Conheça as 10 moedas mais valorizadas do mundo

Saber quais são as moedas mais valorizadas do mundo não é apenas uma simples curiosidade, mas um conhecimento que pode ser levado para suas decisões estratégicas na hora de enviar ou receber quantias do exterior.

Aprenda sobre as moedas mais valorizadas do mundo e suas influências em nosso cotidiano. Acesse este conteúdo e saiba tudo sobre.

Para isso, é importante entender quais são os fatores que interferem na cotação de uma moeda. Estamos falando da variação cambial que é afetada por uma série de elementos, como a liquidez (muito dinheiro disponível no mercado internacional), balança comercial, economia, risco-país e até o preço das commodities.

Não imaginava que o preço internacional da soja, petróleo ou políticas exteriores poderiam afetar sua vida, não é mesmo? Pois então, é hora de aprender sobre as moedas mais valorizadas e suas influências no seu cotidiano. Leia mais no post.

1. Dinar do Kuwait

A moeda mais cara do mundo vale três vezes mais do que o dólar americano. A Dinar do Kuwait, conhecida pela sigla KWD, tem uma cotação média de USD 3,25.

Mas, porque uma moeda tão pouco utilizada, para não dizer, desconhecida, bate todas as outras quando o quesito é seu valor no mercado? A resposta é simples: petróleo.

O Kuwait é um país exportador de petróleo que negocia grandes montantes da commodity em dólar. Assim, muitas moedas americanas entram no seu mercado e precisam ser convertidas pelo Dinar, que não é tão impresso como os dólares americanos.

Aqui vemos, portanto, uma pressão pela demanda e oferta de dólares frente ao Dinar do Kuwait, o que acaba favorecendo seu valor em relação as demais moedas.

2. Dinar do Bahrein

Assim como a moeda campeã da nossa lista, a Dinar do Bahrein também é muito valorizada pelo volume de negociação de petróleo realizado no seu país emissor. Ele é um Estado-ilha, e, como já dá para supor, não tem a necessidade de um grande volume de emissão de notas para o uso da economia local.

O resultado também é uma valorização da moeda frente ao dólar, que nas cotações pode ser identificada com o código BHD. Mas, ter uma moeda que vale, aproximadamente 2,66 USD também tem suas desvantagens, afinal de contas, essa particularidade econômica dificulta exportações e importações de outros produtos.

3. Rial de Omã

A cotação em 2020 do Rial de Omã, é de 2,69 USD, o que faz dela a terceira moeda mais valorizada no mercado financeiro. Seu código é OMR.

O país, que faz parte da Península Arábica, tem uma economia bem desenvolvida e, a força de sua moeda e relação com o dólar americano são tão relevantes que o país precisou emitir cédulas de 1/4 e 1/2 Rial, isso mesmo, “meio Rial”, para facilitar as transações comerciais.

4. Dinar da Jordânia

O Dinar jordaniano, ou, JOD, tem uma cotação média de 1,41 USD, que é quase R$ 8,00 para os brasileiros.

O país tem limitações econômicas e estratégicas no cenário internacional, mas, ainda assim, consegue se manter a bastante tempo entre as cinco moedas mais valorizadas do mundo.

5. Libra Esterlina

Finalmente chegamos a uma moeda mais conhecida por todos, a Libra Esterlina, ou, GBP, que é emitido pelo Banco da Inglaterra. O país também possui colônias que integram a Comunidade das Nações conhecida como Commonwealth, ou seja, cada uma delas possui seu chefe de Estado mas, simbolicamente, a Rainha Elizabeth compartilha as responsabilidades da gestão.

É interessante saber que cada colônia emite sua Libra, que vai ter características físicas diferentes. Porém, para o mercado, a cotação de todas elas é 1 para 1 GBP. Isso, porém, não significa que o viajante possa usá-las de forma livre entre estes destinos, ok?

6. Dólar das Ilhas Cayman

O dólar das Ilhas Cayman, identificado nas cotações mundiais como KYD vale quase R$ 7,00 e, portanto, aproximadamente 1,22 USD.

Sua valorização está associada a atratividade das Ilhas Cayman para investidores, bancos, companhias de seguros e fundos de investimentos já que é um dos paraísos fiscais mais conhecidos no mundo.

7. Euro

Quem viaja ou faz negócios na Europa já está acostumado com a cotação do EUR e também sabe que ela é um pouco maior do que o dólar também, equivalente a 1,10 USD conforme consultas realizadas em 2020.

Além de ser a moeda oficial da União Européia, ela também detém a segunda maior reserva cambial do mundo, o que faz do Euro uma das moedas mais valorizadas nos últimos tempos.

8. Franco Suíço

O Franco Suíço é representado pelo código CHF e é a moeda oficial da Suíça, um dos países mais ricos do mundo com desenvolvimento econômico invejável. Sua cotação é de, aproximadamente, 1,03 USD e, curiosamente, suas cédulas têm orientação vertical.

