Aplicativo para receber dinheiro do exterior: como escolher

por Remessa Online
3 minutos de leitura

A procura por serviços de remessas internacionais cresce cada vez mais entre os brasileiros e essa tendência é uma consequência de diversos fatores.

Muitas pessoas buscam por aplicativos para receber dinheiro do exterior para pagamento do trabalho realizado para empresas de fora, por exemplo, uma possibilidade que o home office proporciona a muitos profissionais hoje.

Também é uma demanda para quem precisa receber rendimentos de investimentos no exterior, para quem possui empresas abertas em outros países ou simplesmente para transferir de um amigo ou familiar.

Para suprir com essa necessidade de mercado, muitos bancos tradicionais oferecem hoje o serviço de transferência internacional para competir também com as fintechs, que surgem como uma alternativa mais moderna, fácil e com taxas reduzidas.

Abaixo, comparamos as principais vantagens e desvantagens nos principais aplicativos para receber dinheiro do exterior.

Aplicativo para receber dinheiro do exterior: qual o melhor e quais as melhores taxas?

Para encontrar o aplicativo com a operação de melhor custo-benefício e funcionalidades, é importante comparar todas as opções.

Muitas pessoas preferem contar com os bancos tradicionais em que são correntistas, mas hoje existem diversas opções com taxas mais competitivas, como as oferecidas por fintechs especializadas em remessas internacionais.

Com elas, além de desviar de processos burocráticos, as taxas de transferência costumam ser reduzidas, permitindo mais economia de dinheiro e tempo.

Na Remessa Online, além das tributações obrigatórias de IOF e taxa cambial, é cobrado apenas a taxa administrativa sobre a operação de 1,30%.

Para resolver todas as pendências em relação a pagamento e recebimento do exterior, além de contar com as melhores taxas, é fundamental ter a facilidade de realizar as operações sem sair de casa.

Por isso, apresentamos as principais opções de aplicativos  para receber dinheiro do exterior e como fazer as transferências internacionais do seu smartphone.

aplicativo para receber dinheiro do exterior 1024x683 - Aplicativo para receber dinheiro do exterior: como escolher

Como receber dinheiro do exterior pelo Paypal?

O PayPal é uma plataforma que funciona como uma carteira virtual, muito usado na internet por quem realiza compras on-line, mas também para enviar ou receber dinheiro do exterior. 

Para que seja possível a realização desse serviço, é necessário ter uma conta no PayPal ou no Xoom, que pertence ao PayPal.

Com esse cadastro, é possível fazer remessas de dinheiro do exterior estando fora ou dentro do Brasil.

Ao receber o dinheiro do exterior, ele pode realizar uma transferência do saldo para outra conta bancária que possui ou utilizar o saldo no PayPal para realizar pagamentos on-line (recurso mais usado da plataforma).

Usar o PayPal para receber dinheiro do exterior é fácil, mas é preciso avaliar se as taxas cobradas são vantajosas.

A plataforma cobra uma taxa fixa de operação de 6,40% + tarifa fixa com base na moeda recebida (por exemplo, dólar norte-americano0,30 USD).

Além dessa taxa fixa, é cobrado a taxa de câmbio, que é diária, em que se é adicionada uma margem (spread) de 4,5% paga por quem recebe a remessa.

No Xoom, é possível conferir a relação das tarifas cobradas de acordo com a forma de pagamento (USD).

  • Saldo do PayPal: 4,99
  • Conta bancária: 4,99
  • Cartão de débito: 6,99
  • Cartão de crédito: 6,99

No cartão de crédito, é possível que a empresa cobre ainda uma tarifa por adiantamento de dinheiro.

Como receber dinheiro do exterior pelo Mercado Pago?

O Mercado Pago foi criado pelo Mercado Livre e ficou bastante conhecido pelos usuários na internet pelo marketplace. 

Após todo seu crescimento, o Mercado Pago se tornou uma fintech autorizada pelo Banco Central para fazer operações como uma instituição de pagamento.

É possível usar a plataforma para diversas funcionalidades, como para receber e enviar dinheiro para outras pessoas, para o pagamento de boletos, venda parcelada ou para pagamentos on-line.

Ele funciona como uma plataforma intermediária entre o adquirente, comprador, bandeira e banco do cartão, oferecendo uma solução completa como é semelhante ao que o PayPal e Picpay proporcionam.

No entanto, o Mercado Pago ainda não possui o recurso de realizar operações internacionais.

