Real vs Euro: depreciação do Real

Nesta semana, assistimos uma depreciação do Real frente à moeda europeia de aproximadamente 0,22%. Confira aqui!

Na Europa a situação se assemelha à brasileira, mas com a diferença de que não há esforços contrários ao combate à pandemia, tampouco à vacinação. De todo modo, a situação é preocupante.

Na semana passada, por exemplo, segundo o diretor da OMS para a Europa, Hans Klugeos, novos casos de Covid-19 no continente aumentaram 9% após seis semanas de redução. Com isso, já alcançaram um pouco mais de um milhão.

Apesar da campanha de vacinação ter sido iniciada em dezembro, ainda há muito o que ser feito. E para complicar, ocorreram atrasos no processo de vacinação. A UE já corre, inclusive, para aprovar a Sputnik V, a vacina produzida pela Rússia, de modo a tentar conter o avanço do vírus.

E, curiosamente, chamou a atenção de economistas e analistas a contradição entre discurso e prática. Há anos a preocupação número um da UE tem sido o crescimento econômico. 

Em meio a pandemia, enquanto outras nações iniciaram políticas de estímulo à recuperação, a UE segue em um ritmo aquém do ideal. Gastos públicos limitados e a forte dependência do turismo devem prejudicar ainda mais a recuperação.

Nesse contexto, o Euro abriu o pregão de segunda-feira (1) cotado a R$ 6,7698. Mas na abertura desta sexta-feira (5), a cotação foi de R$ 6,7849. Estamos falando, portanto, de uma depreciação semanal do Real frente à moeda europeia de aproximadamente 0,22%.

Na comparação do Euro com o Dólar (GBP/USD), o Dólar se fortaleceu ao longo da semana. O Euro, portanto, perdeu valor em aproximadamente 0,93%.

Confira o De Olho no Câmbio #111, a relação Real vs Libra Esterlina e do Real vs Dólar.