Conheça 5 vilarejos na Itália que você precisa visitar

por Remessa Online
3 minutos de leitura
Rua estreita de vilarejos na Itália

O país europeu se destaca pela longa costa mediterrânea e por abrigar obras de arte monumentais e de grande importância para a cultura mundial, além de ruínas antigas. Cidades como Florença, são a casa de obras-primas do período renascentista como o “Davi”, de Michelangelo.

São muitas atrações, restaurantes, passeios e possibilidades oferecidas aos turistas que visitam o país. Neste artigo vamos te mostrar cinco vilarejos na Itália, excelentes sugestões para compor o seu roteiro de viagem. Confira!

1. Canale di Tenno, em Trentino Alto Adige

Canale di Tenno é um dos lugares mais bonitos da Itália. O aglomerado rural de origem medieval data do ano de 1211 (aproximado). A estrutura, composta por poucas ruas e uma praça, destaca uma arquitetura repleta de casa e pedras ligadas umas às outras.

O vilarejo conta com aproximadamente 50 habitantes e sobrevive principalmente da cultura e do turismo. No local há um pequeno museu que conta a história do vilarejo. Ali também funciona a casa dos artista, que é dedicada ao pintor italiano Giacomo Vittone.

2. Castiglione Di Sicilia, em Sicília

Localizada na encosta do Etna, Castiglione Di Sicilia se destaca pelo aspecto medieval, ruas estreitas e o charmoso Castelo de Lauria.

Por que visitar Castiglione Di Sicilia? Além de ser um destino “menos óbvio”, o vilarejo esta estrategicamente localizado ao redor de algumas das principais vinícolas que produzem os vinhos do Etna. Você vai precisar de algumas horas, mas é um passeio que vai ficar na sua memória!

3. Castelmezzano, em Basilicata

A pequena Castelmezzano se destaca pela posição panorâmica que oferece aos turistas cenários incríveis. Além das ruínas das muralhas e dos castelos, vale a pena visitar A Igreja Matriz de S. Maria dell’Olmo, as Ruínas das muralhas do Castelo, Capela da Madonna delle Grazie e o Parque Regional de Gallipoli Cognato.

O vilarejo conta com aproximadamente 970 habitantes e está próximo de Albano di Lucania, Laurenzana, Trivigno e Pietrapertosa.

4. Castel Gandolfo, em Lazio

Castel Gandolfo, também conhecido como Castelgandolfo é uma comuna italiana localizada na região do Lácio, província de Roma, e que tem aproximadamente  6.900 habitantes.

Famosa por ser o local onde está a residência de verão do Papa, o turista consegue observar o Palácio Papal, estruturas arquitetônicas medievais, a Igreja Colegiada de São Tomás de Villanova e a fonte central, as duas últimas, obras de Gian Lorenzo Bernini.

5. Conca Dei Marini, em Campania

Conca dei Marini é outra aldeia considerada uma das mais bonitas da Itália. Com cerca de 700 habitantes ela se estende por uma área de 1 km², fazendo fronteira com Amalfi e Furore.

O vilarejo dos rochedos é muito famoso pela Gruta do Smeraldo, descoberta em 1932 por um pescador, a cavidade de aproximadamente 30 metros de altura foi parcialmente invadida pelo mar e se destaca porque a luz do sol iluminando as paredes das rochas com tonalidades de verde esmeralda. Um passeio incrível e inesquecível.

Se você pretende visitar a Itália, aproveite para incluir estes vilarejos no seu roteiro. Além disso, não esqueça de fazer um bom planejamento financeiro, contando com os serviços da Remessa Online.

A Remessa Online é uma plataforma brasileira para transações internacionais que oferece inúmeras vantagens para quem deseja enviar ou receber dinheiro do exterior. Conheça!

Gostou de conhecer estas dicas de vilarejos na Itália? Então aproveite para seguir a Remessa Online nas redes sociais — Facebook, LinkedIn e Twitter — e receba outros conteúdos como este.

Resumindo

Por que viajar para a Itália?

A Itália é um destino fantástico para quem quer curtir belas paisagens, cultura, arquitetura, moda e uma culinária que é considerada uma das melhores do mundo.

Quais são os destinos mais charmosos da Itália?

Separamos cinco vilarejos italianos que você deve conhecer: Canale Di Tenno, em Trentino Alto Adige, Castiglione di Sicilia, em Sicília, Castelmezzano, em Basilicata, Castel Gandolfo, em Lazio, e Conca Dei Marini, em Campania. 

Assuntos relacionados