Private Equity: O que é e como funciona esse Investimento

por Remessa Online
3 minutos de leitura
Pote de vidro com moedas representando investimento em Private Equity

Quando se fala em investimentos em empresas e startups, é comum pensar nas ações, porém, existem outras maneiras de fazer isso, como através de investimentos de risco, Venture Capital, e Private Equity. Mas você sabe o que é Private Equity? 

Entender os diferentes tipos de investimento é essencial para escolher as opções ideais para compor a sua carteira. 

Os fundos Private Equity são uma alternativa bastante interessante, mas que gera dúvidas entre os investidores. Por isso mesmo, preparamos um conteúdo esclarecendo as principais dúvidas sobre o assunto. Confira!

O que é Private Equity e como funciona?

O Private Equity é uma modalidade de investimento que faz aporte em empresas consolidadas no mercado, mas que ainda não tem o capital aberto na Bolsa de Valores. No entanto, geralmente por meio de fundos de investimento em participações (FIP), é possível adquirir participação no capital social da empresa.

Os investimentos podem ser feito de maneira puramente econômica, trazendo apenas o aporte de capital, ou trazendo um trabalho mais amplo. Nesse caso, os investidores participam da gestão de maneira ativa, auxiliando o desenvolvimento da empresa.

O objetivo é conseguir desenvolver a empresa, buscando o seu crescimento e valorização para, no futuro, vender a participação e colher os lucros da participação. Isso tudo é feito por meio de um fundo, ou seja, conta com a participação de vários investidores e com um gestor que é responsável por administrar os ativos que compõem o fundo. 

Qual a diferença entre Private Equity e Venture Capital?

A principal diferença trata do tipo de empresa que recebe o investimento. O Venture Capital é voltado para pequenas e médias empresas que ainda estão em fase de pré-operação ou iniciando as atividades no mercado, mas que têm um grande potencial de crescimento. 

Assim, o Private Equity busca empresas mais consolidadas e, com isso, oferece menos riscos. Já o Venture Capital pode ter mais potencial de ganho, devido à possibilidade de desenvolvimento da empresa, porém também envolve mais riscos. 

Quais as vantagens de investimentos como o Private Equity?

O investimento Private Equity proporciona alguns benefícios interessantes para o investidor. A principal é o potencial de retorno devido à valorização do negócio, tendo em vista que o investimento realizado na empresa busca auxiliar o seu desenvolvimento. 

Se o investimento for feito por meio de fundos, o lucro pode ser usado para investir em outras empresas, aumentando os ganhos. No entanto, é importante ter em mente que esse é um investimento de médio ou longo prazo, afinal, é preciso acompanhar a evolução do negócio para ter resultados.

Além disso, ela é bastante benéfica para a empresa, que tem acesso aos recursos sem precisar fazer empréstimos, enquanto também pode receber auxílio para a gestão. Isso pode trazer novas oportunidades e aumentar as possibilidades de expansão

Investindo em Private Equity no exterior: O que saber antes de investir?

Antes de começar a apostar no investimento no modo Private Equity, assim como nos investimentos de Venture Capital, é preciso estar ciente dos riscos. Por isso, a experiência em investimentos somado ao conhecimento de mercado são valiosos nesse meio.

Uma dica para quem deseja reduzir os riscos é buscar por plataformas de investimento no exterior e aumentar ainda mais o networking para entender qual o cenário mais vantajoso para apostar no exterior.

É necessário estar imerso nesse ecossistema de startups e empresas de inovação para conseguir identificar boas apostas no Venture Capital, mas no Private Equity o cenário econômico conta ainda mais. 

Afinal, tratam-se de empresas já consolidadas no mercado.

Você também deve saber que no Private Equity existem 3 fases principais:

  1. Captação e comprometimento de Capital: assinatura e documentação de comprometimento de aportes;
  2. Período de investimento, em que o fundo seleciona, investe e administrar empresas do portfólio de investimentos;
  3. Fase de desinvestimento, que consiste em avaliar as empresas que receberam aporte que já estão pagando dividendos ou que estão em fase de amortização. É o retorno, de fato, do investimento.

Além disso, para conseguir receber capital financeiro dos investimentos no exterior e receber em outra moeda com praticidade, sem burocracia e com segurança, uma opção é contar com plataformas de remessas internacionais, como a Remessa Online.

