Quer trabalhar no Japão? Conheça os 5 melhores sites de empregos

O Japão é um dos países mais seguros e modernos do mundo. A inteligência e capacidade de trabalho são uma referência mundial e despertam o interesse de muitos profissionais do mundo inteiro. Com o incentivo a empregos para estrangeiros, a oferta cresceu, exigindo atenção e preparação de quem deseja trabalhar e morar no Japão.

Você sabia que é possível trabalhar no Japão? Inclusive, o país asiático é um dos mais procurados nos últimos tempos para estudar, trabalhar e morar. A modernidade e a tecnologia avançada são motivos de sobra para partir em busca de uma experiência profissional.

O Japão, ao enfrentar uma escassez de mão de obra qualificada, entrou no chamado processo de internacionalização. Antes fechado para a imigração de estrangeiros, decidiu abrir as portas com o envelhecimento acelerado da população.

Com isso, as oportunidades de um estrangeiro conseguir emprego e mudar de vez para o país asiático se ampliaram. Neste post, trazemos informações sobre empregos no Japão e os principais sites com divulgação de vagas. Então, continue a leitura!

Por que escolher o Japão

Os chineses acreditavam que o sol nascia no Japão. Isso porque quando olhavam logo ao amanhecer para o extremo leste, onde se encontra o território japonês, observavam o astro-rei surgindo. Com ele, a denominação terra do sol nascente.

Sabemos que o sol nasce em qualquer lugar, conforme o fuso horário. Entretanto, o termo se manteve como suficiente para criar uma atmosfera nostálgica e contemplativa em torno desse país tão surpreendente.

Os hábitos simples e a educação do japonês são também razões para escolher o Japão. Além disso, há uma modernidade inigualável. Mesmo avançada, não deixa perder a essência de uma nação milenar, com tradições ancoradas no respeito e na gentileza.

Com o passar do tempo, a tecnologia tomou conta de diversos setores no Japão. O país, que mantinha uma cultura isolada e diferente do restante do planeta, abriu-se. Afinal, a inteligência dos jovens japoneses ultrapassaram fronteiras.

Um país que gera empregos

Mesmo conservando o tradicionalismo, o Japão apresentou ao mundo grandes invenções e soluções resultantes da automação. Robôs, luzes que acendem e apagam automaticamente, privadas inteligentes, tudo isso não foi o suficiente para suprir a necessidade de pessoas para operar as máquinas.

Com um volume grande de japoneses idosos, trabalhar no Japão é um sonho que passou de pouco provável a uma possibilidade concreta.

Desde o final de 2018, a legislação passou por uma revisão no modo de admissão de trabalhadores estrangeiros.

Ainda que os empregos estejam disponíveis, o processo não é simples. Afinal, as questões de segurança e manutenção da cultura são condições essenciais para quem deseja se inserir na sociedade nipônica.

O que é preciso fazer para trabalhar no Japão

Há dois tipos de vistos oportunizados pelo Japão a candidatos estrangeiros. Para começar, um estrangeiro que deseja trabalhar no Japão deve ser apadrinhado por uma empresa local. Há um teste de proficiência do idioma e alguns exames a que o candidato deve se submeter para ser considerado apto à vaga.

Nesse primeiro formato, a permanência é limitada a cinco anos, podendo ser renovado. Porém, os familiares não serão admitidos para morar no país. O segundo tipo de visto permite a entrada e a permanência da família, atendendo a critérios específicos.

5 sites de empresa para ir trabalhar no Japão

Para conseguir um emprego no Japão, é fundamental dominar o idioma japonês, sendo um diferencial se souber também falar inglês. Há vagas nas áreas de turismo, programação, idiomas, publicidade, engenharia, design e tecnologia.

Alguns sites e agências fazem a ponte entre o candidato e as ofertas de emprego no Japão. Confira 5 opções para você realizar buscas e conquistar uma boa vaga para trabalhar no Japão.

1. Gaijinpot

Site especializado em empregos para estrangeiros, que disponibiliza diversos vídeos sobre o trabalho, o estudo e a moradia no Japão.

2. JREC-In

O site é recomendado para quem já tem mestrado ou doutorado e deseja atuar em pesquisa ou na área acadêmica.

3. JobsinJapan

Site com abrangência mundial disponível para candidatos que desejam uma experiência profissional no Japão. Mesmo que o candidato não domine tão bem o idioma japonês, existe a possibilidade de conseguir um emprego.

4. Daijob

Para quem tem boa fluência em japonês e também em inglês, esse é um site de empregos não apenas para estrangeiros. Os candidatos competirão em igualdade com os nativos.

5. TGK RH

Agência de turismo e consultoria de viagem estabelecida no Brasil para pessoas interessadas em trabalhar no Japão. É um serviço pago de direcionamento que não garante o emprego.

4 ótimas cidades para viver no Japão

Já que seu intuito é trabalhar no Japão, parte desse processo é também analisar as regiões e cidades do país para escolher um local para alugar ou comprar.

Além da capital Tóquio, cidade mais conhecida, existem outros muitos distritos e regiões que se destacam por segurança, conforto e conveniência. Vamos mostrar para você 4 opções a seguir.

1. Nagoya

Nagoya fica na província de Aichi e é a quarta cidade mais populosa do país. Perto dela, na mesma província, está a cidade de Toyota, cujo nome você já deve reconhecer por conta da marca automobilística.

