Declaração de Imposto de Renda 2021: como declarar transferências internacionais

por Fabiana Lima
3 minutos de leitura
declarar transferências internacionais

Desde o início de março, os contribuintes já podem começar a entregar sua declaração de Imposto de Renda 2021. Oficialmente, o prazo para a entrega vai até 30 de abril.

E quem investe no exterior, precisa declarar transferências internacionais e deve ter alguns cuidados além do padrão. Se você começou a fazer transferências internacionais em 2020 e ainda não sabe como informar isso na sua declaração de Imposto de Renda 2021, continue a leitura deste artigo.

Vamos explicar como você deve fazer a sua declaração. Confira!

Como declarar transferências internacionais no Imposto de Renda 2021?

Você pode declarar transferências internacionais no Imposto de Renda 2021 de algumas formas. Isso porque elas estão atreladas à natureza da remessa, ou seja, o que causou a operação. Para entender melhor sobre isso, destacamos os principais 

  • • Disponibilidade: quando o valor é enviado entre contas de mesma titularidade;
  • • Manutenção de Residente: a transferência é feita entre contas de titularidades diferentes;
  • • Investimento no Exterior: transferência para conta em corretora internacional, de mesma titularidade;
  • • Pagamentos diversos: transferências para pessoas jurídicas no exterior (serviços, importações etc.)
  • • Doações.

Declarar transferências internacionais é importante para evitar que o contribuinte caia na malha fina. Por meio da análise cruzada de informações financeiras do contribuinte, a Receita Federal consegue identificar se os valores somados ultrapassam o teto exigido para declarar.

Por esse motivo, todas as transferências internacionais, sejam de envio ou recebimento de valores do exterior, que ultrapassem USD 3,000 – ou valor equivalente em moeda estrangeira – devem ser declaradas. 

Tenha toda documentação em mãos

Na hora de declarar transferências internacionais, tenha todos os contratos de operações de câmbio que foram feitos. Se você tem uma conta em uma corretora internacional, consegue encontrar esses documentos em seu painel de cliente ou solicitar junto ao atendimento da empresa. 

Faça o processo com um corretor de sua confiança

Se você nunca fez uma declaração de imposto de renda informando suas transferências para o exterior, recomendamos que procure um profissional especializado. Todas as informações sobre a sua conta internacional devem ser informadas na ficha de Bens e Direitos – Depósito Bancário em Conta Corrente no Exterior. O saldo deve ser convertido para reais, utilize a PTAX do dia 31 de dezembro do ano base. Nesse caso, 2021.

Declaração de Capitais Brasileiros no Exterior (CBE)

Essa declaração é necessária para quem tem conta corrente no exterior com valor igual ou superior a USD 100,000.00 ou moeda estrangeira equivalente. O contador pode orientar melhor sobre esse processo, porque deve ser feito e os custos. No site da Receita Federal também é possível obter informações sobre o CBE.

Comece a procurar um corretor e faça a sua declaração de Imposto de Renda 2021 o quanto antes. Assim, você evita erros e cair na malha fina por algum descuido. O prazo final de entrega sempre costuma sobrecarregar os sistemas da Receita Federal. Por esse motivo, adiante-se. 

Quer mais conteúdos sobre esse tipo de assunto? Continue acompanhando o blog da Remessa Online.

Assuntos relacionados