Pablo Spyer: bolsas com boas expectativas abrem em alta nesta sexta

Anúncio de um possível remédio contra o coronavirus e expectativas com as medidas de estímulo dos Banco Centrais estimulam alta das bolsas pelo mundo nesta sexta-feira (20/3)

Anúncio de um possível remédio contra o coronavirus e expactativas com as medidas de estímulo dos Banco Centrais estimulam alta das bolsas pelo mundo nesta sexta-feira (20/3)

Bom dia, Brasil! As Bolsas amanhecem melhores com a expectativa de um remédio para a malária, que o Trump falou que está surtindo efeito contra o corona.

E tambem na expectativa de que todos esses estímulos dos Bancos Centrais recuperem a economia não em forma de U, mas em forma de V*.

As bolsas estão subindo. A Europa está disparando 6%, os Estados Unidos sobem 1%. Minha amada Coreia subiu 7% essa noite. O petróleo também está subindo com força. Veja só: agora está mais de US$ 30,00 o barril. O Trumo disse que pode impor algumas sanções à Rússia para resolver logo esse embroglio entre os árabes e os russos.

Hoje é o segundo dia que a China reporta zero casos de contágio por lá.

Aqui o governo brasileiro também anunciou algumas medidas para elevar o caixa das empresas. Vai bancar os primeiros 15 dias de afastamento dos funcionários das empresas.

O mundo e o Brasil aumentam as restrições para conter o corona. Aqui no The Wall Street Journal estamos vendo que a Califórnia colocou em quarentena mais de 40 milhões de pessoas. O Witzel, governador do Rio de Janeiro, acabou com a ponte aérea. As montadoras aqui em São Paulo vão fechar a partir da semana que vem. Lojas e supermercados também estão fechando. Supermercados estão com filas.

Ontem o Banco Central enfrentou mais essa alta do dólar com um leilão co força. E fechou uma parceria com o Federal Reserve para ter liquidez de US$ 60 bilhoes se necessário.

Eu sou Pablo! Bons negócios! Força, touro, força!

Acompanhe a cotação do dólar e das principais moedas mundiais em tempo real!

Pablo Spyer é diretor da Mirae Asset CCTVM e conselheiro da Ancord.

* Recuperação em U ou em V é uma referência à forma do gráfico da aividade econômica durante uma crise. A recuperação em U representa uma recessão prolongada, enquanto a recuperação em V apresenta uma crise mais curta