Transferência bancária entre bancos diferentes: como fazer?

DOC, TED ou PIX? Entenda qual a melhor opção para transferência bancária entre bancos diferentes e como fazer!

Saiba como realizar uma transferência bancária entre bancos diferentes

Realizar uma transferência bancária entre bancos diferentes costuma gerar algumas dúvidas para muita gente.

São dúvidas até para quem já costuma usar o internet banking para pagar boletos, clientes, amigos, familiares e realizar compras on-line.

Isso porque existem bancos que cobram tarifas na transferência e outros não. Também existem tipos de transferências que podem ser instantâneas e outras modalidades que demoram mais.

Pensando nisso, o post a seguir é destinado a quem quer praticidade e saber a melhor forma de fazer transferência entre bancos diferentes ou iguais. 

Transferência bancária entre bancos diferentes: como funciona, como fazer, qual é forma mais rápida e mais barata?

Atualmente, as principais opções de transferência para bancos diferentes ocorrem por DOC e TED e ambas possuem vantagens e desvantagens.

O que torna essas opções pouco vantajosas hoje em dia é que ainda existem bancos que cobram taxas altas de transferência para bancos concorrentes.

A grande maioria das agências possibilitam a transferência gratuita apenas para contas de bancos iguais.

Além disso, a maioria dos bancos mais tradicionais permitem a transferência apenas nos dias úteis e até às 17h.

Assim, ao fazer um TED após às 17h, de qualquer forma o valor só será efetuado a outra conta no dia seguinte.

Para transferências de caráter mais de urgência, o ideal é realizar as transferências que acontecem de forma imediata, como TED, transferências para o mesmo banco ou PIX.

Se houver limitação de horário para TED, como vimos, o PIX pode ser mais vantajoso.

Agendamentos de pagamentos de salários, boletos e contas menos urgentes, a transferência pode ser feita a partir de DOC, por exemplo, que pode levar mais tempo.

Ao longo do conteúdo, explicamos as principais vantagens de cada tipo de transferência: TED, DOC ou por PIX e buscamos responder como todas funcionam, qual é a mais barata e mais rápida.

A partir disso, você consegue comparar qual a melhor opção para cada situação ou tipo de investimento.

Como transferir dinheiro entre bancos diferentes?

A transferência bancária entre diferentes bancos pode ser feita através do internet banking (pelo aplicativo do banco), na agência bancária ou através de caixas eletrônicos. A forma mais usada hoje é através dos apps, pela facilidade.

No aplicativo, ao acessar, você deve ter como opção as transferências para o mesmo banco e para outros bancos.

Com essa opção, você pode optar por realizar um DOC ou TED. Atualmente, outra opção é o PIX, que realiza transferências na hora.

Algumas agências oferecem a opção de emitir um boleto de cobrança também, o que é interessante como alternativa na hora de transferir algum valor.

Assim, é possível realizar a transferência apenas com o boleto ou Qr Code gerado, sem precisar dos dados pessoais ou bancários da pessoa que vai receber.

Na hora de transferir um dinheiro, é importante ficar atento ao valor limite que o banco determina por transferência ou limite diário.

Dependendo da quantia, pode ser necessário realizar um cadastro prévio para liberação da agência.

Essa etapa burocrática é uma forma de reduzir os riscos de fraude e tornar mais seguro o processo de transferência bancária entre bancos diferentes.

TED: o que é e como funciona?

A Transferência Eletrônica Digital ou simplesmente TED é uma operação financeira disponibilizada pelos bancos para permitir que o dinheiro seja transferido de uma conta para a outra e o valor caia no mesmo dia.

Essa é a principal diferença do DOC, que permite transferências agendadas para o dia seguinte.

Com TED, é possível fazer transferências de valores mais altos, o que exige ainda maior cuidado para não errar os dados da conta para evitar que seja enviada para pessoa errada.

É possível realizar a TED a partir de qualquer banco, por aplicativos, caixas eletrônicos e atendimentos presenciais na própria agência.

Assim como em outras modalidades de transferência, é necessário ser cliente e possuir uma conta em uma instituição financeira para conseguir fazer movimentações bancárias.

