Pablo Spyer: Apesar de tímido, PIB da Zona do Euro apresenta crescimento

PIB da Alemanha estagna mas pelo menos não apresenta recessão. PIB da Zona do Euro cresce timidamente mas mercado vê como uma notícia positiva. No Brasil, Banco Central coloca dólar no mercado para tentar baixar cotação.

PIB da Zona do Euro apresenta crescimento, apesar de modesto

Bom dia Brasil! A principal notícia do mundo hoje veio da Europa. Mais cedo saiu o PIB da Alemanha e ele estagnou. Mas isso é uma notícia boa, porque havia a preocupação de que ele pudesse estar caindo e a economia entrasse em recessão. Isso fez com que a Alemanha batesse touro de ouro hoje de manhã. Vai tourinho alemão!

Depois arrefeceu um pouco na espera pelos resultados do PIB da Zona do Euro, mas eles já estavam mais contentes e as bolsas estavam positivas. E aí siau o resultado do PIB da Zona do Euro e ele veio em linha. Cresceu 0,1% o PIB da Europa, o que também animou as bolsas e a Alemanha voltou subir mais íngreme.

Ontem a noite as bolsas asiáticas e a da China fecharam mais positivas depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) avisou que esses novos casos não querem dizer que a epidemia está se alastrando, ms apenas uma recontagem.

Também ajudou o Trump ter dito mais cedo que tem conversado com o presidente da Chona Xi Jinping de que ele está cuidando de um maneira profissional do assunto, de uma maneira sênior e séria. Ele acredita que em abril deve estar controlada toda a epidemia por lá.

As bolsas estão melhorando. A bolsa da Europa está subindo 0,1% e a bolsa dos Estados Unidos está no zero a zero. Ontem o Banco Central fez um leilão de USD 1 bilhão e acabou que o dólar arrefeceu um pouco. Hoje ele planeja fazer outro leilão.

Na agenda temos IBC-BR por aqui e dados da produção industrial nos Estados Unidos.

Eu sou o Pablo, bons negócios!

Vai tourinho!

Pablo Spyer é diretor da Mirae Asset CCTVM e conselheiro da Ancord.

Acompanhe a cotação do dólar e das principais moedas mundiais em tempo real!