Planejar aposentadoria: 5 dicas para uma velhice mais tranquila

Já começou a planejar aposentadoria? Não está cedo demais para pensar nisso, pelo contrário. Quanto antes melhor, para envelhecer com tranquilidade.

Planejar aposentadoria

O Governo Federal vem, há pelo menos 5 anos, tentando aprovar uma mudança na aposentadoria. Os impactos para a vida de grande parte dos idosos no Brasil será grande, por isso é importante começar a planejar aposentadoria desde já para não ser pego de surpresa no futuro.

Contar com o INSS não é uma opção viável para quem quer ter a garantia de uma velhice mais tranquila. Se esse é o seu caso. Veja, neste artigo, quais são as 5 dicas que apresentamos para ter mais qualidade de vida e segurança financeira no futuro.

As regras da aposentadoria no Brasil

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) a expectativa de vida dos brasileiros aumentou para 76,3 anos. Desde 1940, já são 30,8 anos a mais que se espera que a população viva. As pessoas estão vivendo mais e os casais estão cada vez menos interessados em ter filhos. 

Essa nova perspectiva de futuro tem preocupado os governantes brasileiros com relação ao fundo de previdência. Para evitar que falte dinheiro no futuro, devido a baixa arrecadação, alguns projetos de reforma começaram a transitar no congresso desde 2015. 

Como parte do último projeto debatido, as novas regras da aposentadoria preveem o fim da aposentadoria por tempo de contribuição, por exemplo. De forma geral, ficaria da seguinte forma:

  • Homens: idade mínima de 65 anos + 20 anos de contribuição.
  • Mulheres: idade mínima de 62 anos + 15 anos de contribuição.

O período de contribuição vai garantir apenas 60% da média dos salários. Para se aposentar com 100% da remuneração (teto do Regime Geral atual é de R$ 5.839,45), as mulheres terão que contribuir por 35 anos e os homens por 40 anos.

Para quem atua no funcionalismo público, é professor, trabalha nas forças armadas as regras também mudam. A Reforma da Previdência tem causado muito debate e dúvidas. 

Além de algumas mudanças serem um pouco complexas, ainda não se sabe como a reforma vai afetar de fato a vida das pessoas. Por isso, o ideal é começar a planejar aposentadoria desde já para não depender da previdência e do governo. 

5 dicas para planejar aposentadoria e ter uma velhice mais tranquila

1. Cuidar da saúde física e mental

Envelhecer bem é sinônimo de envelhecer com saúde. Cuidar da saúde física e mental desde já é fundamental para evitar o desenvolvimento de doenças e para ter disposição até o fim da vida. Além disso, pessoas saudáveis gastam menos dinheiro com medicamentos, tratamentos e conseguem ter mais segurança financeira. 

2. Manter-se atualizado profissionalmente

A expectativa de vida do brasileiro tem aumentado, por isso será natural vermos cada vez mais pessoas mais velhas vivendo e trabalhando ativamente. Manter-se atualizado é importante para quem quer continuar no mercado de trabalho. 

3. Buscar construir uma reserva financeira

Gastar menos do que o necessário para viver vai permitir que você construa uma reserva financeira que lhe proporcionará estabilidade no futuro. Contar apenas com a aposentadoria do INSS pode ser bastante arriscado. Por isso, tente começar a economizar desde já. 

4. Investir em produtos financeiros

Fazer uma reserva financeira não é suficiente para quem pretende continuar tendo uma renda quando parar de trabalhar. Os investimentos geram lucros superiores ao valor da aposentadoria, podendo até fazer com que você consiga adiantá-la.

5. Planejar onde quer passar a sua velhice

Já pensou onde você quer passar a sua aposentadoria? Uma cidade mais pacata no interior ou mesmo uma mudança maior, como ir morar em Portugal após se aposentar. Ter isso em mente é muito importante para o seu planejamento, pois será possível avaliar como será o seu estilo de vida, quanto vai gastar e até se terá que investir em um imóvel, por exemplo.

Gostou das nossas dicas? Continue acompanhando o blog para conferir outros conteúdos como esse.