Além de suas belezas naturais que atraem milhões de turistas, o país também é um imã para negócios e empresas de desenvolvimento tecnológico. Ou seja, uma economia forte que é capaz de colocar a sua, dentre as moedas mais valorizadas do mundo. 

9. Dólar americano

Finalmente, chegamos ao dólar ou USD, que é o código que acompanhamos nas cotações, negociações e comparações. O dólar americano é a principal referência monetária para o mundo dos negócios e turismo.

Governos usam o dólar para equilibrar suas balanças de importação e exportação, investidores compram USD para diversificarem seus investimentos, dentre outras aplicações que ajudam no fortalecimento mundial do dólar americano.

Para constar, o dólar americano possui a maior Reserva Cambial do mundo, o que torna sua moeda “aceitável” em qualquer lugar do mundo. Em alguns países, mesmo com a existência da moeda local, muitos estabelecimentos e profissionais oferecem a opção de pagamento em dólar.

Até mesmo nessa lista das maiores moedas mais valorizadas do mundo, usamos o dólar americano como referência para comparações, você percebeu? Aliás, depois do USD, as moedas apresentadas terão cotações iguais ou inferiores a ele, como veremos a seguir.

10. Dólar do Canadá

O dólar canadense, ou CAD, completa o ranking das moedas mais valorizadas do mundo em 2020, valendo 0,72 USD aproximadamente.

O país detém a quinta maior Reserva Cambial do mundo e, para os íntimos, sua moeda também é chamada de loonie em homenagem ao pássaro que é representado na cédula de um dólar canadense.

O Canadá também é um dos destinos turísticos muito importante para os brasileiros, que escolhem suas cidades para lazer, negócios e desenvolvimento profissional, por exemplo. Então, é uma cotação que está sempre no radar, não é mesmo?

Essa lista pode mudar conforme as mudanças econômicas locais e internacionais, mas na maioria das vezes, essas moedas só trocam de posições nesse ranking e permanecem entre as mais valorizadas. Até mesmo com a chegada das criptomoedas, esse cenário não alterou substancialmente.

Aliás, por falar em criptomoedas, porque nenhuma delas está nessa lista? Vejamos a seguir.

As criptomoedas deveriam fazer parte dessa lista?

Como todas as demais moedas mais valorizadas do mundo, a criptomoeda é uma opção de investimento, mas, também, um recurso para a realização de transações comerciais, ou seja, é possível comprar um bem ou contratar um serviço usando essa modalidade de pagamento.

Porém, as semelhanças param por aí. As criptomoedas, diferentemente das moedas tradicionais, não são emitidas por um país e, portanto, não podem ser comparadas dentro dos mesmos critérios de valorização. Mas, de fato, suas cotações são altas.

Desde a criação das criptomoedas, seu valor cresceu exponencialmente, mas também, fez fortalecer seu potencial especulativo já que houveram bolhas na sua cotação recentemente, bem como o temor de novas rupturas que afetam seus valores e oferta no mercado.

Os investidores que compram os Bitcoins e outras opções semelhantes reconhecem que esse é um investimento bem arrojado e de alto valor, já que o valor delas é alto. Porém, mais uma vez, não tem uma base para comparação com as moedas tradicionais mais valorizadas do mundo.

Então, como levar esse conhecimento para suas negociações em moeda estrangeira?

O que você faz com esse conhecimento agora? Afinal de contas, se precisar negociar ou estiver planejando uma viagem a lazer para algum destino, sabe que vai precisar fazer transações com a moeda local de todo jeito, certo?

A resposta é simples. Você pode acompanhar o movimento das cotações analisando as notícias comerciais do local, e também buscar soluções que vão otimizar e trazer benefícios na hora de comprar ou enviar dinheiro para fora do país.

A Remessa Online, por exemplo, é uma plataforma de transferências internacionais simples de ser utilizada e muito mais econômica do que outras ferramentas utilizadas para o mesmo propósito.

Então, se você chegou até esse conteúdo sobre as moedas mais valorizadas do mundo pesquisando sobre como se organizar para enviar e receber valores internacionais ou, para usar essa possibilidade na diversificação de seus investimentos, já sabe que pode reduzir seus custos da operação de compra e venda usando o Remessa Online.

Agora, então, é hora de concentrar na sua estratégia financeira e temos um conteúdo que pode ajudar nesse sentido. Leia agora mesmo 6 dicas sobre como investir em dólar e outras moedas.

Resumindo

Quais fatores afetam a valorização da moeda?

Quantidade de moeda disponível no mercado, balança comercial, economia, commodities que o país emissor negocia, etc.

O dólar americano é a moeda mais valorizada do mundo?

Apesar de ser referência para cotação de outras moedas e seu país ter a maior Reserva Cambial do mundo, o dólar americano é a nona moeda mais valorizada. A primeira é a Dinar do Kuwait.

Por que as criptomoedas não entram na lista das moedas mais valorizadas?

As criptomoedas não são emitidas por um país específico, portanto, não sofrem as mesmas influências positivas e negativas em sua cotação. Comparar situações tão distintas invalida o resultado, não é mesmo?