IR 2021: Conheça as diferenças entre declaração conjunta e individual

por Fabiana Lima
3 minutos de leitura
Conheça-as-diferenças-entre-declaração-conjunta-e-individual

Os brasileiros já podem começar a enviar suas declarações de Imposto de Renda. Os cidadãos precisam ficar atentos, pois este ano não haverá prorrogação para o envio da declaração. O prazo para o envio vai até 31 de maio. Muitos brasileiros casados estão em dúvida se enviam a declaração conjunta ou individual.

Se você também não sabe como fazer o envio da sua, continue lendo este artigo. Nele, vamos explicar quais são as diferenças entre declaração conjunta e individual e você vai saber qual deve enviar. 

Imposto de Renda 2021: quais são as diferenças entre declaração conjunta e individual

Os casais têm a opção de fazer suas declarações de imposto de renda em conjunto ou de forma individual. Não é uma regra fazer de uma forma ou outra, apenas cada casal pode escolher qual a melhor forma para seguir. Veja as diferenças entre cada uma delas.

Declaração conjunta

Na declaração conjunta, apenas um dos cônjuges entra como titular e o outro entra como seu dependente, assim como os filhos. A renda dos dois e as despesas dedutíveis previstas pela Receita Federal, são somadas.

Por esse motivo, a declaração conjunta é vista por muitos especialistas como uma vantagem apenas quando um dos cônjuges não possui renda. Isso porque as despesas teriam uma dedução maior do imposto. No caso da soma das rendas, a declaração não entraria em uma faixa de tributação mais elevada. 

Quando um dos cônjuges não possui renda, a declaração conjunta é vantajosa porque a pessoa passa a compor a declaração. Dessa forma, traz deduções e reduz a base de cálculo do imposto.

Declaração individual

Na declaração individual, cada um faz sua declaração separada e apresenta a prestação de contas individualmente. As deduções e rendas são contabilizadas de forma separada. Essa é uma boa opção para casos em que os dois têm renda, porém os gastos que serão deduzidos do Imposto de Renda são poucos. 

Para os casais com poucas despesas dedutíveis, a declaração simplificada é mais vantajosa, pois os dois conseguem aproveitar o desconto de 20% previsto em lei.

Se o casal tem filhos, é preciso escolher em qual declaração o dependente será incluído. Isso porque a inclusão do dependente vai resultar em um abatimento maior do imposto. A Receita Federal não permite que o filho seja adicionado em duas declarações. 

Casais que têm dois ou mais filhos podem incluir cada um em uma declaração, mas se a diferença de renda entre os dois cônjuges for grande, é melhor incluir todos os filhos na declaração de quem ganha mais, assim a dedução será maior.

Quer saber mais sobre a declaração de imposto de renda? Continue acompanhando os posts no blog da Remessa Online.

Assuntos relacionados