Entenda o conceito de comércio bilateral

O comércio bilateral tem papel relevante nas relações comerciais entre diferentes países, então traz impactos para a economia e para as empresas. Aprenda mais neste post!

Projeções para o câmbio em 2021

As relações comerciais entre diferentes países são recorrentes, mas existem maneiras de incentivar e facilitar essas transações. É nesse cenário que o comércio bilateral se torna importante. Você já conhece esse conceito?

Ele gera diversas dúvidas, tanto sobre o seu funcionamento quanto a respeito de sua relevância econômica. Por isso mesmo, preparamos este conteúdo para responder as principais questões sobre o assunto. Acompanhe!

O que é comércio bilateral?

Comércio bilateral significa um acordo de troca entre duas partes. Contudo, o termo é utilizado para abordar as transações comerciais entre duas nações, sendo estruturado por meio de um acordo entre elas.

Ou seja, esse é um dos fatores que podem ser alvo dos acordos bilaterais entre países, que também podem abordar temas como exigências para a entrada de cidadãos (visto) e outras questões de interesse mútuo. 

Especificamente sobre o comércio bilateral, ele traz benefícios para a economia, aumentando o acesso a produtos e garantindo mais oportunidades de vendas para as empresas nacionais. É isso que configura a relação de troca nesses acordos. 

Como funciona o comércio bilateral?

O acordo de comércio bilateral é criado entre dois países, que poderão negociar os termos. Não existe um modelo padrão aplicado a qualquer situação, trazendo liberdade para que as nações encontrem as melhores soluções. 

As negociações que envolvem importação e exportação contam com diversas restrições e trâmites legais que devem ser observados. Além disso, eles podem ter aplicação mais ampla ou limitar os tipos de produtos que terão acesso às facilidades previstas. 

Algumas características comuns são descontos nos impostos cobrados, indicação de meios transporte e fretes mais acessíveis. A ideia é facilitar as relações comerciais e os acordos obrigam apenas os países signatários.

Qual é a importância desse conceito?

A economia dos países dependem do funcionamento de suas empresas, da sua produção e dos bens que são comercializados para suprir as necessidades da população, além de influenciar no desempenho dos negócios. Entretanto, dificilmente uma nação conseguirá produzir tudo o que precisa na escala necessária.

Diante disso, surge a necessidade de adquirir itens de outros países, na mesma medida em que outras nações podem precisar da sua produção. Assim, o comércio bilateral surge como alternativa para facilitar as transações.

Afinal, ele ajuda a reduzir os obstáculos e burocracias que envolvem as importações e exportações, retirando imposição de cotas, dando incentivos fiscais e adotando outras medidas interessantes. Assim, é possível ter mais agilidade e reduzir custos, fomentando a economia.

Os impactos são sentidos pelas empresas envolvidas e pela população, já que os descontos obtidos também impactam os preços praticados na venda de produtos que contaram com a importação em seu processo produtivo. 

Quais países têm comércio bilateral com o Brasil?

O Brasil está em negociação para expandir um acordo comercial com o México, além de tentar acordos bilaterais com o Canadá, a Coreia do Sul, a Índia e Singapura. Além disso, já existem alguns acordos em vigor, veja quais são os países:

  • União Europeia;
  • Peru;
  • Chile;
  • Alemanha;
  • China.

Se você tem uma empresa com interesse em importar ou exportar produtos, aproveitando os acordos de comércio bilateral existentes, não se esqueça de buscar alternativas para facilitar as transações financeiras. Para isso, conte com a Remessa Online, que proporciona segurança, agilidade e o melhor custo-benefício para as quem precisa enviar ou receber dinheiro do exterior.

Quer saber mais sobre essa alternativa? Acesse o site da Remessa Online e faça o seu cadastro para aproveitar todos os benefícios da plataforma nas transações internacionais!

Resumindo

O que é comércio bilateral?

É um comércio que traz incentivos para as transações realizadas entre dois países, criando regras sobre as negociações realizadas entre as empresas de diferentes países. 

Como funciona?

Cada acordo é negociado livremente entre as nações, geralmente trazendo condições mais favoráveis para facilitar a importação e a exportação. Ele obriga apenas os países signatários.

Qual a importância?

As nações têm limitações em relação aos produtos produzidos internamente. Então, o incentivo do comércio internacional facilita o acesso a itens essenciais para a economia, trazendo benefícios para todos os envolvidos. Portanto, é uma ferramenta importante para a economia.