Dólar hoje abre acima de R$ 4,20 em dia sem indicadores

dólar hoje abre acima de R$ 4,20 em dia sem indicadores

Em dia sem divulgação de indicadores econômicos, dólar hoje abre acima de R$ 4,20 influenciado pelo cenário político nacional e regional.

O Dólar americano fechou a segunda-feira cotado a R$ 4,2179 após ter começado o dia cotado a R$ 4,1738. O Euro fechou o dia cotado a R$ 4,6701 após ter iniciado o dia cotado a 4,6383. A moeda americana abriu esta terça-feira cotada a R$ 4,2058 enquanto o Euro abriu o dia sem variação em relação ao fechamento do dia anterior.

Agenda de hoje

Em novo dia de calmaria no que diz respeito a divulgação de indicadores econômicos, no cenário doméstico as atenções estarão voltadas para os desdobramentos políticos.

No exterior, além das questões que envolvem a guerra comercial, o mercado estará atento às movimentações na América Latina e no comportamento das demais economias emergentes em função de uma possível contaminação vinda da América do Sul.

Perspectivas para o dia

Real x Dólar

A maior cotação nominal desde a implantação do Real é bastante emblemática. No entanto, ela esconde algumas questões importantes. A primeira delas está baseada na cotação real da moeda brasileira: se nominalmente o Dólar bateu o recorde em um fechamento, em termos reais, para que se alcance o patamar atingido em 2002 seria necessário que o câmbio atingisse patamares superiores a R$ 10,00.

Outro ponto importante é que, apesar de carregar elementos especulativos transitórios, o Real pode perder ainda mais força de forma mais prolongada. Ocorre que, apesar de avanços em aprovação e apresentação de reformas, há fatores que influenciam positivamente a moeda nacional que não podemos esquecer: i) a taxa básica de juros é a menor da história e deve continuar caindo; ii) risco grande de contágio em relação às manifestações vistas na América do Sul.

Se não podemos/devemos comparar Brasil com outros países sul-americanos, também não podemos imaginar que o Brasil esteja imune aos efeitos de tamanha instabilidade política e econômica dos nossos vizinhos. Neste sentido, uma situação doméstica é relativamente melhor e mais calma, mas o ambiente externo pode jogar contra o Real nesta terça-feira novamente.

Real x Euro

Conforme falamos na abertura deste artigo, a agenda econômica está bastante esvaziada e, portanto, o Euro deve seguir a mesma tendência do Dólar em relação ao Real.

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.