Travel Card Pré-Pago: O que é? Quais as vantagens?

Vai viajar? Saiba os benefícios de ter um Travel Card pré-pago!

Escolher como levar dinheiro para sua viagem é um dos momentos mais importantes. Entre comprar cédulas físicas, ativar um cartão de crédito internacional ou utilizar traveller checks, as possibilidades podem geralmente confundem o viajante.

Neste artigo, conheça as vantagens de usar um Travel Card Pré-Pago, disponível na BeeCâmbio!

Travel Card Pré-Pago disponível na BeeCâmbio

O funcionamento do Travel Card, um cartão de crédito pré pago internacional, é semelhante à logística dos celulares pré-pagos, em que você faz a recarga de um determinado valor, que será usado para fazer compras.

Travel Card Pré pago é uma ótima opção para compras internacionais.
Travel Card Pré pago é uma ótima opção para compras internacionais.

Para fugir dos valores do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) os cartões pré-pagos podem ser uma ótima opção.

O IOF é o imposto que incide sobre operações de câmbio, crédito, seguros e compra e venda de valores e títulos mobiliários.

Em operações que envolvem moeda estrangeira (câmbio), a alíquota máxima para operações pode ser de até 25%.

As vantagens de ter um Travel Card Pré-Pago

Para usufruir dos benefícios de um Travel Card Pré-Pago, o usuário precisa disponibilizar do valor total dos gastos antes de sua viagem.

Isso pode ser visto como uma desvantagem em relação ao cartão de crédito tradicional, em que o pagamento é feito após um mês e há a possibilidade de parcelamento.

Ao usar o Travel Card, entretanto, você não fica sujeito à variação cambial como ocorre com o cartão de crédito.

O Travel Card Pré-Pago também não possui aprovação de crédito, sendo aprovado automaticamente (alguns cartões pedem um depósito inicial ou o pagamento de uma taxa de adesão).

Essa também é uma boa opção para pessoas que não possuem cartão de crédito, mas desejam comprar em sites internacionais, como o Ebay ou Aliexpress.

Certamente, a principal facilidade de um Travel Card é que ele é aceito em milhares de estabelecimentos do exterior, sendo também possível fazer saques em dinheiro.

O saldo nunca expira e, se você não gastar tudo, vai poder usar quando voltar de viagem em comprar ou ainda sacar em reais.

Usar um Travel Card Pré-Pago em viagens internacionais possui diversos benefícios, entre eles não ficar sujeito à variação cambial.
Usar um Travel Card Pré-Pago em viagens internacionais possui diversos benefícios, entre eles não ficar sujeito à variação cambial.

A recarga pode ser feito de forma fácil, geralmente a partir de boletos, e até mesmo à distância.

Além da praticidade, a segurança também é uma das grandes vantagens do Travel Card. O cartão pré-pago possui mais segurança em relação ao dinheiro em espécie por não chamar atenção.

Isso porque, em uma viagem internacional não é recomendado andar somente com dinheiro em espécie.

Em perda, furto ou roubo, o cartão pré-pago pode ser facilmente cancelado pela Central de Atendimento do cartão e o saldo mantido.

Com ele também é possível manter o controle dos gastos, já que você recarrega um valor específico e pode ficar acompanhando o salto pelo site ou aplicativo do cartão. O IOF é o mesmo do cartão de crédito, ou seja, de 6,38%.

Como escolher seu Travel Card Pré-Pago

Há diversas opções de Travel Card Pré-Pago no mercado. Para escolher aquele que melhor se adapta à sua necessidade é preciso atentar à itens como:

  • Condições para adesão: se é necessário pagar alguma taxa para receber o cartão ou fazer o depósito de um valor mínimo;
  • Tarifas para saques nacionais e internacionais;
  • Tarifas do IOF para compras;
  • Como é feita a recarga do cartão e se há alguma tarifa para isso. Em geral, a recarga é feita por boleto;
  • Se há mensalidade ou taxa de manutenção no cartão;
  • Se há tarifa para o uso internacional;
  • Se há limite de saque por dia;
  • A bandeira do cartão. Em geral, os cartões pré-pagos são da bandeira Visa ou Mastecard, que são as mais aceitas em todo o mundo.

Realmente o Travel Card Pré-Pago é uma ótima opção de levar uma parte do seu capital para uma viagem internacional e ainda ficar livre das variações cambiais e altos valores de IOF cobrados pelos cartões de crédito.

