Conheça a Bolsa de Valores de Londres e veja como investir

A Bolsa de Londres, oficialmente chamada de London Stock Exchange (LSE) é uma opção para quem está procurando diversificar os

saiba mais sobre a bolsa de valores de Londres

A Bolsa de Londres, oficialmente chamada de London Stock Exchange (LSE) é uma opção para quem está procurando diversificar os investimentos e dar os primeiros passos em uma bolsa de valores no exterior.

Isso porque a LSE é a quarta maior bolsa de valores do mundo e a maior da Europa. Ela está atrás apenas das americanas NYSE (New York Stock Exchange), NASDAQ e da Tokyo Stock Exchange

Confira o artigo abaixo e entenda como a Bolsa de Londres funciona e o que você precisa para investir. Aproveite e descubra uma alternativa prática e econômica para enviar dinheiro do Brasil para o exterior com a Remessa Online.

História da Bolsa de Valores de Londres

A Bolsa de Londres foi criada em 1801, sendo a primeira do Reino Unido e a maior da Europa. Em 1973, ela se fundiu com a Bolsa de Valores da Grã-Bretanha e da Irlanda, mantendo o nome original, London Stock Exchange. Em 2007, uma nova fusão ocorreu com a Bolsa de Valores de Milão (Itália), formando o Grupo da Bolsa de Valores de Londres.

E assim como a Bolsa de Valores de São Paulo possui o índice Ibovespa, a LSE possui o FTSE 100. Esse índice é calculado com base nas 100 maiores empresas que possuem ações na Bolsa de Londres, sendo elas britânicas ou não.

Um dos grandes diferenciais de se investir na Bolsa de Londres é que ela possui ações de empresas do praticamente todo o mundo. Isso faz com que os investidores fiquem mais confiantes em ter as ações da sua empresa comercializadas. 

O resultado disso é que além do investidor ter acesso a um volume maior de capital, a liquidez também é maior.

O índice que mede a bolsa de valores de Londres é o FTSE 100.
O índice que mede a bolsa de valores de Londres é o FTSE 100.

Como investir na bolsa de Londres

A Bolsa de Londres pode ser uma opção de investimento, no entanto, será que é possível investir em suas ações? De acordo com a legislação brasileira, desde que as regras sejam respeitadas, qualquer pessoa pode abrir uma conta de investimento no exterior

Acompanhe o passo a passo para começar a investir na Bolsa de Londres.

Abra uma conta no exterior

O primeiro passo para começar a investir na Bolsa de Valores de Londres é abrir uma conta em uma corretora no exterior. Nesse caso, numa corretora que opere na Inglaterra. Os documentos exigidos geralmente são o passaporte, um comprovante de residência, além de extratos bancários e uma carta do banco no qual é correntista no Brasil.

Envie o dinheiro para a conta no exterior

Assim que a conta no exterior for aberta, será necessário enviar o dinheiro que está no Brasil para a nova conta. Utilizando a Remessa Online fica ainda mais fácil investir no exterior. Além de segurança, você ainda pode aproveitar as cotações de câmbio favoráveis e tarifas econômicas.

Agora que a sua conta já está aberta e já tem o dinheiro necessário para conseguir fazer o investimento, basta acessar o sistema da corretora, escolher as ações e começar as fazer as transações na bolsa de Londres.

Fique atento às declarações obrigatórias

O Banco Central do Brasil possui algumas exigências de declaração para quem possui investimentos no exterior. Segundo a resolução 3.854/10 do Conselho Monetário Nacional, tanto as pessoas físicas quanto jurídicas que residam no Brasil e tenham algum tipo de investimento no exterior devem fazer declarações periódicas. 

Essas declarações se aplicam a:

  1. Ações;
  2. Títulos de renda fixa;
  3. capital de empresas;
  4. imóveis;
  5. depósito, dentre outros.

As declarações de capitais devem ser trimestrais para quem possui mais de US$ 100 milhões investidos. Já para aquelas pessoas com US$ 100 mil investidos, as declarações devem ser anuais.

Invista no exterior com a Remessa Online

Para conseguir investir na Bolsa de Londres, será preciso enviar o dinheiro da sua conta bancária no Brasil para o exterior. Esse envio pode ser facilmente realizado por meio dos serviços oferecidos pela Remessa Online. Além da praticidade, o custo de envio cobrado pelas transferências é o mais econômico do mercado, apenas 1,3%.

E você também pode ficar tranquilo ao usar os serviços da Remessa Online porque todo o processo é muito seguro, com todos os dados criptografados.

Para obter mais informações a respeito de investimentos no Brasil e no exterior, continue acompanhando o blog da Remessa Online. Acesse os nossos serviços de transferências internacionais e faça todas as suas remessas sem sair de casa.