Antes de começar a transferência por TED, é importante prestar atenção ao saldo disponível e conferir sempre os valores e os dados pessoais de quem vai receber o valor, tais como:

  • Número da agência da pessoa ou empresa;
  • CPF ou CNPJ da pessoa física ou jurídica beneficiada na transferência;
  • Número da conta bancária.

Alguns bancos podem solicitar mais dados que outras, isso depende muito de cada instituição.

Muitos bancos dividem DOC e TED também pelos titulares. Ou seja, é possível realizar um TED para transferência bancária entre bancos diferentes de uma mesma pessoa.

Outras características importantes sobre TED é que ela possui limite diário no valor de R$50.000,00 e que não é possível pedir estorno.

Ou seja, por isso é tão fundamental ficar de olho nos dados da transferência, pois os valores em TED podem ser altos e acabarem indo para uma outra pessoa.

O cancelamento só é possível através do contato direto com o banco e em duas situações: 

  • Erro nas informações e dados bancários do destinatário;
  • Se a transferência foi agendada para o dia útil seguinte, fora do horário comercial.

Em alguns casos, quando os dados estão incorretos, o valor do TED é estornado naturalmente.

Quanto tempo demora TED  entre bancos diferentes?

A transferência bancária entre bancos diferentes por TED geralmente cai no mesmo dia que o titular faz a operação. 

Quando a TED é feita antes das 17h da tarde, pode demorar cerca de 30 minutos para cair na conta do beneficiado.

Algumas agências podem levar um tempo maior ou menos para que o dinheiro seja transferido.

Se o dinheiro é transferido após às 17h ou em dia de final de semana, o valor só cairá em conta no dia útil seguinte.

Diante de algum atraso incomum, é importante verificar alguns pontos como o que explicamos abaixo.

Por que o TED não caiu?

Se você realizou uma TED para outra pessoa ou está esperando que o dinheiro caia na sua conta, esteja atento aos problemas que podem interferir para que o valor não seja depositado no mesmo dia:

  • Horário comercial: se a transferência for realizada após às 17h, ela só deve cair no dia útil seguinte à operação;
  • Finais de semana: se a TED for realizada durante os sábados e domingos, ela só deverá cair na segunda-feira. Por isso, esteja atento aos finais de semana e feriados, pois esse tipo de transferência só é efetuada em dias úteis e em horário comercial;
  • Dados incorretos: antes de confirmar a TED, confira se todos os dados bancários estão corretos. Se algum dado estiver incorreto, o valor pode estornar para a sua conta em até 1 dia útil, mas em alguns casos pode ser que o valor seja transferido para outra pessoa por erro nos dados. Confira sempre mais de uma vez o nome, CPF e dados da agência;
  • Agendamento TED: não é muito comum as pessoas usarem TED para agendamento, mas os bancos oferecem como opção escolher uma data para que o valor caia em conta. Se o valor está demorando para cair, confira se o valor não está agendado;
  • Instabilidade bancária: às vezes, o erro na transferência ocorre por instabilidade no sistema bancário ou no aplicativo do banco, por exemplo. Nesses casos, procure entrar em contato com o banco para conferir quando tudo deve se estabilizar.

O que fazer quando o TED não cai?

Ao notar que a transferência TED não caiu, confira se pode ter sido por consequência dos pontos acentuados acima, como instabilidade bancária, por ser um dia não útil, horário da transferência e dados incorretos.

Ao conferir todas as possibilidades que podem fazer com que o TED atrase ou não caia e mesmo assim não conseguir identificar o problema, entre em contato com a sua agência bancária.

É possível ter suporte através dos canais de atendimento on-line, pessoalmente ou por telefone.

O mais prático  a se fazer, primeiramente, é buscar suporte pelos canais on-line, que também costumam dar suporte de forma rápida e fácil para solucionar o problema.

DOC: o que é e qual a diferença para uma TED?

O DOC, ou Documento de Ordem de Crédito, é uma operação financeira usada para transferir valores de uma conta bancária para outra, permitindo o envio de dinheiro para contas da mesma instituição ou contas de bancos diferentes.

