Tipos de visto para a Irlanda: quais são e como solicitar

Saiba qual tipo de visto para a Irlanda você deve solicitar

A Irlanda é um pequeno país localizado no norte europeu e que atrai milhares de pessoas de todos os cantos especialmente para estudar inglês e para tentar encontrar trabalho. Se você pretende visitar, estudar ou morar no país, saiba como obter um visto para a Irlanda e quais são os tipos de visto disponíveis.

Seja para aprender ou aprimorar o inglês, cursar uma graduação ou pós, trabalhar ou simplesmente passar férias, a Irlanda é um país bastante procurado por brasileiros. Só para se ter uma ideia, de acordo com o CSO (Central Statistics Office), aproximadamente 14 mil brasileiros residiam no país em 2016. Mas você sabe quais são os tipos de vistos para a Irlanda

Confira o artigo abaixo e descubra quais são os vistos mais comuns exigidos pelo governo irlandês e como solicitá-los. Também aproveite para conhecer a plataforma Remessa Online, sua alternativa prática e econômica de realizar transferências internacionais. 

Tipos de vistos para a Irlanda

Basicamente, o visto para a Irlanda é dividido em três grandes grupos, baseado no tempo de permanência no país. Eles são:

  1. Visto de curta duração (tipo C)- até 90 dias;
  2. Visto de longa duração (tipo D) – acima de 90 dias;
  3. Trânsito através da Irlanda (através de um aeroporto irlandês, por exemplo).

Vistos de curta duração 

Todos os solicitantes do visto de curta duração, seja para entrada única ou entradas múltiplas, devem provar que têm laços familiares, sociais ou econômicos fortes com o país original de residência. O oficial de vistos pode verificar qualquer evidência apresentada em apoio à sua solicitação.

Além disso, é necessário provar que você deixará a Irlanda no final de sua visita e que você, parentes ou amigos na Irlanda têm dinheiro suficiente para apoiá-lo e acomodá-lo, sem que você trabalhe ou acesse fundos públicos. Ainda, é preciso ter comprovante de retorno ou planos de viagem após a Irlanda e antecedentes criminais limpos. 

Entre os vistos de curta duração, podemos destacar os seguintes:

Visto de turista

A boa notícia é que cidadãos brasileiros não precisam de visto para a Irlanda quando viajam como turistas. No entanto, você só pode permanecer até 90 dias em solo Irlandês e deve apresentar o passaporte válido, passagem de volta, comprovante de acomodação e seguro viagem internacional. Além disso, é necessário ter dinheiro suficiente para se manter durante seu tempo de estadia.

Além de permitir viajar para a Irlanda por até 90 dias, o visto de turismo também pode ser usado para estudo, como um curso de inglês de curta duração, por exemplo. No entanto, não é possível realizar qualquer tipo de trabalho, remunerado ou não, e usar serviços públicos, como hospitais. 

O governo irlandês orienta que os turistas brasileiros levem os seguintes documentos para apresentarem às autoridades ao chegar na Irlanda:

  1. Comprovante de hospedagem para o período que o turista pretende ficar na Irlanda;
  2. Seguro de saúde;
  3. Comprovante de reservas financeiras suficientes para se manter na Irlanda durante o período pretendido;
  4. Comprovante de vínculo com o país de origem (mostrar que precisa retornar ao Brasil pois trabalha, estuda, tem família, etc);
  5. Passagem de ida e volta (caso a pessoa pretenda fazer outras viagens antes de retornar ao Brasil, é importante ter em mãos as respectivas passagens, inclusive a de saída da Irlanda);
  6. Passaporte com validade de no mínimo 6 meses após a data que se pretende sair da Irlanda;
  7. Todo e qualquer documento comprovando os dados da viagem com dados para contato no caso de a imigração precisar entrar em contato é recomendável.

Assim que chegar na Irlanda, o turista será orientado a apresentar os documentos acima e as autoridades irlandesas irão avaliar na hora se permitem ou não que ele entre na Irlanda.

Visto de negócios

O visto de negócios de curta duração permite que um brasileiro viaje para a Irlanda por até 90 dias para atividades relacionadas a trabalho. Isso inclui a participação em reuniões, negociar ou assinar contratos e trabalhar no país até 14 dias. 

Além disso, é importante ficar atento porque o visto de negócios de curta duração não permite que o estrangeiro utilize os serviços públicos irlandeses.

Visto de família/amigos

Esse visto para a Irlanda permite que o cidadão viaje para o país para visitar algum parente ou amigo, residentes com endereço fixo, por até 90 dias. Mais uma vez, não é permitido realizar qualquer atividade remunerada ou não, e também não é possível usufruir dos serviços públicos. 

Visto de estágio

Você pode solicitar um visto de estágio para viajar para a Irlanda se, como parte integrante de seus estudos, precisa ter uma experiência de trabalho não remunerada no exterior. 

Você pode solicitar um visto de estágio até três meses antes da data da sua viagem à Irlanda. E assim como os outros vistos da categoria, não é possível utilizar o serviço público e ter outro trabalho, remunerado ou não. 

