Como investir em empresas da União Europeia

por Fabiana Lima
3 minutos de leitura
Como-investir-em-empresas-da-União-Europeia

Investir em empresas da União Europeia é uma opção para quem quer ter um patrimônio no exterior. O valor investido pode facilitar, por exemplo, a obtenção de um visto ou uma permissão para quem quer trabalhar e morar em outro país.

Começar a investir é o maior problema, até mesmo para quem já é um investidor no Brasil. Neste artigo, você vai descobrir o que precisa saber para começar a investir em empresas da União Europeia. Acompanhe o artigo!

Por que investir em empresas da União Europeia?

A vantagem de investir em empresas da União Europeia é a rentabilidade que podem oferecer. O euro é uma das moedas mais valorizadas em todo o mundo e quando se aplica dinheiro em empresas com rentabilidade nessa moeda, a conversão de valores para o brasileiro será ainda maior.

No entanto, a vantagem desse tipo de investimento também é uma desvantagem. É preciso ter valores em euro suficientes para comprar uma ou mais ações de empresas da União Europeia. Com isso, o risco também é alto, pois o prejuízo, em caso de um retorno negativo, será ainda maior. 

Por isso, um investimento dessa magnitude exige conhecimento avançado e cautela. Na dúvida, a melhor alternativa é contar com o apoio de um especialista. Depois disso, você terá que seguir alguns passos, relativamente, simples. A seguir, mostramos o que é preciso para quem quer começar a investir em empresas da União Europeia. Confira!

Como investir em empresas da União Europeia: veja em apenas 3 passos

Abra uma conta em uma corretora internacional

Avalie as opções de corretoras internacionais e verifique quais trabalham com empresas da União Europeia. Em seguida, analise os custos e taxas que cada uma delas oferece. Faça um comparativo e encontre a melhor opção para atender as suas necessidade. 

Existem diversas corretoras internacionais no mercado que não cobram taxas ou que oferecem tarifas justas e acessíveis para o investidor. Além disso, oferecem diversos benefícios, como consultorias profissionais etc. 

Depois de observar tudo isso, escolha uma opção e abra a sua conta. Esse processo é bem simples, você consegue fazer online. Basta preencher um formulário, no site da corretora, e enviar os documentos solicitados. Algumas corretoras não exigem que o investidor faça nenhum depósito inicial, apenas quando começar a investir. 

Faça uma remessa de dinheiro

Para começar a investir, será necessário ter um valor em sua conta internacional. Esse valor pode variar bastante, de acordo com a corretora, que pode cobrar taxas, e de acordo com a ação em que você vai investir. É importante ter essas informações antecipadamente. 

Agora, utiliza a plataforma da Remessa Online para transferir os valores da sua conta no Brasil para a sua conta internacional. O processo é bem simples e rápido. Você só precisa se cadastrar na plataforma. Além disso, as taxas para o envio da remessa são as melhores do mercado. 

Comece a investir

Sua conta já está com dinheiro. Você já pode escolher suas ações e começar a investir. 

A Remessa Online te ajuda a entrar no mercado internacional e a se tornar um investidor de ações de empresas da União Europeia. Acesse o site e conheça melhor a plataforma. 

Assuntos relacionados