Dow Jones Industrial Average: o que é e como o índice é composto?

O Dow Jones Industrial é um importante indicador do mercado financeiro internacional para os investidores. Entenda aqui como é ele composto

Dow Jones Industrial Average

Acompanhar o índice Dow Jones Industrial Average (DJI) é essencial para quem pretende investir nos Estados Unidos. Através dele, investidores do mundo inteiro conferem a cotação das ações das maiores companhias norte-americanas e ainda avaliam o desempenho dessas empresas. 

Para tomar melhores decisões, confira o que é e quais são as empresas que compõem esse índice financeiro. Também descubra a diferença entre o DJI e o S&P 500 e faça bons investimentos. 

O que é o Dow Jones Industrial Average (DJI)? 

O Dow Jones Industrial Average (DJI) é um índice que representa a cotação das ações de 30 empresas norte-americanas, líderes do mercado. Ele foi criado em 1896 pelo jornal The Wall Street Journal, responsável pelo cálculo e acompanhamento até os dias de hoje. 

O Dow Jones é referência no mercado financeiro americano e internacional. Atualmente, o seu desempenho é acompanhado por milhares de pessoas e usado como base para investimentos em fundos de investimentos, derivativos e contratos futuros que movimentam bilhões de dólares diariamente

Devido aos seus registros centenários, o índice também é usado para analisar o comportamento e resultado das empresas ao longo do tempo. E dessa forma, tomar decisões mais seguras. 

o que é o Dow Jones Industrial Average
O Dow Jones Industrial Average (DJI) é composto pelas 30 maiores companhias norte-americanas.

Companhias do índice Dow Jones 

No primeiro ano da sua criação, o Dow Jones era composto por 12 empresas americanas escolhidas pelos editores do The Wall Street Journal

Ao longo do tempo, outras companhias foram incluídas na lista de acordo com seu desempenho do mercado e, atualmente, o índice é formado por 30 companhias líderes do mercado. São elas: 

  • American Express Co
  • Apple Inc
  • Boeing Co
  • Caterpillar Inc
  • Cisco Systems Inc
  • Chevron Corp
  • Coca-Cola Co
  • Exxon Mobil Corp
  • General Electric Co
  • Goldman Sachs Group Inc
  • Home Depot Inc
  • International Business Machines Corp – IBM
  • Intel Corp
  • Johnson & Johnson
  • JPMorgan Chase & Co
  • McDonald’s Corp 
  • 3M Co
  • Merck & Co Inc
  • Microsoft Corp
  • Nike Inc
  • Pfizer Inc
  • Procter & Gamble Co
  • Travelers Companies Inc
  • UnitedHealth Group Inc
  • United Technologies Corp
  • Verizon Communications Inc
  • Visa Inc
  • Wal-Mart
  • Walt Disney Co
  • DowDuPont Inc

Em geral, não há uma metodologia específica para a escolha das companhias. O principal critério usado na seleção do índice é o fato de a empresa ser blue chip, ou seja, líder no seu segmento do mercado. Por isso, empresas como a Microsoft e a Apple estão na mesma lista que empresas centenárias como a Procter & Gamble. 

Contudo, a composição do Dow Jones é alvo de crítica de alguns analistas que defendem que essa escolha “aleatória” pode distorcer a realidade da economia americana. Mesmo assim, o índice é usado como referência por muitos investidores e economistas do mundo inteiro. 

Quais os investimentos mais rentáveis em épocas de crise?

Diferença entre o Dow Jones e o S&P 500 

Como visto anteriormente, o Dow Jones e o S&P 500 são os principais índices de ações que você deve acompanhar ao investir nos Estados Unidos. Através deles, é possível verificar o desempenho do mercado financeiro e das companhias norte-americanas. Contudo, cada um oferece uma informação distinta. 

A composição do índice é a principal diferença entre eles. Enquanto o DJI representa a cotação das ações das 30 maiores companhias americanas, o S&P 500 acompanha 500 empresas de capital aberto do mercado, sejam elas blue chips ou não. 

Outra diferença é em relação ao cálculo usado em cada índice. De maneira simples, o Dow Jones é calculado com base no preço das ações das companhias, mas, por outro lado, o do S&P 500 é feito de acordo com a capitalização das 500 companhias que o compõe.

Invista nos Estados Unidos com a Remessa Online 

Para investir nas ações do índice Dow Jones, é preciso enviar dinheiro para os Estados Unidos de forma rápida, prática e econômica. Nesse momento, a Remessa Online é uma ótima opção para fazer suas transferências internacionais. 

As transferências da Remessa Online são vantajosas porque é cobrada apenas uma taxa de envio de 1,3% sobre qualquer quantia enviada. Além disso, a conversão da moeda é feita pelo câmbio comercial, sem margem de lucro adicional. 

A tarifa bancária custa apenas R$5,90 para envios de até R$2.500 e é gratuita para quantias acima desse valor. As transações da Remessa Online são criptografadas e regulamentadas pelas normas do Banco Central do Brasil (BACEN).

Enviar transferências também é muito fácil. Basta criar uma conta gratuita no site da Remessa Online e informar os dados do beneficiário no exterior. E para descobrir outras oportunidades de investimento, continue acompanhando o blog da Remessa Online.