Como fazer check-in e se organizar para o embarque

saiba como fazer check-in

Apesar de ser um procedimento simples, é fácil algumas pessoas perderem o horário do voo ou deixarem de embarcar porque não têm todos os documentos em mãos. Então, como facilitar a realização do check-in? Vamos apresentar as dicas neste post. Veja!

Quando você viaja de avião, precisa fazer check-in, um procedimento simples e realizado até mesmo em embarques domésticos. A ideia é garantir a segurança dos passageiros e ter certeza de que todos têm a passagem correta.

A questão é que mesmo sendo um procedimento simples, muitas pessoas se enrolam na hora do check-in porque não prestam atenção em detalhes simples. Eis o segredo para não se complicar num check-in: atenção.

O que é check-in?

O check-in é um procedimento de confirmação de entrada no voo. Ele é o primeiro passo para viajar e consiste na entrega de documentos para comprovar sua presença. Dessa forma, você assegura seu assento, emite o cartão de embarque e se apresenta ao balcão da companhia aérea.

Em seguida, sua bagagem será etiquetada e despachada. Por sua vez, as malas de mão serão identificadas e mantidas com você. Por esse motivo, o ideal é fazer o check-in 1 hora antes do voo doméstico ou com 2 horas de antecedência nos internacionais.

Está com viagem e marcada ou pretende viajar de avião? Veja nesse artigo dicas que vão facilitar sua forma de fazer check-in e se organizar antes dele.
Você pode fazer seu check-in presencialmente no aeroporto ou online.

Quais são as formas de fazer check-in?

Há alguns anos, a única forma de se apresentar à companhia aérea era pessoalmente. Hoje, a tecnologia permitiu realizar o check-in de outras formas. Existem 3 principais e mais alguns meios alternativos.

Check-in Online

Consiste em acessar o site da empresa de aviação e validar seus dados pessoais na área específica de check-in. O cuidado é com o prazo a ser cumprido. Normalmente, é exigido realizar o procedimento 24 horas antes do voo. Depois, é só levar o código da reserva e despachar a bagagem no dia da viagem.

Balcão da companhia

É o modelo mais seguro para quem não quer correr riscos. Nesse caso, você se dirige até o balcão de atendimento e apresenta os documentos solicitados. A atendente fará a confirmação e emitirá o cartão de embarque na hora.

Totem

Está disponível no próprio aeroporto e é uma alternativa para quem não fez o check-in online, está em cima do prazo limite e precisa enfrentar uma grande fila para falar com a atendente da companhia aérea. No totem, você informa os seus dados pessoais e da passagem e imprime o bilhete de  embarque.

Meios alternativos

Percebendo as novas necessidades dos clientes, as companhias aéreas também começaram a oferecer meios alternativos. Um deles são os aplicativos. Com eles, você faz o check-in em até 90 minutos antes do voo.

Outra opção é o SMS. Nesse caso, você envia uma mensagem de texto para o número indicado pela companhia aérea, responde com os dados solicitados e recebe um link para o cartão de embarque.

Ainda pode ser usado o Twitter e até o reconhecimento facial. Tudo depende das opções disponibilizadas pela companhia aérea.

Quais documentos são necessários para fazer check-in em viagens nacionais e internacionais?

Para fazer check-in, você precisa apresentar alguns documentos. Eles variam conforme o tipo de voo, ou seja, se é doméstico ou internacional. Em relação ao primeiro caso, você deve ter em mãos o documento original com foto. Aqui, também vale a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital.

No caso de viagens internacionais, você deve fazer check-in com o passaporte. O documento deve ter validade de, pelo menos, seis meses. Para países do Mercosul ou que têm acordo de viagem com o Brasil — caso de Uruguai, Argentina, Bolívia, Paraguai, Venezuela e Chile —, é possível usar:

  1. RG; 
  2. Registro de Identidade Civil (RIC);
  3. Cédula de Identidade de Estrangeiro expedida pela Polícia Federal (RNE).

Na hora de preencher o formulário, você também terá que acrescentar outros dados, como nome da mãe, telefone de um conhecido para situações de emergência e se tem alguma deficiência. Para voos internacionais, o visto pode ser solicitado.

Para crianças, é preciso apresentar a certidão de nascimento. Se ela for acompanhada de apenas um dos pais, avalie as exigências da Vara da Infância e da Juventude do local de embarque para evitar imprevistos. Adolescentes podem viajar sozinhos, desde que sejam observadas as exigências legais.

