De Olho no Câmbio #74 – Otimismo presente no câmbio

Mercado começa a identificar sinais positivos nas economias dos EUA, Europa e Reino unido. Movimento já mostra reflexos na relação do Real com as respectivas moedas.

de olho no câmbio #74

O mercado começa a identificar sinais positivos nas economias estadunidense, europeia e britânica. O movimento já teve reflexos na relação do Real com as respectivas moedas desses países e bloco. Reflexos já foram vistos na propensão ao risco, garantindo captação de recursos estrangeiros para o Brasil.

Acompanhe os desdobramentos desses acontecimentos sobre as principais moedas globais.

Perspectivas

Diferentemente da semana anterior, podemos dizer com segurança que o jogo virou. O ambiente político mostra certa estabilidade, principalmente com a dissipação da hipótese de impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

Apesar do otimismo, devemos lembrar que o vírus ainda não foi controlado devidamente. A atuação dos governos para reabrir algumas atividades, desse modo, pode agravar a situação da contaminação pela Covid-19.

Os reflexos, como já sabemos, devem ser de aumento no número de casos confirmados e de mortes. E a resposta deverá ser mais um fechamento que, por sua vez, pode causar um momento de ainda mais apreensão e incerteza.

Desse modo, enquanto o otimismo imperar, o Real deve manter o movimento de apreciação vista nas últimas semanas. Contudo, como os fundamentos econômicos não nos dão evidência de melhoria sustentada da economia, podemos seguramente esperar depreciação no médio e longo prazo.

Seguimos de olho.