Pablo Spyer: Super quarta traz decisões importantes no Brasil e nos Estados Unidos

por Remessa Online
3 minutos de leitura
hoje é dia de super quarta nos Estados Unidos e no Brasil

Hoje é dia de super quarta, quando há decisão sobre os juros no Brasil e também nos Estados Unidos. Dólar e bolsas estão sob controle.

Bom dia Brasil!

Chegamos a mais uma super quarta, a última do ano. Decisão de juros aqui e nos Estados Unidos.

Nos Estados Unidos a chance de corte é zero, eles vão manter os juros parados. Aqui a vasta maioria dos economistas acha que vai cortar 0,5, para o menor nível da história: 4,5%.

Não é a toa que os fundos imobiliários captaram mais de R$30 bilhões esse ano (deu no Valor). Os fundos e ações captaram mais de R$70 bilhões esse ano. Foi máxima atrás de máxima. Foi touro de ouro que não acabava mais.

A bolsa americana está caindo 0,1% nos Estados Unidos, ou seja, está sob controle. A Europa também cai 0,1% e está sob controle.

Eu olhei o dólar lá fora e está sob controle. Eu olhei o nosso risco país, deu uma bela de uma cedida e está tudo tranquilo por aqui. Temos grandes chances de touro de ouro. Por que? Vamos ver as notícias vermelhas.

A Saudi Aramco, empresa de petróleo dos Árabes está disparando 10% no leilão de abertura, no premarket, isso é bastante bom.

Ontem o presidente Trump passou a impressão de que ele deve enrolar a imposição daquela tarifa e daqueles impostos de R$160 bilhões de dólares em cima de produtos chineses. Isso acalmou bastante o mercado e as bolsas melhoraram.

A outra noticia que está na tela vermelha – olha que orgulho, é Brasil – é que essa busca por empresas boas fez com que o preço da XP fosse marcado para cima nos Estados Unidos. O preço era entre US$ 22 e US$ 25, mas saiu a US$ 27 [por ação], 10% acima da máxima.

Isso mostra que os investidores estão a procura de empresas boas.

Eu sou o Pablo, bons negócios!

Vai tourinho.

Pablo Spyer é diretor da Mirae Asset CCTVM e conselheiro da Ancord.

Assuntos relacionados