos foram atendidas #reclameaqui

6. Qual o melhor seguro para contratar?

Você deve tá se perguntando qual o melhor seguro a se fazer? Isto certamente vai depender da viagem a ser feita e do seu perfil como viajante, já que os seguros não seguem a mesma regra em todos os países de destino.

Há seguros, por exemplo, específicos para pessoas que fazem turismo de aventura, o que inclui esportes radicais… isso é especialmente importante já que a maioria dos seguros padrões não cobre acidentes em ski na montanha por exemplo.

Seguro precisa incluir as atividades que você fará
Seguro precisa incluir as atividades que você fará

Adultos com mais de 70 anos e grávidas também podem ter condições diferenciadas para a contratação do seguro.

Não há uma regra específica para a contratação de seguro, porém, o recomendado é que se adeque ao seu perfil como viajante.

7. Quanto tempo deve durar o seguro de viagem

Por conta de possíveis atrasos e imprevistos não tão raros em companhias aéreas, recomenda-se contratar o seguro por o tempo da viagem e mais dois dias.

Dessa forma, você estará amparado em caso de ter que ficar um tempo a mais no país estrangeiro.

8. O que levar na viagem para comprovar o seguro viagem internacional

É essencial leva o contrato do seguro escolhido. Se não for físico, leve por meio eletrônico.

Vale ressaltar, que há a possibilidade do seguro ser exigido na imigração do país de destino.

Você deve ter consigo também os números do contato  em casos de emergência. Se estiver viajando acompanhado, as outras pessoas também devem ter esses números.

Deixe também os contatos com uma pessoa de sua confiança no Brasil.

Com vimos, o seguro viagem internacional é parte essencial para não se ter problemas durante suas férias ou viagem a trabalho a um país estrangeiro. Siga nossas dicas e desfrute da segurança oferecida pela contratação de um seguro ou assistência de viagem.