Https: o que é e qual a sua importância para a segurança do seu site

por Andrea Cortes
3 minutos de leitura

Ao navegar na internet, certamente você já viu endereços começando com https: // e se perguntou o que isso significava. De forma simples, nada mais é do que um protocolo de segurança que todos os sites devem ter para garantir a  proteção dos dados de seus usuários. 

Acompanhe o artigo abaixo e entenda o que significa https, sua importância e como verificar se um site possui a proteção. Vamos lá?

O que é https?

Para quem ainda não sabe, https (Hyper Text Transfer Protocol Secure), ou Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro, em português, é um protocolo de comunicação da Web que protege a integridade e a confidencialidade dos dados trocados por meio de comunicação criptografada. 

Podemos dizer que é o idioma em que o navegador e o servidor da web se comunicam  para evitar que terceiros não autorizados interceptem a comunicação e roube dados dos usuários.

A ideia por trás deste protocolo é garantir a confidencialidade da comunicação entre o usuário e o site, criptografando as informações transmitidas. Além disso, todos os sites da web que coletam informações como detalhes de pagamento e dados pessoais devem ter esse protocolo. 

Comércio eletrônico: saiba como adaptar sua empresa à essa realidade.

Diferenças entre http e https

É muito comum a confusão entre http e https. Mas afinal, qual é a diferença entre ambos? Em linhas gerais, a diferença é que o https usa um protocolo de transporte especial, ou seja, TLS/SSL. Para ajudar, veja na tabela abaixo as principais diferenças entre os dois protocolos:

HTTPHTTPS
Segurançanão criptografadocriptografado
Certificadonãosim
Endereçamento no URLhttp: //https: //

Como o https funciona?

Primeiramente, vamos entender como funciona o http. Ele apenas regula como os conteúdos trocados entre o navegador e o servidor devem ser estruturados. 

Há uma extensão para este protocolo de transporte, que criptografa fluxos de dados, a chamada TLS (uma atualização do SSL). Com a extensão, todas as comunicações transmitidas por meio deste protocolo de transporte são criptografadas, de forma que apenas o próprio destinatário (navegador ou servidor) possa ler o conteúdo transmitido. Ou seja, quando uma página da internet tem os devidos certificados TLS/SSL, significa que o protocolo https está ativo. 

Podemos dizer que o https possui três níveis de proteção. São eles:

  • Criptografia: todos os dados trocados por servidores e clientes são criptografados e, portanto, incompreensíveis para terceiros;
  • Integridade de dados:  dados trocados não podem ser alterados durante a transferência;
  • Autenticação: o protocolo https garante que o site visitado seja realmente o solicitado.

Dessa forma, quando um usuário insere seus dados nesses sites, eles estão seguros. Esses dados podem ser:

  • Dados pessoais (nome, sobrenome, idade);
  • Cartões de crédito e débito;
  • Dados bancários;
  • Senhas;
  • Detalhes de contato (e-mail, telefone). 

Como ter mais segurança em transações financeiras?

Por que a criptografia é importante?

As vantagens do protocolo https 1024x683 - Https: o que é e qual a sua importância para a segurança do seu site

Hackers são cada vez mais capazes de espionar e manipular sites. Por esse motivo, é importante criptografar fluxos de dados, especialmente em redes de acesso aberto como em um ponto de acesso WiFi público. Só assim, o usuário tem mais segurança ao navegar na internet. 

Sendo assim, o https é o novo padrão de segurança. Aliás, sites sem o https devidamente instalado já são bloqueados por alguns navegadores. 

Por exemplo, desde julho de 2018, o Google Chrome avisa aos usuários se uma página possui os protocolos de segurança ou não. Além disso, no navegador, quando um site tem os devidos certificados, seu endereço muda de http para https e ainda recebe um cadeado antes do endereço. E mais.  Sites com o protocolo também são mais bem classificados em pesquisas no Google.

