Dólar abriu esta sexta-feira cotado a R$ 5,4108; o Euro, a R$ 6,6379

por Remessa Online
3 minutos de leitura

O dólar comercial estadunidense fechou o pregão desta quinta-feira (7), a R$ 5,4101, após uma abertura na casa dos R$ 5,3169, uma variação intradiária de -1,81%. O Euro fechou o pregão a R$ 6,6382, variação de 1,36% após ter iniciado o pregão em R$ 6,5508.

A moeda estadunidense iniciou esta sexta-feira (8) cotada a R$ 5,4108 e o Euro abriu o dia cotado a R$ 6,6379. 

Agenda de hoje

No exterior, a agenda de indicadores econômicos desta sexta-feira (8), produção industrial da Alemanha e taxa de desemprego da Zona do Euro, ambos referentes ao mês de novembro. Mas o protagonista do dia é o payroll referente ao mês de dezembro, ou seja, a folha de pagamentos estadunidense, equivalente ao Caged aqui no Brasil, que nos dá a dimensão do número de pessoas desempregadas em todo o país.

A agenda brasileira, por sua vez, conta com IGP-DI da FGV referente ao mês de dezembro, a produção industrial apurada pelo IBGE referente ao mês de novembro e os dados de produção e vendas de veículos da Anfavea referentes ao mês de dezembro, que não foram divulgados na quinta-feira (7).

Perspectiva para o dia

Real x Dólar

No final da tarde de quinta-feira (7) ecoou pelo mundo o pedido de uma associação de empresários para retirar o atual presidente Donald Trump do cargo para evitar maiores problemas que possam desestabilizar o país, uma vez que Trump incitou a invasão ao Capitólio. Para se concretizar, o procedimento deve contar com o pedido do vice-presidente e da maioria dos ministros.

Nesse cenário, podemos esperar mais um dia de volatilidade e leve depreciação do real frente ao dólar.

Real x Euro

E a Comissão da União Europeia, liderada este semestre por Portugal, tentará concluir o acordo comercial com o Mercosul. O acordo, que foi anunciado em junho de 2019 após anos de negociações, ainda deve ser votado por todos os países envolvidos – uma vez que envolve dois blocos. Contudo, por conta dos problemas ambientais brasileiros, o acordo passa por grande resistência do continente europeu.

Isso posto, a tendência do real para o dia permanece de depreciação em relação ao euro.

Assuntos relacionados