Outras opções para levar dinheiro em viagens ao exterior

Um dilema bastante comum para quem vai viajar ao exterior é em relação qual a melhor forma de levar dinheiro.

Além do cartão pré-pago, que você pode fazer compras e também saques livres de variação cambial, vamos falar dos prós e contras das outras opções. Confira:

Dinheiro em espécie

Trocar o dinheiro para a moeda vigente no país estrangeiro é algo que você precisa fazer, seja ainda no Brasil ou no país de origem em casas de câmbio. Isso porque, vai precisar ter uma quantia para pagar por produtos e serviços que não poderão ser passadas no cartão.

A conversão costuma ser mais vantajosa no Brasil, onde o IOF, ou seja, o imposto sobre a compra da moeda, é de 1,1% (inferior ao do cartão).

A vantagem de levar dinheiro em espécie é que o IOF é mais baixo em relação ao cartão de crédito.
A vantagem de levar dinheiro em espécie é que o IOF é mais baixo em relação ao cartão de crédito.

A desvantagem de levar somente dinheiro em espécie é a falta de segurança, já que você fica suscetível a perdas furtos e roubos e correr o risco de passar apuros no país estrangeiro. Além disso, não é muito prático carregar uma grande quantia de dinheiro.

A Polícia Federal estabelece um limite de R$ 10 mil para levar ao exterior. Caso você queira levar uma quantia acima é preciso declarar o valor.

É preciso ter precaução, pois em caso de perda, roubo ou furto, o dinheiro em espécie não será recuperado.
É preciso ter precaução, pois em caso de perda, roubo ou furto, o dinheiro em espécie não será recuperado.

Assim, uma boa opção é que você troque no câmbio somente o necessário para os primeiros dias e, após isso, fazer o saque no caixa eletrônica no país em que estiver.

Fique de olho que as casas de câmbio possuem cotações diferentes. Fazendo pesquisas, é possível conseguir cotações mais em conta. Também é mais vantajoso ir trocando aos poucos e aproveitar os momentos em que a cotação do real esteja mais alta.

Cartão de crédito internacional

Ainda que você não tenha a intenção de usar, é sempre bom levar um cartão de crédito internacional.

Isso porque, você pode usá-lo em caso de emergências. Além disso, se tiver problemas com perda/ furto ou fraudes, você pode bloquear e pedir o cancelamento de compras que não tenham sido feitas por você.

As desvantagens são que você fica sujeito a flutuações da moeda, ou seja, o valor final da compra vai ser a do dia em que a fatura em que a fatura for fechada.

Leve seu cartão de crédito internacional, que pode ser usado para compras e saques.
Leve seu cartão de crédito internacional, que pode ser usado para compras e saques.

O IOF é de 6,38% (o mesmo também se aplica para os Travel Card Pré-Pago) e também há eventuais taxas cobradas pelo banco em compras no exterior.

Ao voltar de viagem, não é raro que as pessoas tenham dificuldades em colocar as contas em dias. Por isso, é recomendado que o cartão de crédito internacional seja usado só em ultimo caso.

Além disso, se você for usar o cartão em um país que a moeda for diferente do dólar americano, a moeda local será convertida em dólar no momento da compra e, no momento em que a fatura fechar, será realizado o câmbio de dólar para o real.

Levar um cartão de crédito internacional é uma opção para emergências. Contudo, recomenda-se o uso apenas em último caso.
Levar um cartão de crédito internacional é uma opção para emergências. Contudo, recomenda-se o uso apenas em último caso.

Outro ponto que é preciso atentar é que ao detectar transações no exterior, a instituição financeira pode achar que há algo de errado e bloquear sua conta por medida de segurança.

Por isso, o ideal é informar para o banco o período que vai viajar e os países que vai passar. Normalmente, é possível cadastrar as datas e destinos pelo Internet Banking ou aplicativo do cartão de crédito.

Como você viu, o ideal é sempre ter mais de uma opção de capital em sua viagem no exterior. Isso evita que você tenha problemas com pagamentos e fique sem dinheiro em um país estrangeiro.

Assim, levar dinheiro em espécie, enviar para uma conta no exterior, utilizar o cartão de crédito pré-pago (Travel Card) e um cartão de crédito internacional sempre é o mais recomendado.