Pablo Spyer: Bolsa opera em alta apesar da notícia de sobretaxa americana

A bolsa brasileira opera acima dos 109 mil pontos com resultados positivos de diversas empresas. A grande expectativa do dia é pela divulgação do PIB trimestral brasileiro.

Bom dia Brasil!

Não chove e nem faz frio aqui na região da Faria Lima.

Dados da indústria chinesa ontem foram mais do que o suficiente para compensar a má notícia de que os Estados Unidos está querendo sobretaxar o aço brasileiro. Isso inclusive é notícia de capa do The Wall Street Journal.

Depois de ameaçar os brasileiros e os argentinos, os americanos estão dizendo que querem sobretaxar em 100%, 2,4 bilhões de produtos franceses. A bolsa francesa está reagindo até que tranquilo, está caindo 0,1%, não é nada.

A bolsa americana também está num movimento de zero a zero ali, mas também está se recuperando um pouco e respirando da queda forte que teve ontem. Ontem a volatilidade voltou.

O Brasil ficou descorrelacionado, [a bolsa] bateu quase 109.300. Quem quase voltou? O tourinho de ouro. Volta que nós estamos com saudade tourinho, cadê você?

Quais foram as ações que mais subiram ontem? Quem puxou o índice com força foram Vale e Itau Unibanco que puxaram o índice em 400 pontos. Mas note que B2W, de varejo, subiu quase 4,5%. Via Varejo subiu mais de 4%. Lojas Renner também estava aqui em cima nas ações que puxaram o índice.

E por que eu digo isso? Porque hoje vai sair… qual é a notícia mais importante do dia no Brasil? O PIB. Olha a agenda aqui pequenininha: não tem nada. Vai sair o PIB e a expectativa é que venha 0,4%. Se vier um resultado acima de 0,4% vai consolidar as expectativas de todos nós de que o Brasil cresce a um ritmo mais forte do que o esperado puxado pelo consumo e isso é muito positivo.

Bom meus amigos, eu sou o Pablo, bons negócios!

Vai tourinho!

Pablo Spyer é diretor da Mirae Asset CCTVM e conselheiro da Ancord.