Aprenda como a calcular corretamente o Gross Up

Você já ouviu falar em gross up? Neste artigo, entenda como esse cálculo ajudará a tomar decisões de investimentos.

Gross Up: homem usando calculadora

Para ter o máximo de rentabilidade nos investimentos, é importante conhecer diferentes conceitos. Um deles é o gross up, uma técnica de análise de investimentos que prevê a atribuição de tributos a ativos que são isentos.

Essa estratégia é diferente e pode até soar estranha. No entanto, é fundamental para tomar decisões acertadas e alcançar a máxima valorização da sua carteira.

Tem interesse em saber mais? Neste post vamos explicar melhor o conceito e mostrar por que você precisa entendê-lo. Acompanhe!

O que é gross up?

O gross up é um cálculo que facilita a obtenção do valor líquido alcançado em investimentos. Para isso, é descontado o efeito dos impostos em valores brutos. Com isso, fica mais fácil analisar aplicações financeiras com diferentes rentabilidades e decidir qual é a melhor.

Apesar de ser muito usado no mercado financeiro, o conceito também é aplicável a outras situações, como o pagamento realizado a altos executivos. Nesse caso, o objetivo é igual, ou seja, fazer uma comparação para definir a melhor opção.

Ao implementar o gross up no cálculo, você torna comparáveis um ativo incidente de Imposto de Renda (IR) e outro isento. O resultado sinaliza as diferenças no retorno das aplicações financeiras.

Geralmente, esse cálculo é utilizado para analisar os títulos de renda fixa e alguns fundos de investimento. A partir dele, é possível saber, por exemplo, se uma LCA com retorno de 92% do CDI é melhor do que um CDB a 110% do CDI.

Nesse caso, a LCA é isenta de IR. Por sua vez, o CDB sofre a tributação. Com o cálculo, é possível chegar à resposta.

Quais são as vantagens do gross up?

Ao aplicar um valor fictício de impostos, você tem a chance de fazer uma comparação mais clara, que ajudará a tomar decisões. Dessa forma, o cálculo contribui para a potencialização dos investimentos.

Outro fator positivo é a possibilidade de analisar sua carteira de investimentos. Com o gross up, você nivela os investimentos e aplica uma base comparativa para ver se é preciso diversificar mais.

Como calcular corretamente o gross up?

Existem duas formas para calcular o gross up. Para pagamentos, você pode usar a fórmula:

Valor bruto = valor líquido / (1 – impostos)

Para a rentabilidade de investimentos — que é o que interessa neste post —, o cálculo deve ser feito da seguinte forma:

Rendimento com gross up = rendimento bruto / (1 – IR)

A taxa sempre deve ser transformada para números decimais. Voltando ao exemplo anterior, vamos calcular a LCA com retorno de 92% do CDI e o CDB a 110%.

Assim, vamos aplicar a fórmula na Letra de Crédito do Agronegócio, que é o investimento isento de IR. Você pode considerar qualquer taxa de IR. Nesse exemplo, usaremos 15%. Desse modo, o cálculo fica da seguinte forma:

Rendimento com gross up = 0,92 / (1 – 0,15)

Rendimento com gross up = 0,92 / 0,85

Rendimento com gross up = 1,082

Para transformar o resultado em porcentagem, basta multiplicar por 100. Nesse caso, o resultado da LCA seria equivalente a 108,2% do CDI. Portanto, o CDB ainda traria um resultado um pouco melhor. Ainda assim, você soube que esse título privado só ganha da Letra de Crédito se ficar acima de 108,2% do CDI.

Ficou mais claro? Você ainda pode fazer o mesmo processo para toda a sua carteira. Com isso, fica mais fácil entender qual é o rendimento realmente obtido.

Por que alguns ativos são isentos?

Alguns ativos da renda fixa são isentos de IR como forma de incentivar a alocação de recursos. Essa é uma estratégia do governo federal para captar recursos para alguns setores específicos. Por isso, é uma forma de execução das políticas públicas.

A partir do momento que os ativos são isentos de IR, eles se tornam mais atrativos. Atualmente, as aplicações financeiras sem tributação de IR são:

  1. Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e Imobiliária (LCI);
  2. Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) e Imobiliária (CRI).

Além destes investimentos, você ainda tem a chance de investir no exterior. Apesar de ser aplicada uma tributação, o retorno potencial tende a ser maior. Essa também é uma forma de diversificar ainda mais sua carteira.

Para fazer essas operações internacionais, você precisa de uma plataforma de transferências. Com a Remessa Online, você recebe e envia dinheiro ao exterior com a melhor taxa administrativa do mercado (a partir de 1,3%) e tarifa bancária zerada para operações acima de R$ 2.500.

Dessa forma, você tem mais chance de potencializar seus investimentos e ter um bom retorno. Mais do que isso, vale a pena usar o gross up para fazer sua análise. Com essas dicas, você toma decisões mais acertadas.

Se você quer saber mais sobre aplicações financeiras, aproveite e saiba como diversificar a sua carteira e aumentar seus investimentos.

Resumindo

O que é gross up de impostos?

O gross up é um cálculo que permite comparar investimentos isentos e tributados para definir a melhor opção.

Como calcular o ISS do imposto por dentro?

O ISS varia de acordo com a operação e o local em que se encontra. Por isso, o gross up avalia apenas o IR.

O que é PIS Cofins IR?

São tributos que podem incidir em diferentes aplicações. Para os investimentos e o gross up, vale apenas o IR.