Dólar: alivio e manutenção da cotação

tendências para o dólar

O Dólar comercial abriu o pregão de segunda-feira (9/set) cotado a R$ 4,0639 e fechou o pregão de segunda-feira (2) cotado a R$ 4,0953 – uma depreciação do Real de aproximadamente 0,77%.

A perspectiva de apreciação da moeda brasileira se manteve ao longo desta semana. Contudo, a cotação do Dólar Comercial permaneceu em patamar muito próximo ao registrado na semana anterior (R$ 4,06). 

A principal contribuição para o relativo alívio e manutenção do Dólar em relação às semanas anteriores foi o cenário externo. A Guerra Comercial teve alguma trégua e, felizmente, não tivemos posicionamentos “agressivos”envolvendo o presidente Trump.

Outro ponto que segurou o Dólar esta semana foi a perspectiva de queda dos juros. O mercado comprou a ideia de que o movimento é fundamental para evitar ou minimizar a recessão que se aproxima. Assim, os juros mais baixos podem estimular a economia.

Nesse contexto, a moeda americana saiu de R$ 4,0639 na segunda-feira e abriu o pregão de sexta-feira (13) negociada na casa dos R$ 4,0600. O Real acumula uma apreciação de 0,09%.

Veja também o cenário do euro e da libra esterlina.

André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor e coordenador universitário nos cursos de Ciências Econômicas. Mestre em Economia Política pela PUC-SP, possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, com passagens pelo setor público.