Quer saber como investir no exterior morando no Brasil? A gente explica para você!

por Remessa Online
3 minutos de leitura
Homem de negócios apontando para gráficos sobre como investir no exterior

Como investir no exterior morando no Brasil? Essa é uma pergunta frequente a muitos investidores, que desejam iniciar negócios no mercado internacional. Entretanto, realizar essa tarefa é algo mais simples do que muitos pensam.

Nesse contexto, investir no exterior pode ser uma excelente alternativa para diminuir os riscos e diversificar a carteira com o objetivo de ter maior rentabilidade. Uma opção que deve ser considerada por todo investidor que deseja dar um impulso no patrimônio.

Se você deseja entender melhor como investir no exterior morando no Brasil, será importante ler este post até o final! Confira informações relevantes sobre o assunto e descubra como impulsionar a sua vida financeira da melhor forma! 

O que é investimento no exterior?

O investimento no exterior consiste em aplicar recursos financeiros em ativos fora do Brasil, comprando ações de empresas estrangeiras por meio das corretoras internacionais.

Nesse contexto, o investidor não precisa mudar para outro país, pois é possível realizar investimentos internacionais morando no Brasil. Devido aos benefícios que proporciona, investir no exterior está se tornando uma prática comum para muitos brasileiros, refletindo um aumento significativo de aplicações a cada ano.

Por que investir no exterior?

O mercado internacional oferece inúmeras possibilidades para investir em instituições sólidas e com grande potencial de crescimento. É uma alternativa interessante para quem deseja estabelecer um planejamento financeiro a longo prazo.

Uma das principais vantagens de investir no exterior é a oportunidade de diversificar a carteira e a valorização constante das moedas estrangeiras, especialmente o Dólar americano e o Euro — são muitas empresas, desde as gigantes mais conhecidas às inovações que prometem crescer com rapidez.

Além disso, o mercado financeiro internacional oferece menos riscos contra períodos de crises e instabilidades. Mesmo com influências políticas e econômicas, os riscos são menores e a grande variedade de opções permite que o investidor fique ainda mais seguro.

Entretanto, é preciso ter um planejamento específico e conhecer bem as modalidades de investimento. Assim, é possível ter mais confiança e elevar as possibilidades de ter bons resultados.

Quais os tipos de investimentos no exterior?

Conhecer os tipos de investimentos é indispensável para todo investidor, seja aquele mais experiente, ou o que está no início da carreira. Uma das maneiras mais procuradas é abrir uma conta em uma corretora internacional, geralmente as americanas, onde são negociadas ações do mundo inteiro.

Dessa forma, é possível comprar ações de empresas de todos os continentes diretamente nas maiores bolsas de valores do mundo — NASDAQ e NYSE — além de adquirir ETFs de diversos países.

No geral, criar conta em uma correta internacional é a forma mais procurada, mas existem outros meios.  Veja outros tipos de investimentos no exterior!

Fundos de investimento

Os fundos de investimento são uma maneira simples de investir e permitem que você aplique em reais e não em moeda estrangeira. A tributação funciona da mesma maneira que aplicações no Brasil, apenas com uma alteração na alíquota.

Para investir nos fundos de investimentos é essencial contar com apoio de um gestor, pois é difícil analisar fundos no exterior e as taxas podem ser altas. Portanto, é um tipo de investimento que exige atenção redobrada.

ETF – Exchange Traded Funds

Os ETFs, Exchange traded Funds têm como referência os índices da bolsa de valores e reúnem diversas ações em um mesmo ativo. Sendo assim, o investidor pode comprar cotas como se fossem ações.

No ETF, o investidor compra cotas que são administradas de forma passiva por uma gestora autorizada, seguindo uma metodologia de investimento. Na bolsa de valores do Brasil, existem dois tipos de ETFs voltadas para o investimento em ações no exterior, que são:

  • iShares S&P 500;
  • It Now S&P 500.

BDR – Brazilian Depositary Receipts

O BDR consiste em certificados que representam ações emitidas por empresas no exterior e negociadas na bolsa de valores no Brasil, na B3. A ações em BDR são negociadas com cotação em reais e a variação do preço dos ativos depende da oscilação do mercado americano, por exemplo.

É uma alternativa para investidores que desejam aplicar diretamente em empresas específicas, geralmente nos Estados Unidos, ao contrário do que ocorre com o ETF. Muitas gigantes mundiais possuem BDRs negociados na B3, como a Apple, Amazon, Google e Microsoft.

Uma característica do BDR é que somente podem ser adquiridos por investidores de grande porte e qualificados, ou seja, com patrimônio elevado e a partir de 1 milhão de reais — uma dificuldade a mais, que torna essa modalidade mais limitada.

COE – Certificados de Operações Estruturadas

O certificado de operações estruturadas é um tipo de investimento misto, entre renda fixa e variável. É uma modalidade financeira que envolve papéis que pagam juros e derivativos.

Sendo assim, é possível investir em COEs atrelados a índices de ações, moedas estrangeiras, ativos internacionais e outros. Por causa da flexibilidade de opções, também é um caminho para investir no exterior.

