O que é depreciação contábil? Entenda

A depreciação contábil é um termo técnico importante, tanto no mundo dos negócios, quanto no setor contábil. Sob a ótica empresarial, a depreciação pode ser conceituada como as despesas ou custos associados à desvalorização de um ativo. Mas e na contabilidade? Ela é utilizada em qual situação?

A depreciação contábil é um termo técnico importante, tanto no mundo dos negócios, quanto no setor contábil. Saiba sobre ele, a seguir!

A depreciação contábil é um termo técnico importante, tanto no mundo dos negócios, quanto no setor contábil. Sob a ótica empresarial, a depreciação pode ser conceituada como as despesas ou custos associados à desvalorização de um ativo. Mas e na contabilidade? Ela é utilizada em qual situação?

Quando se usa a expressão depreciação contábil, estamos falando de uma perda de valor a ser justificada. A forma encontrada para representar tal desvalorização é por meio da indicação de depreciação do bem. Dessa maneira, a perda de valores ocorre até que o produto/item chegue a zero.

Mas, por que você deve conhecer a expressão? Qual é a sua influência na rotina do seu negócio? Neste artigo, vamos ajudá-lo a entender melhor o conceito da depreciação contábil, como ela funciona na prática, como calculá-la e a sua importância para as empresas. Quer saber mais? Continue a leitura e entenda!

O que é depreciação contábil?

A depreciação é um recurso contábil que tem o objetivo de atribuir o custo financeiro de um ativo tangível, durante a sua vida útil.

As empresas utilizam esse recurso para avaliar os seus ativos de longo prazo, considerando seus projetos, planos fiscais e contábeis.

No âmbito fiscal, as organizações empresárias podem deduzir o custo dos ativos tangíveis como as despesas contábeis. Entretanto, a depreciação desses ativos deve ocorrer, de acordo com as normas contábeis que estão relacionadas a como e quando a dedução será feita.

O que você precisa saber sobre o assunto é que a depreciação é uma convenção contábil que permite a empresa anular o valor de um determinado ativo no transcurso em determinado período de tempo. Entretanto, para fins contábeis, a despesa relacionada à depreciação não representa uma transação de caixa, mas indica quanto do valor de um ativo foi “utilizado” ao longo do tempo.

Por que é importante conhecer o seu conceito?

Conhecer e saber como aplicar o princípio da depreciação contábil traz benefícios para a organização empresária, pois, quando se realiza a sua contabilização como despesa, ocorre uma redução do lucro contábil.

Na prática, isso impacta diretamente no caixa da empresa, já que a organização empresária que é tributada pelo Lucro Real consegue reduzir o valor do Imposto de Renda e da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Como calcular a depreciação contábil?

Vamos utilizar um exemplo simples para ajudá-lo a entender melhor como se calcula a depreciação contábil. Imagine que determinada empresa adquire um equipamento pelo valor de R$ 50.000,00. Na contabilidade, a empresa pode considerar o custo total desse equipamento no primeiro ano, ou pode diminui-lo ao longo de sua vida útil, que nesse caso, vamos supor ser de 10 anos.

A partir disso, o contador, usando a depreciação contábil, calcula a despesa de depreciação com base na diferença entre o custo do bem e o seu valor de revenda, dividindo o mesmo pelo período de vida útil.

Nesse exemplo, o cálculo da depreciação contábil seria o seguinte:

R$ 50,000 – R$ 10,000 / 10 

Depreciação = R$ 4.000,00

De acordo com a situação hipotética criada, a depreciação seria de R$ 4.000,00. Na prática, isso significa que o contador não precisa realizar o desconto do fluxo de caixa da empresa dos R$ 50.000 pagos pela compra do ativo.

Ao invés de fazer esse desconto, a empresa deve considerar o de R$ 4.000 do lucro líquido.

Ele deverá ser feito anualmente nas Demonstrações do Resultado do Exercício, até que o valor do equipamento seja totalmente zerado, dez anos após a sua compra.

Se você tem uma empresa, sabe como é importante conhecer a legislação tributária e contábil, além de contar com o suporte de profissionais especializados. Para empresas que atuam no mercado internacional, realizar operações financeiras pode ser um processo caro e burocrático.

Na Remessa Online você tem acesso a uma plataforma de transferências internacionais totalmente online, que oferece serviços de envio e recebimento de dinheiro do exterior com menos burocracia e de forma mais barata do que um banco tradicional.

Gostou deste artigo sobre depreciação contábil? Então aproveite para conhecer mais sobre a ação de apoio da Remessa Online for Business para empresas afetadas pelos efeitos do coronavírus.

Resumindo

O que é depreciação contábil?

A depreciação é um recurso contábil que tem o objetivo de atribuir o custo financeiro de um ativo tangível, durante a sua vida útil.

Por que é importante conhecer o seu conceito?

Conhecer e saber como aplicar o princípio da depreciação contábil traz benefícios para a organização empresária, pois, quando se realiza a sua contabilização como despesa, ocorre uma redução do lucro contábil.