SPE: para que serve uma Sociedade de Propósito Específico?

Descubra o que é e como funciona uma SPE (Sociedade de Propósito Específico).

SPE

No Brasil existem diferentes tipos de modalidades de organização social de empresas. Entretanto, nem sempre é fácil entender em qual delas o seu negócio se encaixa melhor. Uma dessas modalidades é a SPE (Sociedade de Propósito Específico). 

Mas você sabe o que é uma SPE e quais os seus principais  benefícios? Confira o artigo abaixo e entenda como funciona dessa sociedade, as vantagens em adotar esse tipo de organização social e ainda quais as restrições  existentes. Vamos lá?

O que é uma SPE?

De forma simples, uma SPE (Sociedade de Propósito Específico), como o próprio nome diz, é um tipo de organização empresarial que é formado para a realização de um determinado projeto. Ou seja, é um tipo de contrato empresarial, ou joint venture, em que duas pessoas jurídicas ou físicas unem seus recursos e habilidade para executar objetivos específicos.

A SPE também possui um caráter jurídico, inclusive com a criação de um CNPJ. Entretanto, o ramo de atividade é muito específico, e portanto, mais restrito. Ainda, ela existirá enquanto o projeto durar e, por isso, ao final do projeto a empresa é fechada. 

Para ficar mais claro, esse tipo de sociedade é muito comum na parceria entre instituições públicas e privadas, as conhecidas PPP (Parcerias Público-Privadas).

Como a SPE funciona?

Se você tem interesse em abrir uma SPE, saiba que a empresa deve ser registrada em uma Junta Comercial. No momento do registro, é preciso informar qual o propósito e o tempo de duração da parceria,  cabendo à Junta Comercial fiscalizar e manter registro dessas parcerias.

Como a SPE adquire personalidade jurídica própria, ela pode deter bens, emitir notas fiscais, registrar marcas, transferir mercadorias, dentre outras atividades. É importante lembrar também que uma SPE deve ser uma Sociedade Anônima (S.A.) ou uma Sociedade Limitada (LTDA.) e obedecer à legislação específica para esses tipos de organizações sociais empresariais.

benefícios da SPE
A SPE permite uma diminuição de riscos financeiros para a empresa.

Benefícios e vantagens de uma SPE

Uma dos principais benefícios oferecidos para as empresas que recorrem à criação de uma SPE é a diminuição de riscos financeiros para a atividade em questão. Ao criar uma SPE, as responsabilidades são divididas entre as partes que a compõe, sendo que essa divisão de responsabilidade precisa constar no contrato.

Além disso, como a SPE possui personalidade jurídica, a sua imagem não está atrelada às empresas ou pessoas jurídicas que a compõe. Assim, muitas vezes ela pode ser utilizada em casos de recuperação judicial de empresas, o que facilita a aquisição de crédito ou melhora as chances de novas oportunidades de negócios.

Esse tipo de sociedade também pode ser muito vantajosa para as micro e pequenas empresas que sejam optantes pelo Simples Nacional. A razão é simples: a lei permite que duas ou mais empresas, que se encaixam nesse perfil, formem uma SPE para compra e venda de bens, tanto para o mercado nacional quanto para o internacional.

Desta forma, é possível aumentar o poder de negociação dessas empresas que conseguem realizar negociações que antes seriam pouco prováveis devido ao seu tamanho.

Remessa Online: uma opção para exportações ou importações de produtos ou serviços

Agora que você, micro e pequeno empresário, já sabe como aumentar o seu poder de compra e venda com uma SPE, que tal conhecer uma maneira prática, confiável e econômica de pagar ou receber pagamentos no exterior? 

Pois saiba que a plataforma brasileira Remessa Online oferece várias vantagens para as suas remessas internacionais:

  • Segurança: as atividades da Remessa Online são regulamentadas pelo Banco Central do Brasil. Adicionalmente, todas as transações realizadas em sua plataforma possuem criptografia, o que garante uma maior segurança aos usuários e aos seus dados;
  • Praticidade: para aproveitar todas as vantagens que a Remessa Online oferece, é preciso apenas criar uma conta gratuitamente para a sua empresa. Assim que a conta for criada, já é possível enviar e receber pagamentos do exterior;
  • Economia: utilizar a Remessa Online é mais barato do que os bancos convencionais. Todas as transações tem como base o valor do câmbio comercial. Além disso, para enviar dinheiro você pagará uma taxa fixa de 1,3%, sobre o valor enviado, e R$ 5,90 de taxa de serviço para transferências com valor até R$ 2.500,00. Lembrando que transferências internacionais acima desse valor não possuem tarifa bancária. Para receber o dinheiro do exterior, você pagará apenas pelo IOF.

Continue acompanhando o blog da Remessa Online e fique por dentro de outras novidades sobre comércio exterior e sobre o mundo das finanças.