Incerteza com nível de reservas influencia câmbio

por André Galhardo
3 minutos de leitura
Incertezas com a venda de 10% das reservas no começo deste ano afetam o câmbio

Nesta segunda-feira (13/1) o câmbio está sob influência das pressões vindas do Oriente Médio e das incertezas abertas com a venda de 10% das reservas cambiais no começo deste ano.

O Dólar americano fechou a última sexta-feira cotado a R$ 4,0963, após ter começado o dia em R$ 4,0938. O Euro fechou o dia em R$ 4,5559, após ter iniciado o pregão em  R$ 4,5454. A moeda americana abriu esta segunda-feira cotada a R$ 4,0963 e o Euro abriu o dia cotado a R$ 4,5097.

Agenda de hoje

Nesta segunda-feira as agendas externa e doméstica encontram-se esvaziadas, salvo pela divulgação de uma série de dados do Reino Unido e do índice de preços semanal da Fundação Getúlio Vargas aqui no Brasil, o restante dos indicadores são de menor relevância. Nesta segunda-feira a China divulgará dados da balança comercial referente ao mês de dezembro, mas a divulgação será realizada após o fechamento do pregão no Brasil.

Perspectivas para o dia

Real x Dólar

A taxa de câmbio no Brasil tem se comportado de maneira errática e a projeção da cotação se tornou um exercício bastante complicado. Concorrendo com as pressões vindas do conflito no Oriente Médio estão as indagações acerca do volume de reservas estrangeiras no Brasil. A discussão veio à tona após o Banco Central vender cerca de 10% das reservas totais em poucas semanas. Nesta segunda-feira as forças pela desvalorização serão maiores que pela valorização da moeda brasileira 

Real x Euro

Sem eventos de maior relevância, a moeda da Zona do Euro deve apresentar comportamento análogo ao comportamento do dólar em relação à moeda brasileira nesta segunda-feira 

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.

Assuntos relacionados