As principais diferenças entre DOC e TED são o valor e tempo para concluir a operação.

De modo geral, por TED, é possível transferir quantias mais altas em dinheiro do que no DOC.

Em DOC, a transferência também não é imediata. O tempo para que o valor caia na conta é de um dia útil após a transferência. No TED, o valor deve cair no mesmo dia.

Essa é uma boa opção para transferir quantias pequenas e que não são urgentes.

Quanto tempo demora a transferência DOC entre bancos diferentes?

O DOC em uma transferência bancária entre bancos diferentes ou iguais tem o tempo de compensação de até um dia útil quando realizado em horário comercial.

Fora do horário comercial, em finais de semana ou feriados, o tempo para conclusão da transação pode ser de até dois dias úteis.

Da mesma forma que TED, uma transferência DOC também pode ser cancelada. No entanto, o tempo de estorno pode demorar até 2 dias para retornar a conta.
Para isso, é necessário entrar em contato com o banco.

O que é mais barato: TED ou DOC?

Transferência bancária entre bancos diferentes sem tarifa

De modo geral, os bancos cobram as mesmas tarifas para as duas opções, mas isso pode variar de acordo com o banco ou a opção de transferência.

Apesar de ser mais incomum essa opção por TED ou DOC, alguns bancos podem também isentar a tarifa de transferência para outros bancos dependendo do seu tipo de conta.

Normalmente, as tarifas são mais baixas quando a transferência é realizada pela internet ou aplicativo. Pessoalmente ou no autoatendimento, o valor cobrado costuma ser mais alto.

O mesmo pode valer para saques. Alguns bancos cobram pequenas tarifas para o saque em caixas eletrônicos, por isso é mais vantajoso usar o cartão ou realizar o débito automático para efetuar pagamentos no dia a dia.

O valor cobrado na transferência para outros bancos, por DOC ou TED, costumam variar de R$8 a R$10 por transferência.

Em transferências para o mesmo banco, a tarifa pode ser isenta ou com um valor reduzido, com taxas de R$1 a R$2, por exemplo.

Algumas cestas bancárias oferecem transferências ilimitadas sem cobrança de tarifas,mas nesses casos, é comum pagar um valor de manutenção da conta mensalmente, o que pode não ser vantajoso para quem usa o banco para transferências mais eventuais.

Qual transferência não paga taxa?

Algumas transferências de banco para o mesmo banco são gratuitas, assim como as realizadas através de PIX.

No entanto, é possível encontrar hoje bancos digitais que oferecem opções de transferências imediatas de forma gratuita  ou com tarifas bem reduzidas.

Transferência de banco para o mesmo banco

Alguns bancos oferecem como benefício para os correntistas a possibilidade de realizar transferências limitadas ou ilimitadas sem custo.

PIX

O PIX é um serviço digital criado pelo Banco Central do Brasil para facilitar pagamentos e transferências imediatas de forma mais prática e com baixo custo.

Por ser administrado pelo Banco Central, não é exclusividade de uma instituição bancária privada. Por isso, você deve ter se deparado já com essa opção de transferência no seu banco, independente de qual seja ele.

Para usar o PIX, é necessário cadastrar uma chave única para identificar a conta do usuário.

Isso facilita a transferência entre bancos diferentes, pois não é necessário informar dados pessoais como CPF, CNPJ e número da conta, por exemplo.

A transferência por PIX pode ser feita através do aplicativo do banco. 

Conclusão

Nesse artigo, reunimos as principais formas de realizar transferência bancária entre bancos diferentes, com opções para quem tem pressa.

Para compensação no mesmo dia, o TED e PIX são as melhores opções. Para agendar pagamentos, o DOC também é uma boa alternativa.

Mas, como alternativa às tarifas cobradas em TED ou DOC, uma opção é conhecer o PIX, como vimos anteriormente.

Dependendo do tipo de transferência, urgência ou valor, uma opção pode ser mais vantajosa que outra. Qual é o melhor tipo de transferência para você?

Precisa transferir para o exterior? Confira as soluções da Remessa Online

Através da Remessa Online, você realiza transferências para pessoa física e jurídica para o exterior de forma descomplicada, segura e rápida.