Minuto Econômico: ações da Roche estão subindo na Europa

por Pablo Spyer
3 minutos de leitura

NO MINUTO ECONÔMICO DE HOJE

  • • Índice de Força Relativa, do S&P.
  • • Abertura das Bolsas nos EUA e na Europa.
  • • Vencimento de Índice e Opção, nos EUA e na Europa.
  • • Ações da Roche em alta na Europa.
  • • Bolsonaro não cogita privatizar Caixa, o Banco do Brasil e Casa da Moeda.
  • • B3 anuncia que vai reduzir o lote padrão dos BDRs e ETFs.
Minuto Econômico, com Pablo Spyer

TRANSCRIÇÃO

Bom dia, Brasil!

Hoje é um dia morno, sem nenhuma notícia catalisadora para os mercados.

Procurando algo para dividir com vocês, reparei que o Índice de Força Relativa, do S&P, que indica se está sobrecomprado ou sobrevendido – se tem mais chance de cair ou mais chance de subir, está cravado no 50, que é metade e não significa nada. 

As Bolsas estão abrindo mistas. Nos EUA, umas sobem um pouquinho, outras caem um pouquinho. Na Europa, zero a zero.

A notícia importante é que hoje é dia de bruxaria quádrupla, que é quando vence Índice e Opção, nos EUA e na Europa – tudo ao mesmo tempo. Sempre na terceira sexta-feira do mês. Isso pode mexer no mercado lá, acolá e respingar cá. Vale lembrar que segunda-feira é vencimento de Opção aqui no Brasil.

As ações da Roche estão subindo na Europa, porque eles acabaram de anunciar que descobriram um remédio melhor – você precisa de menos respirador para as doenças do COVID-19. Essa eu gostei! Até que enfim inventaram um negócio diferente.

Escutei ontem a noite que o presidente Jair Bolsonaro disse que não cogita privatizar a Caixa Econômica, o Banco do Brasil e Casa da Moeda

A nossa querida B3 anunciou que vai reduzir o lote padrão dos BDRs e de alguns ETFs, que são os fundos negociados em Bolsa. E isso vai ficar mais acessível pra nós.

Eu sou Pablo. Bons negócios!

Vai, Tourinho!

Assuntos relacionados