6 dicas para investir em moedas estrangeiras

Dicas para investir em moedas estrangeiras

Moedas estrangeiras podem ser uma forma muito atrativa de investimento, já que oferecem bom potencial de rentabilidade e de segurança para o capital.

Especialmente em momentos de alta inflação, é comum que as pessoas com dinheiro estagnado protejam seu patrimônio comprando moedas de outros países para evitar que os seus recursos desvalorizem.

No entanto, esse tipo de investimento pode ser muito interessante em diferentes momentos, principalmente porque existem várias formas de investir o seu dinheiro em moedas estrangeiras. Por outro lado, este tipo de investimento também envolve riscos, já que você pode ter prejuízo se a cotação da moeda cair.

Ficou interessado? Aqui, você vai conhecer as opções existentes para esse tipo de investimento e entender um pouco sobre o funcionamento do mercado para escolher a melhor alternativa para os seus negócios. Boa leitura!

1. Busque moedas estrangeiras com força de mercado

Para garantir mais segurança e rentabilidade aos seus investimentos em moedas estrangeiras, uma das dicas mais importantes é escolher moedas fortes.

Investindo em moedas estáveis no cenário mundial, você protege o seu dinheiro da desvalorização pela inflação e pela queda da moeda no mercado. Além disso, quanto mais a moeda valorizar, mais o seu investimento vai ser capaz de render.

Dessa forma, as moedas estrangeiras mais indicadas para investimento são o dólar e o euro, que são bastante valorizadas e têm facilidade de se manter em alta.

2. Pense além do papel moeda

Investir em moedas estrangeiras atualmente é muito mais do que aquele velho hábito dos nossos avós, que trocavam dinheiro nas casas de câmbio e guardavam no cofre ou embaixo do colchão para proteger o seu dinheiro da inflação.

A tecnologia permite a realização de investimentos muito mais rentáveis e seguros, por meio da compra de moedas digitais em vez de físicas. Você pode realizar o câmbio em plataformas online e guardar o dinheiro em contas internacionais, ou até mesmo aplicar em ativos do exterior.

3. Fique por dentro dos fundos de investimento

Existem dois principais fundos que são praticados: o fundo cambial e o fundo multimercado.

O fundo cambial é uma modalidade que aplica pelo menos 80% do valor da carteira em ativos de moedas americanas ou europeias. Os ativos podem ser de diversos níveis de risco de crédito diferentes, dependendo do fundo em questão, enquanto a quantia restante é aplicada em títulos de renda fixa.

Os fundos multimercado, por sua vez, não investem exclusivamente em moedas estrangeiras. Essa é uma modalidade flexível, que aplica em diversas categorias de ativos diferentes. Assim, se o momento for propício para investimento em moedas estrangeiras, elas estarão entre as aplicações da carteira do fundo.

investir em moedas estrangeiras
Fundos cambiais são uma estratégia possível para investir em moedas estrangeiras

4. Conheça os derivativos

No derivativo, você investe em moedas estrangeiras de forma um pouco mais indireta. A rentabilidade do negócio é definida pelo valor de um ativo — nesse caso, a moeda estrangeira — enquanto o investimento em si é em outro objeto, como um contrato ou título.

Por esse motivo, chamamos este tipo de aplicação de derivativo: o seu valor deriva do ativo em questão.

5. Se está atrás de uma renda fixa, analise os Bonds

Os Bonds são os títulos de renda fixa estrangeiros mais conhecidos. Eles podem ser emitidos tanto por países (treasury bonds) quanto por empresas ou instituições (corporate bonds).

Eles funcionam de forma bem similar aos investimentos de renda fixa no Brasil: você passa a ser credor de um título e, após um prazo, recebe de volta a quantia com o acréscimo de juros. A diferença é que, neste caso, todo o processo ocorre com moedas estrangeiras.

6. Faça os seus investimentos com a ajuda certa

Mais do que encontrar a modalidade de investimento mais conveniente para os seus negócios, utilizar a ajuda de ferramentas e empresas que oferecem as melhores condições é essencial para aumentar a sua rentabilidade ao investir em moedas estrangeiras.

A diferença nas taxas cobradas para manutenção e câmbio, por exemplo, podem variar significativamente e têm grande impacto nos custos envolvidos com o investimento e na sua capacidade de lucro. Por isso, pesquise os serviços que proporcionam maior segurança e menores custos para o seu investimento.

Neste artigo você aprendeu um pouco mais sobre como investir em moedas estrangeiras. E, caso você esteja em busca de uma empresa de confiança para fazer as transações financeiras necessárias, precisa conhecer a Remessa Online.

Somos uma empresa especializada em transações financeiras internacionais, sendo referência para realizar transferências, pagamentos e investimentos em moedas estrangeiras. Nossos serviços online têm as melhores taxas do mercado, são uma forma rápida e econômica de investir internacionalmente.

Acesse o nosso site e descubra como você pode investir no exterior de forma segura e descomplicada.

Resumindo

Como investir em câmbio?

Existem várias formas de investir em câmbios, as principais são fundos cambiais, mini contratos e investimento em ações no exterior

O que é investimento em câmbio?

É investir em ativos vinculados a moedas estrangeiras, o que permite explorar oportunidades de ganho tanto na variação do ativo quanto na da cotação da moeda. Este tipo de investimento envolve também o risco de perder valor caso a moeda estrangeira se desvalorize.