Sai acordo para encerrar a guerra comercial EUA-China

por André Galhardo
3 minutos de leitura
Sai acordo para encerrar a guerra comercial EUA-China

Estados Unidos e China finalmente assinaram a fase 1 do acordo que visa pôr fim à Guerra Comercial entre eles. Câmbio abriu em queda nesta quinta-feira (16/1)

O Dólar americano fechou a quarta-feira cotado a R$ 4,1756, após ter começado o dia em R$ 4,1322. O Euro fechou o dia em R$ 4,6568, após ter iniciado o pregão em  R$ 4,5992. A moeda americana abriu esta quinta-feira cotada a R$ 4,1760 e o Euro abriu o dia cotado a R$ 4,6568.

Agenda de hoje

No exterior, os dados econômicos mais relevantes virão dos Estados Unidos e da China. Nos Estados Unidos, os principais indicadores desta quinta-feira são: o desempenho do setor varejista no mês de dezembro, os novos pedidos de seguro-desemprego semanal e o índice de atividade econômica do FED de Filadélfia. Na China, os principais dados são: a produção industrial, o volume de investimentos em ativos fixos, ambos referentes ao último mês do ano, a taxa de desemprego e o PIB do quarto trimestre de 2019.

Na agenda doméstica estão os dados do IGP-10 e da atividade econômica referente ao mês de novembro divulgado pelo Banco Central.

Perspectivas para o dia

Real x Dólar

A despeito da assinatura da fase um do acordo que visa encerrar a guerra comercial entre China e Estados Unidos, o mercado não reagiu bem e o Dólar americano renovou a máxima desde dezembro com relação ao Real. Os dados divulgados hoje não devem trazer maiores surpresas e a expectativa é de que haja alguma acomodação no movimento especulativo, ou seja, que o Real ganhe força frente ao dólar. 

Real x Euro

Na Zona do Euro, a ausência de indicadores relevantes nesta quinta-feira deve manter os desdobramentos do encerramento da fase um do acordo como maior contributo na cotação da moeda. A expectativa é de que a moeda europeia perca força frente ao Real.

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.

Assuntos relacionados