Como os fundos de Private Equity geram valor para as empresas investidas?

Os fundos de Private Equity, como visto, são investimentos em empresas que já possuem um bom faturamento e um mercado consolidado, mas que ainda não possuem capital aberto na Bolsa de Valores.

Ou seja, já possuem grande reputação de mercado no público-alvo, diferente das empresas emergentes, mas que ainda precisam de mais recursos para uma expansão ainda maior para se tornarem líderes ou referências no Brasil e exterior.

Nesses casos, o investimento Private Equity é o melhor, pois o aporte financeiro é muito mais vantajoso e, de certa, menos arriscado para ambos os lados.

Isso porque nesse tipo de fundo de investimento a ideia não é tirar um projeto do papel, mas sim fazer decolar uma empresa que já possui enorme potencial, comprovado.

Com esses investimentos, que podem ser vantajosos tanto para os investidores, que entram muitas vezes como sócios dessas companhias, como para as empresas. Afinal, com esse aporte de recursos de dinheiro e conhecimento, podem chegar ao patamar de empresas em capital aberto.

Além de agregar valor à empresa, que se legitima em um patamar mais elevado de investimento, o Private Equity também é importante no desenvolvimento econômico do país.

Outros benefícios associados incluem o aumento do foco, maior produtividade, eficiência nos processos, competitividade de mercado e relevância da marca.

Como investir em Private Equity?

Se você tem interesse em investir em Private Equity, existem diversas alternativas. A mais simples é por meio dos fundos, já que permite encontrar opções mais acessíveis e com um gestor profissional que buscará as melhores opções para compor o portfólio.

Porém, também é possível fazer  isso com outras opções, como adquirindo ações públicas de empresas que administram esses fundos. Devido às especificidades dessa modalidade, o ideal é contar com uma assessoria especializada para encontrar as melhores oportunidades. 

Também é possível aproveitar essa opção em investimentos no exterior. Nesse caso, é importante contar com uma corretora internacional e encontrar meios vantajosos para enviar os aportes e receber os rendimentos. Para isso, conte com a Remessa Online, que oferece taxas atrativas e as melhores condições para as transações internacionais. 

Se você quer conhecer mais sobre essa opção para seus investimentos em Private Equity, acesse o nosso site e faça o seu cadastro!

Afinal, qual a rentabilidade esperada de um fundo Private Equity?

Não existe um consenso em relação ao valor exato da rentabilidade em um fundo Private Equity, afinal, existem muitos fatores que devem ser considerados, como o aporte financeiro investido, a empresa escolhida, o setor em que ela atua, o país, o cenário econômico etc.

No entanto, existem muitos estudos que avaliam qual a porcentagem de retorno nesse tipo de investimento, que é feito com grandes valores.

Um estudo feito pela Spectra Investments em conjunto com pesquisadores do Insper encontraram uma média de retorno anual bruto de 22% em dólares do valor investido.

Esse número surgiu após a análise de 46 fundos de investimento no período de 1990 e 2008. Ou seja, ainda existe uma lacuna de estudos mais recentes para entender qual o cenário atualmente.

Saiba como receber dinheiro do exterior com melhores taxas e prazos!

Com o Private Equity ou em outras modalidades de fundo de investimento, você possui a vantagem de receber os rendimentos de investimentos internacionais por meio de soluções práticas de transação internacional.

Com a Remessa Online, você recebe seus rendimentos em até 2 dias, com um cadastro simples, rápido, transparente e seguro. Conheça e realize agora sua inscrição na Remessa Online!

Conclusão

Buscamos com esse conteúdo responder o que é investimento Private Equity e como os investidores e empresas podem ser beneficiados com esse tipo de aporte.

Como vimos, esse é um investimento feito em empresas consolidadas no mercado, mas que não negociam suas ações na bolsa de valores (capital fechado), com o objetivo de auxiliar no crescimento e na preparação para abertura de capital. 

O PE é diferente do Venture Capital, que é direcionado para empresas menos maduras, que ainda não estão consolidadas como as que recebem o Private Equity.

O principal benefício desse tipo de fundo é o potencial de ganho com o desenvolvimento da empresa, porém, essa é uma opção de médio ou longo prazo. 

Para você começar a investir agora mesmo, a maneira mais comum é investir em fundos voltados às oportunidades de Private Equity.

Assuntos relacionados