Para receber dinheiro do exterior através desse aplicativo é necessário contar com plataformas como a Remessa Online, que realizam a operação de transação internacional e permite que o usuário transfira o saldo para outras contas.

Como receber dinheiro do exterior pelo Picpay?

O PicPay é uma fintech que oferece soluções modernas de pagamentos para quem deseja ter uma alternativa aos bancos tradicionais. 

Na plataforma, é possível cadastrar um cartão de crédito ou débito para realizar pagamentos on-line e para transferir para outras pessoas físicas ou jurídicas.

Como uma carteira digital, é possível juntar um saldo na conta para usar de diversas formas, podendo transferir para sua conta bancária sempre que você desejar.

Os principais recursos usados no PicPay são para realizar pagamentos, receber, parcelas de compras e PicPay Store (recargas de celular, assinatura de jogos, serviços de streaming etc).

Como desvantagem, assim como no Mercado Pago, ainda não é possível receber uma transferência internacional diretamente em sua conta do PicPay.

Para isso, é possível contar com plataformas que fazem a remessa internacional, como a Remessa Online, que agiliza o processo de transferência do exterior tornando possível receber pagamentos de outros países em até 2 dias e com as melhores taxas.

Receber dinheiro do exterior Nubank?

O Nubank é um dos bancos digitais mais populares hoje em dia pela facilidade de uso, não sendo à toa que se tornou um enorme caso de sucesso entre as startups brasileiras.

No entanto, ainda não é possível receber dinheiro do exterior diretamente na conta do roxinho. Para que isso seja possível, é necessário contar com o apoio de uma plataforma que faça a intermediação da transferência, como o caso da Remessa Online.

Para isso, basta realizar um cadastro na plataforma para receber o pagamento do exterior e cadastrar os dados da conta do Nubank para retirar o saldo.

Para resgatar o saldo, também é muito simples. A transferência acontece como um TED comum.

Receber dinheiro do exterior a partir de bancos tradicionais

como escolher aplicativo para receber dinheiro do exterior 1024x683 - Aplicativo para receber dinheiro do exterior: como escolher

Os bancos tradicionais ainda são a primeira opção de muitas pessoas que preferem contar com o apoio de instituições já consolidadas no Brasil e exterior.

Elas são boas opções para quem se sente inseguro com plataformas alternativas, pela reputação e credibilidade de anos de mercado.

No entanto, para quem precisa receber mensalmente do exterior, no fim das contas, as taxas cobradas por essas instituições começam a pesar no bolso. 

Além das tarifas altas, os bancos tradicionais são conhecidos por serem mais burocráticos. Confira a seguir um resumo dos principais bancos que realizam remessa internacional e as taxas cobradas.

Como receber dinheiro do exterior pelo Banco do Brasil?

O Banco do Brasil é uma das instituições financeiras mais conhecidas no Brasil, por isso possui bastante autoridade e transmite bastante segurança quando se trata de operações internacionais.

Para receber dinheiro do exterior através do App do Banco do Brasil é necessário contar com a solicitação do recurso na agência em que você é correntista.

O BB cobra uma tarifa de 1% sobre o valor da transferência, com valor mínimo de R$90 e máximo de R$250 sobre o valor do recebimento.

Além disso, o banco também cobra o valor de R$17 para o DOC/TED na transferência, além do IOF e outras taxas administrativas que podem ser cobradas.

Para receber em dólar do exterior pelo BB, é necessário que o remetente informe dados como o nome completo do beneficiário, endereço no Brasil, código Swift, código IBAN, número da agência e conta bancária.

Caixa

Para receber do exterior através da Caixa Econômica Federal, o processo é simples. É necessário informar para o remetente, para a transferência, todos os dados completos da conta no Brasil.

Assim como no Banco do Brasil, ocorre o desconto de 1% do valor da operação, com valor mínimo de US $20 ao máximo de US $100.

Uma possibilidade também é usar a Remessa Online para a operação e realizar o resgate do saldo oferecendo os dados bancários da Caixa ou outro banco.

Itaú

Para receber do exterior através do aplicativo do Itaú, é necessário ter essa opção ativa para a sua conta e compartilhar seus dados bancários com o remetente.

É importante saber que o banco cobra uma tarifa sobre o valor de transferência de R$140 a R$200 reais, além de outras taxas como IOF.

O remetente deve informar o nome completo do beneficiário, agência, conta ou código do IBAN e código SWIFT.