Sendo assim, Nagoya e as cidades da região são conhecidas pela presença das fábricas, sendo consideradas centros de indústria do transporte no país. Isso significa boas oportunidades de emprego por lá.

Fora isso, Nagoya é uma cidade agradável, com vales, museus e muita história para desfrutar. Além disso, ela fica localizada perto de uma das principais paradas do trem-bala, uma via de rápida conexão para Osaka e Tóquio.

2. Kobe

Kobe é uma cidade cosmopolita e moderna que fica na região Kansai.

Localizada perto de Kyoto e Osaka, é uma opção interessante para quem gosta do dinamismo das grandes cidades. Porém, não tem a intensa movimentação e o alvoroço de municípios mais movimentados.

Um ponto interessante é que Kobe foi um dos primeiros e principais portos no Japão, pois fica entre a montanha e o mar. Por conta disso, é uma das cidades que mais recebeu influências de outros países quando o Japão se abriu para o mundo no século XIX.

Logo, você vai encontrar bairros internacionais, como o chinês, e construções que lembram um estilo mais ocidental.

3. Nara

Diferentemente de Kobe, Nara é uma cidade que preserva a cultura e o estilo tradicional japonês, também na região Kansai. É uma opção para quem gosta de viver perto da natureza e procura por uma cidade menor e mais pacata.

Por ficar perto de Osaka e Kyoto, é muito procurada por pessoas que trabalham nessas cidades, mas que buscam paz e tranquilidade.

Nara foi capital do país no século VIII, portanto, é repleta de história. É uma região conhecida pelos sítios culturais, diversos templos e santuários, além da arquitetura tradicional japonesa preservada e a beleza natural.

4. Yokohama

Por fim, Yokohama é a segunda maior cidade do Japão, depois de Tóquio. Fica a apenas 30 minutos de trem da capital e, por isso, é escolhida por diversas famílias japonesas.

Isso acontece porque ela oferece um ritmo de vida mais calmo, vários espaços abertos de lazer e, sobretudo, um custo de vida menor.

Os prédios são mais espaçados, as ruas mais amplas e o mar oferece um frescor que transmite uma sensação de tranquilidade. A cidade conta também com diversos parques, como o Jardim Sankei-en.

Assim como Kobe, Yokohama, que fica ao sul, abriga um dos primeiros portos do Japão. Por isso, ela também tem sua Chinatown (uma das maiores do mundo) e milhares de lojas e construções com referências internacionais.

Trabalhar no Japão pode ser a realização de um sonho, mas requer planejamento e preparação. Somente dominar a língua não é o suficiente para garantir uma vaga de emprego. Nos sites, as vagas estão detalhadas e de acordo com a formação e profissão.

Gostou deste post? Estuda a possibilidade de trabalhar na terra do sol nascente? Então, que tal conhecer outras alternativas de melhores cidades para morar no Japão? Isso pode ajudar na aplicação para as vagas de emprego!

Resumindo

Quem pode trabalhar no Japão?

Qualquer pessoa que tenha a documentação necessária. O Japão é um país aberto, com diversas oportunidades de trabalho.

Quanto ganha um brasileiro que trabalha no Japão?

O valor varia entre ¥ 600 e ¥ 1.500 por hora — o que equivale a R$ 23,12 e R$ 57,79  em junho de 2022.

Como levar dinheiro para o Japão depois de aprovado em uma vaga de emprego?

Mesmo que você consiga um emprego no Japão, vai precisar de uma reserva de dinheiro para se estabelecer nos primeiros meses. O iene é uma moeda barata em relação ao real, o que ajuda a custear as despesas de forma equilibrada.

A melhor forma de enviar dinheiro é transferindo de forma online. Basta abrir uma conta internacional e programar as remessas conforme a necessidade. O período de adaptação e experiência em um novo cenário corporativo será até mais fácil com essa segurança.

Rodrigo Valinor

Especialista em conteúdo, revisor, copywriter e ex-coordenador de marketing digital com foco em conteúdo, responsável pela comunicação de grandes players do mercado financeiro. Atualmente, analista de conteúdo sênior pela Remessa Online.

Artigos recentes

  • Artigos

Qual o valor do INCC em 2022? Confira a tabela completa

Entenda qual o valor do INCC em 2022, qual a importância desse índice, como ele…

28 minutos ago
  • Artigos

Como fazer uma capa para o canal do YouTube?

O YouTube é uma das principais plataformas para criadores de conteúdo. Mas, entre 1,9 bilhão…

29 minutos ago
  • Artigos

Rendimento CDB 2022: quanto rende hoje e qual o melhor CDB?

Entenda qual é o rendimento do CDB em 2022 e descubra também qual a opção…

1 hora ago
  • Pessoa Física

Sistema de saúde na Inglaterra: veja como funciona o NHS

Saber como funciona o sistema de saúde na Inglaterra é fundamental para quem deseja se…

3 horas ago
  • Para Empresas

O que é Marketing 4.0, porque é importante e como aplicar

O Marketing 4.0 é uma abordagem de marketing que combina a interação online e offline…

3 horas ago
  • Para Empresas

O que é Google Meet: descubra como funciona e como usar

Leia este artigo e saiba tudo que precisa sobre o Google Meet: uma das maiores…

19 horas ago

Simule suas transferências internacionais com as melhores taxas e prazos!

Simule como PJ
Simule como PF