Stocks

O Stocks é um termo utilizado no mercado brasileiro para distinguir ações de empresas de capital aberto negociadas nas bolsas de NYSE e NASDAQ. Os papéis são negociados na B3.

São empresas grandes de atuação global, como a Coca Cola, Disney, Nike, Colgate, Apple, Facebook e muitas outras. Esse tipo de empresa não é encontrado diretamente na bolsa de valores no Brasil.

REIT – Real Estate Investment Trust

O REIT é outro tipo de investimento que tem atraído a atenção dos investidores, pois funciona de forma semelhante ao Fundo Imobiliário no Brasil. É um tipo de investimento que tem atuação no setor imobiliário internacional.

É uma boa alternativa para ter rendimentos em dólar, gerar renda passiva e, além disso, oferece a possibilidade de 90% do lucro líquido aos acionistas. Esse tipo de investimento é semelhante ao FII, porém, permite a alavancagem.

Quais os documentos necessários?

Os documentos necessários para investir no exterior são basicamente aqueles para se abrir uma conta em uma corretora internacional, visto que algumas modalidades de investimentos são negociadas no Brasil.

Nesse sentido, é um processo simples que exige apenas documentos pessoais. Geralmente, todo o processo é realizado em meio digital, embora seja importante contar com apoio profissional se você não conhecer bem o sistema.

Os documentos mais solicitados são:

  • CPF brasileiro;
  • Cópia do passaporte válido;
  • Comprovante de residência;
  • Declaração do imposto de renda;
  • Formulário W-8BEN;
  • Informações sobre o empregador do investidor.

Como abrir conta em uma corretora no exterior?

Essa é a principal forma de investir no exterior, e para isso, as corretoras americanas são as maiores e mais procuradas por investidores de todo o mundo.  Veja como abrir conta nas principais corretoras internacionais.

Charles Schwab

A corretora Charles Schwab é uma das mais tradicionais do mundo, e qualquer pessoa pode abrir uma conta, desde que tenha um passaporte válido, CPF e valor mínimo para investimento. A corretora oferece contas individuais, conjunta, corporativa, de aposentadoria e fiduciária.

Todo o processo para abrir a conta pode ser realizado pela internet, de forma simples e segura. No entanto, você deve ler atentamente sobre cada tipo de conta e identificar a que mais combina com seus interesses. Para abrir, basta seguir as etapas abaixo:

  • Identifique o tipo de conta que deseja abrir;
  • Conte com apoio profissional, se necessário;
  • Tenha todos os documentos em mãos;
  • Preencha os formulários, assine e envie eletronicamente;
  • Tenha o valor mínimo exigido para o tipo de conta que será aberta.

Para contas individuais e conjuntas, o montante é de US$ 25 mil. Para contas fiduciárias, o mínimo é de US$ 100 mil. Contas corporativas e de aposentadoria recebem aconselhamento especializado.

Os documentos e informações solicitadas são:

  • Cópia digital do comprovante de residência recente;
  • Cópia digital do passaporte ou documento de identidade;
  • Formulário “Summary of Agreements” (preencher, imprimir, assinar e escanear);
  • Formulário online “Important Tax Withholding and Reporting Update”;
  • Preencher Formulário “W-8BEN” (imprimir, assinar e escanear);
  • CPF;
  • Razão social se aplicável.

TD Ameritrade

A TD Ameritrade também é uma importante corretora internacional e oferece contas interessantes para todo perfil de investidor. Um dos maiores benefícios é o custo zero em compras online de ETFs REIT e Stocks, além de não ser necessário depositar um valor mínimo para abrir uma conta.

Após escolher o tipo de conta que tem interesse, o próprio site vai direcionar as etapas para iniciar a abertura da conta. Os documentos necessários são basicamente os pessoais, além de preencher alguns formulários.

O passo a passo para abrir uma conta, é o seguinte;

  • Clicar em “Individual brokerage” e, em seguida, em “Open an individual account“;
  • Preencher o formulário com seus dados de contato;
  • Inserir suas informações pessoais;
  • Informar seus dados financeiros;
  • Revisar todas as informações inseridas;
  • Ler e aceitar os termos informados;
  • Por fim, você será informado sobre a sua conta e os documentos que precisa assinar.

Interactive Brokers

Considerada uma das maiores corretoras dos Estados Unidos em volume de ações, a Interactive Brokers é mais uma opção para investidores brasileiros. A plataforma da corretora opera diversos tipos de investimentos, por exemplo, títulos, fundos, Forex, ações, futuros e EFPs.

Para abrir uma conta, basta seguir as etapas abaixo:

  • Acessar o site;
  • Criar o seu login;
  • Confirmar seu e-mail;
  • Preencher seus dados;
  • Escolher o tipo de conta;
  • Preencher os seus objetivos com os investimentos;
  • Informar suas experiências com investimento;
  • Escolher o país que quer operar;
  • Concordar com os termos de uso;
  • Enviar as cópias dos seus documentos;
  • Cadastrar um número de celular;
  • Aguardar aprovação.

