Coisas que você deve entender antes de viajar para a Grécia

Conheça coisas que você deve entender antes de viajar para a Grécia

Mitologia, arte, história, praias paradisíacas… são muitos os motivos que fazem da Grécia um destino de viagem sonhado por muitas pessoas. Se você é uma delas, veja nesse post algumas coisas que você deve entender antes de viajar para a Grécia.

A Grécia está localizada no Sudeste da Europa e se destaca pelas milhares de ilhas espalhadas nos mares Egeu e Jônico. Com uma história rica e uma cultura antiga muito influente, é um país muito visitado por turistas de todo o mundo.

A capital Atenas conserva inúmeros monumentos históricos anteriores à Cristo, como é o caso da Acrópole e do Templo de Zeus. Além disso, o país possui ilhas e praias deslumbrantes como Santorini, Creta e Míconos. Não é por acaso que a Grécia recebe milhares de pessoas todo o ano, interessadas em conhecer mais sobre a história, cultura, culinária e belezas naturais do país.

Viajar para a Grécia: imagem de Santorini, uma das ilhas Cíclades no Mar Ageu.
Santorini, ilha no Mar Ageu.

Neste post, você vai ter acesso a um panorama completo com as principais informações sobre: melhores épocas para viajar para a Grécia, documentos exigidos, fuso horário, idioma, moeda e outras informações relevantes para começar a montar o seu plano de viagem.

Você quer conhecer a Grécia? Então continue a leitura deste artigo!

Por que viajar para a Grécia?

A Grécia possui um território pequeno, com 131.957 km². Isso equivale a uma área inferior à ocupada pelo estado Brasileiro do Ceará. 

Considerada o berço da civilização ocidental, os primeiros registros de pessoas na Grécia remonta os anos de 3.000 a 2.000 a.C. No século 5 a.C., o Parthenon de Atenas foi construído e até hoje recebe turistas que desejam conhecer mais sobre a sua história.

O país faz divisa com a Turquia, Albânia, Bulgária e Macedônia. Por isso, dependendo do seu plano de viagem, vale a pena considerar incluir alguns destes países no roteiro.

Além de toda a cultura e história, representada pelos diversos monumentos, principalmente em Atenas, o país também oferece inúmeras belezas naturais, com praias deslumbrantes e um visual que você não encontra em muitos outros países do mundo.

Quais são as melhores épocas para visitar o país?

A Grécia possui um clima mediterrâneo, também chamado de clima de verão seco. Isso significa que o país tem verões quentes e secos e inverno chuvoso.

Na primavera, que ocorre de março a maio, as temperaturas são mais amenas. Pode chover neste período, mas a tendência é que as chuvas não sejam muito volumosas. Se você pretende visitar as praias gregas, vale a pena considerar uma viagem em maio, quando o clima está agradável e as praias ainda não estão lotadas de turistas.

No período de junho a agosto é verão, a estação mais movimentada e colorida da Grécia. Nesta época é pouco comum ocorrerem chuvas e as temperaturas podem alcançar 40°C. Uma boa opção para quem quer pegar uma praia, mas é preciso lembrar que esta é alta temporada, por isso, os preços são mais altos e o público é muito maior.

Em setembro começa o outono, neste mês você ainda pode aproveitar o tempo agradável, mas é normal que as temperaturas comecem a cair e as atrações tenham seus horários de fechamento mais cedo. 

O outono termina em novembro e os meses de dezembro e fevereiro se destacam pelo inverno. A baixa temporada é marcada por temperaturas mais baixas e o aumento das chuvas. A neve é muito rara, mas o clima no país é de inverno europeu.

Quanto tempo ficar?

O seu plano de viajar para a Grécia deve ser montado de acordo com o período escolhido e os locais que pretende visitar. O recomendado é passar pelos menos três dias em cada cidade, assim você terá tempo para conhecer as atrações com calma e tirar muitas fotografias.

Quais são os documentos necessários para entrar na Grécia?

Para visitar a Grécia não é necessário ter visto. Entretanto, o passaporte e o seguro viagem são obrigatórios. Estas regras estão relacionadas com o Tratado de Schengen e vale tanto para a Grécia como para os demais países que integram o acordo.