Verifique quanto tempo antes do voo a companhia aérea que você escolheu estipula para a realização do check-in.

Como se organizar antes de realizar o check-in?

A melhor forma de fazer o procedimento é seguir as regras da companhia aérea. Dessa forma, você confirma sua presença no voo sem ter problemas e evita a perda do horário de embarque. Então, que dicas seguir? Listamos as principais.

Verifique o tempo de antecedência para o check-in

O check-in no balcão, no totem, online ou por qualquer outro meio deve ser feito de forma antecipada. Para voos domésticos, é preciso fazer, pelo menos, uma hora antes — essa recomendação pode mudar conforme a companhia aérea.

Para viagens internacionais, o comum é exigir a chegada duas horas antes. Nos meios alternativos, a tendência é que a antecipação seja maior, a fim de que o procedimento seja compensado a tempo.

Confira o limite de bagagens de mão e despachadas

O passageiro precisa cumprir esse critério a título de segurança. Desse modo, o peso máximo de decolagem do avião é atendido, de acordo com as regras e ações preventivas.

Em voos domésticos, a mala deve ter peso máximo de 10 kg. Se ficar acima disso, a bagagem deverá ser despachada.

Aqui, é preciso considerar o teto de peso de 23 kg. Se ultrapassar essa quantia, será cobrado o excesso no momento do check-in. A base será de 0,5% da tarifa cheia por quilo extra. Para voos internacionais, o limite é de 32 kg.

Outra prerrogativa permitida para a companhia aérea é negar o transporte da bagagem excedente e encaminhá-la em outro voo. Por sua vez, os itens especiais, como instrumentos musicais e artigos esportivos, devem ser incluídos na franquia.

Por outro lado, o valor da bagagem aumenta a partir da segunda mala e quando não é feito de forma antecipada. O período varia conforme a companhia aérea. Assim, pode ser de até 3 horas ou 6 horas antes do voo.

Atente ao fuso horário

A realização do check-in deve seguir o horário local. Os sites das companhias aéreas e os bilhetes sinalizam o horário na origem e no destino. Em caso de dúvidas, consulte a empresa.

Confira o cartão de embarque

O ato de fazer check-in exige a impressão do cartão de embarque e seu direcionamento ao portão indicado, se você estiver apenas com bagagem de mão. Se precisar despachar alguma mala, siga para o balcão da companhia para fazer o procedimento e se apresentar no horário correto.

Siga o horário do voo

O passageiro deve atentar ao horário correto da viagem e a possíveis alterações, informadas nos monitores instalados nos próprios aeroportos. O site da Infraero também apresenta as chegadas e as partidas, assim como o aplicativo Infraero Voos Online.

Informe os objetos de valor

As joias e os aparelhos eletrônicos, além de outros objetos de valor, devem ser evitados, especialmente nas malas despachadas. Se for realmente necessário, é possível declarar o valor dos bens no check-in. Basta solicitar e preencher o formulário indicado.

Nesse caso, a empresa se responsabiliza pelos bens declarados a partir do pagamento de uma taxa cobrada na confirmação deles. Os valores devem ser consultados.

Cuide com o raio-X

No momento de passar pelo raio-X, você deve garantir que as bagagens de mão tenham somente objetos permitidos. São proibidos os cortantes e perfurantes, como tesouras de unha, canivetes e mais. Lembre-se ainda de tirar todos os itens de metal dos bolsos para passar pelo detector de metais.

Depois de fazer tudo isso, é só esperar para viajar. Afinal, você já fez o check-in, garantiu seu horário e se organizou, de acordo com as dicas deste post. Agora é só relaxar e aproveitar seu destino.

Gostou das sugestões para fazer check-in e pretende fazer uma viagem? Veja de que forma fazer o planejamento para levar dinheiro em sua viagem!

Vai viajar para o exterior? Saiba como a Remessa Online pode te ajudar a enviar dinheiro ao exterior para facilitar trâmites como hospedagem e outros pagamentos.

Resumindo:

Como fazer check-in online?

O procedimento é feito pelo site da companhia aérea, de acordo com as exigências da empresa. É necessário realizar o check-in dentro do prazo estipulado.

Como fazer check-in por outros meios?

Em qualquer companhia aérea, é possível realizar a confirmação online, no balcão, por totem e meios alternativos, como Twitter, aplicativos e SMS.

O que precisa para fazer o check-in?

É necessário entregar alguns documentos e o passaporte, se a viagem for internacional. Além disso, crianças devem ter certidão de nascimento e outras exigências legais, quando for o caso.