Pacotes de viagem x viajar por conta própria: entenda qual é a melhor opção

Entenda as diferenças entre comprar pacotes de viagem e viajar por conta própria

Para ajudá-lo a entender melhor quais as vantagens de contratar pacotes de viagem e quando é melhor viajar por conta própria, decidimos desenvolver este post especial. Nele, você vai ler as principais características de um pacote de viagem contratado por intermédio de uma agência e de uma viagem organizada pelo próprio turista.

Contratar pacotes de viagem ou viajar por conta própria? Sem dúvida, essas são duas questões polêmicas e que geram muitas dúvidas em quem está pensando em viajar. Enquanto alguns defendem os benefícios de montar o próprio roteiro, outros não abrem mão da contratação de uma agência especializada que assessora em todas as etapas de planejamento do seu passeio.

É importante ter claro que ambas as modalidades oferecem vantagens e desvantagens e geralmente a escolha entre organizar a sua própria viagem ou contratar uma agência vai depender essencialmente do perfil do turista e do tipo de viagem. Por isso, não existe certo ou errado, existem opções que podem ser mais interessantes de acordo com cada situação.

Além de conhecer as diferenças você vai descobrir as vantagens e desvantagens de cada um deles, sabendo, ao final, qual é a melhor alternativa de acordo com o seu perfil pessoal e destino escolhido. Acompanhe! 

Vai viajar e tem dúvidas sobre contratar pacotes de viagem ou viajar por conta própria? Entenda qual modalidade se encaixa melhor no seu perfil de turista.
Analisar os prós e contras de comprar pacotes de viagem ou viajar por conta própria ajuda a tomar uma decisão que atenda melhor suas necessidades.

O que são e como funcionam os pacotes de viagem?

Os pacotes de viagem são oferecidos por agências especializadas em turismo que oferecem ao cliente todo o suporte necessário desde a escolha do destino até o check-in no aeroporto ou navio.

Na prática, o turista procura uma agência que, por meio de um agente, ajuda na escolha do destino, na compra das passagens aéreas, na escolha da hospedagem, aluguel de carro, transporte, passeios e até na compra de tickets para visitas em museus. 

A agência também assessora o viajante com relação à documentação, vacinação e a compra de moeda. Se você precisa obter passaporte ou visto, por exemplo, o agente irá ajudá-lo nos processos.

Com relação ao dinheiro, ele também poderá auxiliar no contato com a casa de câmbio e na compra da moeda do país de destino.

Como funciona uma viagem organizada por conta própria?

Diferente do pacote de viagem, quando o turista decide organizar a sua própria viagem, ele é quem faz todo o processo de pesquisa, compra de passagens aéreas, reserva de hotéis, aluguel de carro, compra de tickets para acesso à atrações e o que mais for necessário para viabilizar a sua viagem.

Sem o suporte de uma agência especializada, o turista também precisa verificar a questão da documentação e do planejamento financeiro, comprando moeda, conferindo a regularidade do seu passaporte bem como a necessidade de emissão de visto para o país de destino.

Quais são as vantagens e desvantagens do pacote de viagem?

Fechar um pacote de viagem por uma agência pode ser uma solução interessante para quem nunca viajou para o exterior e não domina o idioma do país de destino.

O pacote de viagem inclui todo o suporte necessário para a compra de passagens, tickets e check-in no aeroporto. E essa é uma das principais vantagens, já que você não precisa se preocupar com nada, pois a agência pode realizar todo o processo de pesquisa e compra de serviços de acordo com os seus objetivos.

Inclusive, os pacotes são totalmente personalizáveis, diferente do que acontecia há algum tempo atrás, onde o viajante não tinha tanta liberdade para definir horários de passeios e outras atividades.

Outro benefício do pacote de viagem é que a agência ajuda o turista com a organização dos documentos e compra de moeda. 

A desvantagem dos pacotes de viagem está no custo. Geralmente, esta opção traz consigo um preço mais alto, o que acaba impactando no planejamento financeiro. Além disso, algumas empresas trabalham apenas com hotéis a partir de um determinado número de estrelas e isso, naturalmente, encarece os custos da sua viagem.

