Dólar abriu esta segunda-feira cotado a R$ 5,5123; o Euro, a R$ 6,5264

Em meio às declarações e intervenção do presidente Jair Bolsonaro, a tendência é de desvalorização do Real. Confira!

O dólar comercial fechou a sexta-feira (19), a R$ 5,3823, após ter começado o dia cotado a R$ 5,4267, uma variação intradiária de -0,82%. O Euro fechou o pregão a R$ 6,5217, e apresentou variação de -0,62% após ter iniciado o dia em R$ 6,5621.

A moeda americana iniciou esta segunda-feira (22) cotada a R$ 5,5123 e o Euro abriu o dia cotado a R$ 6,5264. 

Agenda de hoje

No exterior, serão conhecidos o resultado da pesquisa de sentimento econômico alemão no mês de fevereiro e a decisão de política monetária do Peru.

No Brasil a FGV divulgará a sondagem preliminar da indústria no mês de fevereiro, o Banco Central divulgará o Boletim Focus e o Ministério da Economia divulgará o resultado semanal da balança comercial.

Perspectiva para o dia

Real x Dólar

Em dia de agenda bastante esvaziada, pesará sobre a cotação do dólar a ingerência do presidente brasileiro na condução dos negócios da Petrobras.

O chefe do poder executivo nacional retirou do cargo de presidente o executivo Roberto Castello Branco e nomeou para o seu lugar o general Joaquim Silva e Luna.

Além da ingerência sobre a Petrobras, o presidente brasileiro disse que tem a intenção de interferir nos setores de energia elétrica e bancário.

A tendência diária é de forte desvalorização do real acompanhado por intensa volatilidade do mercado acionário.

Real x Euro

Sem indicadores de maior relevância, a moeda europeia deve apresentar importante valorização em relação ao real em função do aumento do balanço de riscos no Brasil, afinal, o comportamento do presidente brasileiro abre um importante precedente neste governo, que ao que parece guinou de forma sensível para o intervencionismo do mercado.