Após passar por todo o processo e ser aprovado pela corretora, você vai receber um e-mail confirmando o aceite e que a conta está aberta. Assim, é possível enviar dinheiro para a conta e iniciar os investimentos, sendo que é preciso um valor mínimo de 10 mil dólares para iniciar a operação na plataforma.

Tastyworks

A TastyWorks é uma corretora recente, criada em 2017 nos Estados Unidos, sendo também uma boa alternativa para o mercado de opções e futuros — oferece a possibilidade de negociar ações e ETFs sem precisar realizar um depósito inicial.

Você pode abrir uma conta simples, informando seus dados pessoais e preenchendo formulários, processo típico para abrir uma conta no exterior. Tudo é realizado online e após abrir, basta enviar dinheiro para a sua conta e iniciar as operações na plataforma.

Quanto é preciso para investir no exterior?

Não há um valor específico para começar a investir no exterior, pois as corretoras oferecem muitas oportunidades e preços variados para os investidores fazerem aplicações.

Cada tipo de conta e corretora permite fazer aplicações com diferentes valores, embora algumas delas exigem um valor mínimo, que se inicia em 10 mil dólares. Por isso, é importante analisar as condições da corretora internacional que você escolheu, e do tipo de investimento que pretende realizar.

Passo a passo para investir no exterior

Investir no exterior atualmente não é uma atividade complexa, muito pelo contrário. Com o avanço tecnológico, os processos se tornaram digitais e mais práticos, proporcionando comodidade e segurança para alavancar os resultados e ter bons rendimentos.

Exemplo disso é a Remessa Online, que oferece condições para facilitar os investimentos no exterior, tornando-se uma aliada de todo investidor. Na plataforma digital estão integradas as maiores corretoras internacionais, permitindo enviar dinheiro para sua conta na corretora diretamente, com rapidez e economia.

Veja orientações importantes para investir no exterior!

Faça um planejamento

O primeiro passo para investir é planejar, pesquisar e identificar o seu perfil de investidor. É uma forma para orientar as suas ações e facilitar para identificar seus objetivos a curto, médio e longo prazo no mercado internacional.

Outro fator importante que deve ser considerado no seu planejamento é o apoio de um profissional especialista em investimentos internacionais. É uma ajuda que pode ser determinante, principalmente se for um investidor iniciante, pois o especialista conhece as melhores estratégias e tem experiência para mostrar o caminho e ter bons resultados.

Abra uma conta em uma corretora internacional

Abrir conta em uma corretora internacional é indispensável, para tanto, verifique as principais corretoras e faça uma análise dos serviços oferecidos. Lembrando que a Remessa Online tem atividades integradas com as maiores corretoras do cenário atual, como:

  • TD Ameritrade;
  • Charles Schwab;
  • Interactive Brokers;
  • Tastyworks.

Assim, você pode facilitar muito o processo de investir no exterior, já que terá a possibilidade de enviar dinheiro para sua conta na corretora com agilidade, baixo custo e a eficiência de processos livres de burocracias.

Escolha um tipo de investimento

Quando estiver com a conta aberta, você deve escolher qual o tipo de investimento é melhor para a sua carteira. É um momento que exige atenção e um estudo prévio bem elaborado para investir em alternativas que sejam promissoras.

Envie o dinheiro para sua conta no exterior

Algumas corretoras exigem o envio de dinheiro no ato da abertura da conta, ou seja, você deve depositar um certo valor para ter a conta aberta e assim iniciar as operações na plataforma, aplicando nas ações desejadas.

Mesmo que a corretora escolhida não apresente essa condição, é preciso se preparar e enviar dinheiro direto para conta internacional. Só assim será possível começar os investimentos.

A Remessa Online é a melhor alternativa do mercado brasileiro. Credenciada pelo Banco Central do Brasil, oferece uma taxa justa, a partir de 1,3%, e as operações são concluídas em até um dia útil. Basta fazer um cadastro simples, que em poucos instantes tudo vai estar pronto para enviar dinheiro com facilidade.

Como você percebeu, saber como investir no exterior é fundamental para quem deseja impulsionar os negócios e ter resultados satisfatórios. E com as facilidades que a tecnologia oferece, é possível investir morando no Brasil e sem sair de casa.

Gostou do post? Agora que você já sabe com investir no exterior, acesse o site da Remessa Online e faça seu cadastro! É rápido, prático e a melhor forma para fazer transações internacionais!

Resumindo

Quais os tipos de investimentos no exterior podem ser feitos do Brasil?

Fundos de investimento;
ETF – Exchange Traded Funds;
BDR – Brazilian Depositary Receipts;
COE – Certificados de Operações Estruturadas;
Stocks;
REIT – Real Estate Investment Trust.

Quais são as principais corretoras integradas à Remessa Online?

TD Ameritrade;
Charles Schwab;
Interactive Brokers;
Tastyworks.

Assuntos relacionados