Dólar: semana de queda na cotação

tendências para o dólar

Com a aprovação da reforma da previdência é a trégua internacional, a cotação do dólar caiu fortemente esta semana

O Dólar comercial começou a semana cotado a R$ 4,1114. Ao longo da semana, o Real passou por forte movimento de apreciação, bastante marcado pelo avanço da reforma da previdência, mas, igualmente importante, por alguns eventos externos, como o avanço do inquérito que apura irregularidades do presidente Donald Trump. 

Os demais elementos deram uma trégua relevante nesta semana, como foi o caso do conflito comercial entre China e Estados Unidos.

Após as duas potências finalmente estarem se acertando e colocando todo esse conflito em rota de resolução, o acordo ficou em um grande stand by até o fórum da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec) em novembro, no Chile.

Ponto importante também para a apreciação do Real foi o avanço no megaleilão de petróleo do pré-sal. As expectativas são de uma entrada monumental de recursos estrangeiros no Brasil

Nesse contexto, o Dólar saiu de R$ 4,1114 na segunda-feira e abriu o pregão de sexta-feira (25) negociada na casa dos R$ 4,0258. O Real acumula, portanto, uma apreciação de aproximadamente 2,1%. 

Veja também a análise do Euro e da Libra Esterlina na semana

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.