Investir nos EUA: confira 5 formas

por Andrea Cortes
3 minutos de leitura
Investir nos EUA

Nos últimos anos, investir nos EUA se tornou uma alternativa bastante interessantes e que tem atraído a atenção de estrangeiros de todo o mundo, inclusive os brasileiros. O país oferece um mercado financeiro sólido, estável, com uma moeda forte e aplicações rentáveis para investidores com perfis e orçamento variados. 

Para comprovar isso, selecionamos neste artigo as 5 maneiras de investir o seu dinheiro nos Estados Unidos. Confira!

Investir nos EUA: compra de ações de empresas norte-americanas

Comprar ações de empresas norte-americanas é uma das melhores alternativas de investir nos EUA. Diariamente, as bolsas de valores americanas negociam títulos de grandes companhias como Google, Amazon, Microsoft, Apple entre outras empresas com forte valor de mercado. Isso aumenta as chances de diversificar a carteira de investimentos com empresas consolidadas internacionalmente.

Além disso, os rendimentos das ações também são altos e seguros porque o dólar é uma moeda forte e a economia dos Estados Unidos é estável. Ficou interessado? Pois saiba que os brasileiros podem investir no mercado americano de duas formas: através dos ETFs (Fundo de índice) ou BDRs (Brazilian Depositary Receipts).

Na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) são negociados dois tipos de ETFs: o SPX11 e o IVVB11. Eles replicam o desempenho do índice S&P 500, que reúne as 500 maiores companhias de capital aberto negociadas na Bolsa de Valores de Nova York.

Os BDRs também são negociados na B3. Essa aplicação funciona como um fundo de investimento composto por ações de empresas americanas. No entanto, ao investir em um BDR, você apenas recebe os rendimentos do fundo, e não é o dono das ações.

O que é fundo de capital estrangeiro e como funciona?

Investir em imóveis nos EUA  

O mercado imobiliário em alta, principalmente nos estados de Miami e Flórida, tem atraído investidores de todo o mundo, inclusive os brasileiros. Em Orlando, por exemplo, existem opções de imóveis residenciais, comerciais e até vacation homes, para quem ganhar dinheiro com aluguel de temporada. 

Para se ter ideia, é possível encontrar casas em Orlando a partir de US$ 200 mil. Os preços, claro, variam de acordo com o local e estrutura do imóvel na cidade. Para investir nos EUA com sucesso, é importante ter o apoio de corretores norte-americanos e conhecer bem o mercado imobiliário do país. 

Também deve ser levado em consideração aspectos como tributos para compra do imóvel, assim como os custos de manutenção da propriedade. Para aumentar os ganhos, investidores estrangeiros compram imóveis para alugar por temporada. Assim, ganham uma renda fixa com o aluguel pago em dólares. 

Saiba como trazer ganhos de capital no exterior para o Brasil.

Investir em imóveis nos EUA 1024x685 - Investir nos EUA: confira 5 formas
O setor imobiliário pode ser um investimento com retornos financeiros mais altos e a longo prazo

Fundos multimercados

Outra maneira de investir nos EUA é através dos fundos multimercados. Essa aplicação costuma ser composta por ativos diversos como ações, câmbio, títulos públicos ou de renda fixa, por exemplo. Para garantir uma rentabilidade satisfatória, esse fundo é gerenciado por um gestor especializado. 

Alguns fundos multimercados, como o XP Macro, incluem ações de empresas americanas na sua carteira. Mas é claro, esse tipo de aplicação é indicado para investidores com perfil arrojado ou moderado.

Investir em franquias americanas 

Empreender é uma alternativa arriscada mas que pode gerar um rendimento alto. As franquias norte- americanas são uma ótima opção para reduzir os riscos e ter sucesso no país. Esse modelo de negócio oferece vantagens como plano de negócio, assessoria empresarial e marca conhecida nos Estados Unidos. 

Para começar, é necessário fazer um investimento inicial para comprar a franquia. Após a abertura, o franqueado paga anualmente os royalties do negócio. Uma boa notícia é que os EUA possuem um grande número de franquias brasileiras. Isso, sem dúvida, facilita o processo de investir nos EUA com franquias. 

Cashback em dólar é possível? Descubra aqui! 

Aplicação no programa EB-5 

Atualmente, o programa EB-5 incentiva a entrada de capital estrangeiro para abertura de empresas nos Estados Unidos. Para ter acesso, o investidor deve fazer um aporte inicial de US$ 500.000 para seu novo negócio ou projeto. Além disso, apresentar um plano de negócios que garanta a geração de no mínimo 10 empregos no país. 

O principal atrativo desse tipo de investimento é a oportunidade de empreender em um país com economia sólida e com várias oportunidades de negócio. Além disso, ele garante o visto de permanência EB-5 para o investidor e seus familiares. Com ele, é possível morar, trabalhar e estudar nos Estados Unidos. 

Faculdade nos EUA:
tudo que você precisa para custear essa aventura.
investir em fundos multimercado - Investir nos EUA: confira 5 formas
Outras opções de investimentos são os fundos multimercados e o programa EB-5 , ideal para estrangeiros

Invista nos EUA com a Remessa Online 

Agora que você conhece 5 maneiras diferentes de investir nos EUA, avalie qual é a melhor opção para o seu perfil e necessidades. E se você quer enviar ou receber dinheiro do exterior com rapidez e economia, você pode usar a Remessa Online

Pela plataforma online, é possível enviar e receber transferências internacionais em até 1 dia útil e de forma barata porque a Remessa Online cobra apenas uma taxa administrativa, a partir de 1,3%, por envio e a conversão das moedas é feita com a taxa de câmbio do mercado, sem margem de lucro sobre a cotação.

Ainda, remessas acima de R$2.500 não pagam tarifa bancária, e valores abaixo possuem uma cobrança de R$5,90 por transferência. Além disso, quem recebe dinheiro do exterior não paga tarifa de recebimento. 

Sem contar que todas as transações são criptografadas e reguladas pelo Banco Central do Brasil. Ou seja, mais segurança para as suas transferência internacionais. 

Para enviar sua primeira transferência é muito simples, basta criar um cadastro gratuito na plataforma e informar os dados da remessa. 

Assuntos relacionados