Vale destacar que o visto não é exigido para turistas brasileiros que vão visitar o país a turismo com um prazo de até 90 dias. Todavia, tenha atenção ao prazo do seu passaporte, ele precisa ter pelo menos seis meses de validade.

Além disso, se você passar por outros países, como a Turquia, por exemplo, é preciso verificar a necessidade de obtenção de visto. Na Turquia é necessário ter visto.

O Certificado Internacional de Vacinação também não é exigido, entretanto, em caso de dúvida, é sempre bom consultar o site da ANVISA e verificar as regras vigentes no período programado para a sua viagem.

O horário na Grécia é 5 horas adiantado em relação ao Brasil.
O fuso horário na Grécia é 5 horas adiantado em relação ao Brasil.

Qual é o fuso horário da Grécia com relação ao Brasil?

O fuso horário no país é UTC/GMT +2. Isso significa que o horário é cinco horas à frente em relação ao horário oficial de Brasília. Desta forma, se são 08h no Brasil, são 13h na Grécia.

O horário de verão na Grécia vai de março a outubro.

Qual é o idioma e moeda?

O idioma oficial é o grego. Entretanto, por ser um país turístico, a maioria das pessoas (hotéis, bares, restaurantes e guias) falam inglês, por isso, você não precisa se preocupar com a comunicação caso conheça o idioma.

A moeda oficial da Grécia é o Euro €, cujo código é EUR. O câmbio sofre variação diária, mas geralmente fica na média € 1 = R$ 4,50.

  • Notas disponíveis : € 5, € 10, € 20, € 50, € 100,€ 200 e € 500.
  • Moedas: 1 centavo, 2 centavos, 10 centavos, 20 centavos, 50 centavos, € 1 e € 2.

Quanto custa viajar para a Grécia?

Ao planejar a sua viagem, é importante ter em mente que a moeda europeia está muito valorizada em relação ao real, com uma cotação que pode variar de €1 = R$ 4,00 a R$ 4,50.

Os períodos de alta temporada são os melhores para conhecer o país, mas também são os mais caros. Os valores mais altos afetam desde a hospedagem em hotéis, até passagens aéreas e despesas com alimentação.

Fizemos uma média de custos para viajar para a Grécia considerando hospedagem, transporte e alimentação.Ou seja, os valores informados não incluem passagens aéreas nem gastos extras. Confira abaixo!

  1. Viagem de baixo custo: se você optar por hotéis mais baratos, como hostels, usar transportes públicos e fizer duas refeições leves ao dia e passeios de até €20, deverá reservar a partir de €50 por dia. Em uma viagem de 10 dias, isso representa o montante de  €500.
  2. Viagem padrão médio: se você quiser se hospedar em um hotel melhor, até três estrelas, alugando carros e usando serviços de táxi e realizando três refeições completas, com passeios de até  €40,a estimativa de gastos é a partir de €120 por dia. Em uma viagem de 10 dias, isso representa um custo de €1.200.
  3. Viagem alto padrão: se você quer viajar com conforto e aproveitar ao máximo a sua estadia, se hospedando em hotéis cinco estrelas e visitando os melhores restaurantes, com gastos estimados em passeios de aproximadamente €80, espere gastar a partir de €300 por dia. Em uma viagem de 10 dias, isso representa um custo individual de €3.000.

Como você pode ver, a Grécia é uma excelente opção de destino, com gastos que podem ser filtrados de acordo com os objetivos e os planos de cada turista.

Antes de realizar a viagem, é importante pesquisar com calma as opções de hotéis, atrações turísticas e transporte. Com um planejamento prévio fica mais fácil encontrar bons preços e usufruir ao máximo o seu passeio.

Se for passar um tempo considerável na Grécia talvez valha a pena criar uma conta bancária na Grécia e enviar dinheiro para lá. Nessas horas conte com a Remessa Online, uma plataforma que permite que envie dinheiro ao exterior com as menores tarifas do mercado. Entre no site e cadastra-se. É rápido e seguro.

Você gostou deste artigo sobre viagem para a Grécia? Então siga a Remessa Online nas redes sociais  — Facebook, LinkedIn e Twitter  — e fique por dentro dos nossos conteúdos.

Leia também: Como enviar dinheiro ao exterior com a Remessa Online