A dica para quem não abre mão de viajar por meio de agência é buscar os pacotes de viagem com antecedência, isso aumenta as chances de reduzir os custos e de conseguir opções de pacotes mais baratos.

E as vantagens e desvantagens da viagem por conta própria?

Para quem gosta de pesquisar e analisar cada detalhe da viagem, viajar por conta própria pode ser a melhor opção. 

Ao realizar todo o planejamento das suas férias você tem maior liberdade para conhecer a cidade da maneira como preferir. Nas viagens por conta própria, diferente do que acontece nos pacotes de viagem, o turista não precisa ter uma rotina estabelecida e pode começar a curtir a sua viagem ainda durante o planejamento.

Outra vantagem é a flexibilidade de horários. Em uma viagem por conta própria você tem a possibilidade de esquematizar os seus horários mas não está restrito a eles, como costuma acontecer nos pacotes.

Com isso, é possível fazer pausas mais longas ou simplesmente visitar um lugar que não estava previsto inicialmente. Nos pacotes de viagem é normal existir um cronograma pré estabelecido que precisa ser seguido.

A questão financeira também é um atrativo. Organizando tudo por conta própria é possível selecionar as estadias mais baratas e eliminar alguns custos que são comuns nas contratações por intermédio de agências de viagem.

A desvantagem desta modalidade de viagem é que ela exige organização e responsabilidade. O viajante fica responsável  por tudo, desde a compra das passagens até a verificação de documentos e eventuais vacinas necessárias. Além disso, se ocorrer qualquer problema no aeroporto ou no hotel você precisará resolver sozinho.

A dica para quem quer organizar a sua própria viagem é se planejar com antecedência,  pesquisar bastante a respeito do seu destino e fazer uma checagem completa da sua documentação, inclusive da necessidade de realização de vacinas.

Se você não sabe qual das duas alternativas é a mais interessante para o seu perfil de viajante, a dica é avaliar o seu destino e o grau de dificuldade na organização do roteiro. 

Assim, para os destinos menos tradicionais é mais seguro contratar os serviços de um profissional especializado. Já no caso de destinos mais tradicionais, você pode organizar toda a sua viagem por conta própria.

Use a Remessa Online para planejar sua viagem ao exterior

Como você pôde ver, uma das maiores vantagens de viajar por conta própria é a economia. Se você quiser economizar ainda mais, use a Remessa Online quando estiver organizando sua viagem e precisar realizar pagamentos ao exterior.

Através da Remessa Online você envia dinheiro ao exterior para pagar hospedagem, serviços e muitas outras naturezas pagando o menor custo de envio do mercado, apenas 1,3%. A plataforma é muito simples de ser usada e o dinheiro é enviado em até 1 dia útil.

Cadastre-se no site e comece a aproveitar as facilidades de usar a Remessa Online.

Você gostou deste artigo sobre pacotes de viagem? Então aproveite para conferir este post com dicas sobre como comprar passagens aéreas mais baratas.

Resumindo:

O que são e como funcionam pacotes de viagem?

Nos pacotes de viagem o turista vai a uma agência e compra um pacote, sem precisar se preocupar com compra de passagens aéreas, reservas em hotéis, transporte e até mesmo aquisição de tickets em museus e outras atrações turísticas.

Como funciona a viagem por conta própria?

Ao organizar uma viagem por conta própria, o turista cuida sozinho de todos os detalhes da sua viagem. Desde compra de passagens aéreas até organização da documentação.

Quais são as vantagens e desvantagens do pacote de viagem?

A vantagem é que o turista não precisa se preocupar com nada e tem todo o suporte de uma agência de viagem. A desvantagem é a falta de flexibilidade e os custos mais altos.

Quais são as vantagens e desvantagens de viajar por conta própria?

A vantagem é a flexibilidade e os custos mais baixos, e a desvantagem é que o turista fica responsável por toda organização e planejamento da viagem, inclusive com relação à organização de documentos e pesquisas sobre o destino.