Juros em baixa, e agora?

juros em baixa no Brasil e nos Estados Unidos, e agora?

Juros estão em baixa no Brasil e nos Estados Unidos, com os cortes realizados pelo Banco Central e FED nesta quarta-feira. O câmbio tende a permanecer em queda neste cenário.

Após ter aberto o dia 30 cotado a R$ 3,9992 o Dólar comercial fechou o dia cotado a R$ 3,9878. O Euro, que iniciou o dia cotado a R$ 4,4427, apresentou leva apreciação frente à moeda brasileira e fechou o dia cotado a R$ 4,4474. Seguindo a mesma trajetória, o Euro abriu o dia cotado a R$ 4,4480 enquanto que o Dólar americano iniciou o pregão a R$ 3,9922.

Agenda de hoje

Desemprego medido pelo IBGE e resultado fiscal do governo central e do governo consolidado são os dados mais aguardados pelo mercado nesta quinta-feira. Em âmbito externo o mercado ficará de olho no PIB da Zona do Euro e no comunicado emitido pelo Banco do Japão após deliberação da taxa básica de juros.

Perspectivas para o dia

Real x Dólar

O Real deve manter o ritmo de valorização frente ao Dólar nesta quinta-feira. Esse movimento é esperado em função dos cortes das taxas de juros do Brasil e Estados Unidos e, principalmente, pela expectativa de aprovação de reformas relevantes no ambiente doméstico brasileiro.

Real x Euro

A despeito da melhora na relação com o Dólar, o Euro tem agido de forma distinta e a explicação para isso vem dos desdobramentos do Brexit, que a cada dia tem uma nova surpresa. A última diz respeito às eleições antecipadas para dezembro próximo, em função disso o Real até pode encontrar alguma valorização, mas o movimento certamente será mitigado por conta do clima de incerteza que tomou a União Europeia e, consequentemente, a Zona do Euro.

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.