Outros vistos de curta duração são:

  1. Conferência e eventos
  2. Emprego (esquema de trabalhos atípicos)
  3. Tratamento médico
  4. Formação/treinamento
  5. Exames
  6. Torneios esportivos
  7. Casamento
Dublin é o principal destino de quem solicita um visto para a Irlanda.
Dublin, capital da Irlanda, é um centro multicultural que atrai visitantes do mundo inteiro.

Vistos de longa duração 

Se você deseja viajar para a Irlanda por mais de três meses, por exemplo, para realizar um curso de idiomas ou universitário, trabalhar ou morar na Irlanda com familiares que já residem na Irlanda, você deve solicitar o visto de longa duração (D) para uma única entrada.

Para permanecer no país além do período concedido por um Oficial de Imigração em um porto de entrada irlandês, será necessário registrar-se e obter uma autorização de residência.

Os principais vistos de longa duração são:

Visto de estudo

Certamente, um dos vistos para a Irlanda mais solicitados é o visto de estudante, especialmente para cursos de inglês. Existem cursos de curta duração, mas o mais comum são as escolas oferecerem programas de seis meses. Também existe a opção de fazer um curso de graduação ou pós, no entanto os custos são bastante elevados. 

Para garantir seu visto de estudante para aprender ou aprimorar o inglês, é preciso contratar uma das escolas credenciadas pelo governo, além da obrigatoriedade de apresentar um seguro viagem internacional. 

Ainda dentro do visto de estudante existem duas possibilidades. Uma delas é o visto com permissão para trabalhar, o chamado Stamp 2. Ou seja, estrangeiros que contratarem um curso com duração mínima de 25 semanas têm permissão para trabalhar 20 horas semanais durante o período de aulas e até 40h em meses específicos – entre os meses de junho e setembro e entre 15 de dezembro e 15 de janeiro. Esse visto tem a validade de oito meses e pode ser renovado duas vezes.

A segunda opção é o Stamp 2A para estudantes sem permissão de trabalhar. É destinado a estudantes que frequentam aulas de cursos que não sejam reconhecidos pelo Departamento de Educação e Ciência ou estudantes que vão estudar em um curso de período integral e não terão tempo para trabalhar. Esse visto tem duração máxima de 6 meses. 

Visto de trabalho

Você pode solicitar um visto de trabalho depois que conseguir sua permissão no Departamento de Empregos, Empresas e Inovação (DJEI). Para isso, a empresa precisa anunciar a vaga publicamente e comprovar que nenhum cidadão irlandês ou europeu está apto à vaga. Então, é necessário entrar com um processo na imigração por meio da empresa na qual você irá trabalhar. 

Você pode solicitar o visto de emprego até três meses antes da data da sua viagem à Irlanda. 

Além dos vistos acima, também estão incluídos os demais:

  1. Trabalho de pesquisa
  2. Trabalho voluntário
  3. Trabalho religioso
  4. Visto de família
Apesar de geograficamente pequena, a Irlanda possui uma grande variedade de coisas para fazer e lugares para visitar.
Centro Comercial de Stephen’s Green, no centro de Dublin. Um dos mais populares pontos da capital irlandesa.

Como solicitar os vistos para a Irlanda

A boa notícia é que é possível emitir o visto para a Irlanda ao chegar no país, diferente do que acontece em muitos países. Primeiro, claro, você deve solicitar o visto online pelo menos 8 semanas antes de planejar sua viagem para a Irlanda. 

Pague seu curso no exterior pela Remessa Online

Após escolher o curso que você vai fazer na Irlanda – seja ele de curta ou longa duração – você provavelmente terá que enviar o valor ou parte dele antes de começar a estudar.

Se você precisa enviar dinheiro do Brasil para o exterior, ou receber remessas internacionais de dinheiro em uma conta bancária brasileira, saiba que é possível utilizar os serviços da Remessa Online. A plataforma online criada pela BeeTech facilita a transferência internacional e cobra taxas econômicas dos usuários. 

Além disso, as operações realizadas pela Remessa Online são seguras porque o serviço é regulamentado pelo Banco Central do Brasil (BACEN). E todos os dados são criptografados e estão protegidos contra fraudes.

Quer saber mais? Descubra como enviar dinheiro para o exterior com a Remessa Online.

Resumindo

Precisa de visto para visitar a Irlanda?

Se você por passear ou visitar amigos, não precisa de visto caso a viagem dure no máximo 90 dias. Caso vá estudar ou trabalhar, aí será necessário visto para entrar e permanecer no país.

Quantas horas um estudante pode trabalhar na Irlanda?

Através do visto Stamp 2, estrangeiros que contratarem um curso com duração mínima de 25 semanas têm permissão para trabalhar 20 horas semanais durante o período de aulas e até 40h em meses específicos – entre os meses de junho e setembro e entre 15 de dezembro e 15 de janeiro.

Quanto tempo posso ficar na Irlanda?

Para turismo ou visitar amigos e parentes, você pode ficar até 90 dias. Para estudos de curta duração, até 6 meses. Para estudos de longa duração, até oito meses prorrogáveis por até duas vezes.