Bradesco

O Bradesco é também um dos bancos brasileiros tradicionais que oferece a possibilidade de seus clientes receberem do exterior. Assim como os outros citados, ele também cobra taxas e tarifas sobre a operação.

No Bradesco, em toda transação internacional é taxado o valor de até US $100, variando de acordo com a quantia por transferência.

Os dados básicos que devem ser enviados aos remetentes incluem dados da conta, do beneficiário, código Swift, finalidade da transferência e banco correspondente.

Santander

Para receber dinheiro do exterior pelo Santander, é importante também conferir as taxas e tarifas de remessa internacional, pois assim como as outras instituições, existem uma taxa administrativa cobrada na operação com porcentagem sobre o valor da remessa.

Para fazer a transferência, você precisa informar o código Swift de remetente e beneficiário, número da conta e dados pessoais do beneficiário.

Como declarar no imposto de renda dinheiro recebido do exterior?

No Brasil, as transações internacionais não estão livres de tributação. Por isso, é necessário aprender corretamente como deve ser feita a declaração do Imposto de Renda para não ficar em dívida com os impostos cobrados pela Receita Federal. 

O passo a passo, de modo geral, é simples.

  1. Instale em seu smartphone ou computador o Programa Gerador de Declaração DIRF da Receita Federal do ano em vigência;
  2. Após instalado, abra o programa e clique na seção Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física e do Exterior;
  3. Em seguida, clique na aba Outras informações;
  4. Faça a conversão do valor recebido em dólares dos Estados Unidos considerando o valor do dólar fixado pelo Banco Central na PTAX do dia 31 de dezembro do ano do exercício;
  5. Faça a conversão do valor recebido para reais e preencha todos os campos de cada mês com a quantia recebida, respectivamente;
  6. Confira todos os dados declarados no IR e clique em enviar.

É de responsabilidade de cada pessoa realizar a declaração do IR do dinheiro recebido de outros países, mesmo quando o valor recebido não está dentro da faixa de renda estabelecida pela Receita Federal.

Para tirar todas as dúvidas, consulte uma assessoria especializada em suporte na declaração do IR.

RDE-ROF e RDE-IED

Em alguns casos específicos de recebimento de dinheiro do exterior, além da declaração do IR na Receita Federal, é necessário também a declaração de Registro Declaratório Eletrônico (RDE) gerida pelo Banco Central do Brasil.

Esse tipo de declaração se divide em dois tipos, RDE-ROF e RDE-IED, e ambos devem conter as informações que são declaradas também no IR. 

Em caso de divergência de informações, a pessoa física ou jurídica pode ser penalizada.

RDE-ROF

O RDE-ROD, Registro Declaratório Eletrônico – Registro de Operações Financeiras, é uma declaração obrigatória feita no sistema do Banco Central.

Ela é obrigatória para operações que envolvem capitais de crédito externo concedido a pessoas físicas ou jurídicas que residem no Brasil.

Os exemplos mais comuns envolvem os empréstimos diretos, financiamento à importação, títulos e recebimento de exportações antecipado.

Outra situação que exige o RDE-ROD são os registros de capitais relacionados a arrendamento mercantil operacional, aluguel e afretamentos e royalties.

RDE-IED

O RDE-IED, Registro Declaratório Eletrônico – Investimento Estrangeiro Direto, é obrigatório para todas as empresas (pessoas jurídicas) que recebem aportes ou capital do exterior.

Conclusão

Escolher um aplicativo para receber dinheiro do exterior, seja em dólar ou em outra moeda, é a forma mais fácil e prática de realizar transações internacionais para fugir de filas e papelada em agências físicas.

Além de evitar taxas abusivas e burocracias, com os aplicativos e plataformas que apresentamos, você consegue receber do exterior em poucos dias.

Com a Remessa Online, é possível receber dinheiro do exterior em até 2 dias úteis com tarifas vantajosas para você.

Não é necessário ter receio de usar os aplicativos para realizar transações internacionais. As plataformas que listamos, como outras opções disponíveis no mercado, apresentam hoje certificados SSL (Secure Socket Layer), que garantem a proteção de dados e das atividades financeiras realizadas.

Por isso, na hora de comparar qual o melhor app para você, o ideal é considerar os prós e contras em relação a funcionalidade, rapidez, transparência em relação as tarifas e as menores taxas no mercado.

Conheça o Remessa Online e saiba como receber dinheiro do exterior com melhores tarifas e prazos.


Assuntos relacionados