Outro detalhe importante é que o Regulamento Geral Europeu de Proteção de Dados (GDPR) estipula que os sites devem ser atualizados para garantir mais  segurança, o que atualmente significa ter o https. Portanto, se você pretende que seu site chegue ao exterior, precisa garantir a segurança. 

O mesmo acontece com a chamada Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que está em vigor no Brasil desde agosto de 2020. 

As vantagens do protocolo https

O protocolo https é importante tanto para o usuário que navega quanto para quem gerencia o site. Com a criptografia funcionando corretamente, as vantagens são: 

  • Os dados dos usuários são protegidos: a conexão segura protege a confidencialidade dos dados. Assim, você também fica em dia com leis como a LGPD;
  • Demonstra confiabilidade: quando o usuário vê o cadeado verde em seu site, ele se sente mais seguro. Além disso,  desde outubro de 2018,  o Google Chrome passou a destacar sites sem o certificado em vermelho, o que gera desconfiança;
  • Maior visibilidade no Google: sites que possuem o protocolo são privilegiados pelo Google nos resultados de pesquisa;
  • Previne ataques de criminosos: o protocolo oferece uma conexão segura que impede a interceptação dos dados por terceiros.

Quem precisa de https

Talvez você pense que a criptografia só é importante para sites que fazem comércio eletrônico ou lidam diretamente com dados bancários de seus clientes, mas isso é um erro. Qualquer site que coleta dados pessoais, por menor que seja, devem ser protegidos. 

Portanto, todos que têm um site na internet precisam do protocolo https. 

Como mudar para o protocolo https?

Como mudar para o protocolo https 1024x683 - Https: o que é e qual a sua importância para a segurança do seu site

Para implementar o protocolo https em seu site, você precisa obter um certificado SSL ou ainda sua versão atualizada TLS. A tecnologia permite, graças ao uso do protocolo https, trocar dados pela internet de forma segura.

Os certificados TLS/SSL são emitidos por organismos credenciados (Autoridade de Certificação) e são divididos em dois: 

  •  Validado por Domínio (DV);
  • Validado pela Organização (OV), ependendo se eles fornecem certificação apenas para o domínio ou se também certificam a empresa.

A escolha do certificado deve ser feita com cuidado em relação às necessidades específicas de cada site. Você deve avaliar pontos como a duração do certificado, simplicidade do processo de renovação, proteção para qualquer fraude ou confiabilidade da organização que emite o certificado. 

Após escolher o certificado, ele será instalado. Para esta operação, a máquina que hospeda o site (hospedagem, servidor, etc.) deve ser reconfigurada para transmitir via https.

Vale ressaltar que existem certificados TLS/SSL gratuitos, mas esses não são muito indicados. Isso porque, eles não oferecem toda a proteção necessária, nem mesmo apoio técnico ou garantias em casos de falhas. Sendo assim, sempre busque por empresas confiáveis. 

Como verificar a segurança de um site?

Se você deseja ter certeza de que os dados inseridos em um site estão protegidos por criptografia, é necessário verificar cuidadosamente a URL, ou seja, o endereço do site que aparece na barra de navegação. É importante lembrar que o procedimento pode mudar dependendo do navegador, mas geralmente você só precisa se conectar a um site e clicar à esquerda da URL para ver as informações de identidade.

  • Se o endereço começar com “http: //” – é um site inseguro que usa o protocolo http e transmite os dados trocados em texto não criptografado;
  • Se o endereço começar com “https: //” –  é um site seguro que usa o protocolo https que permite transmitir dados de forma criptografada e incompreensível para qualquer hacker.

Alguns navegadores, como o Google Chrome, exibem um cadeado fechado ao lado do endereço quando o site é https. Veja, por exemplo, como fica o site da Remessa Online no navegador:

cadeado 1024x576 - Https: o que é e qual a sua importância para a segurança do seu site

Se você quer saber mais sobre proteção de dados, veja neste artigo como o tema vem sendo tratado na era digital.

Assuntos relacionados